Metal Gear Rising Revengeance: Kojima queria Gray Fox como protagonista

22 de janeiro de 2013
Autor: Airton Zanon

Metal Gear Rising Revengeance: Kojima queria Gray Fox como protagonista

Faltando menos de um mês para o lançamento de Metal Gear Rising: Revengeance, Hideo Kojima soltou uma declaração curiosa: sua ideia original era utilizar Gray Fox no game – ao invés de Raiden – como protagonista.

Em uma entrevista ao site IGN, Kojima soltou o seguinte comentário:“foi a minha equipe que insistiu em Raiden, e respeitei a ideia. Queria realmente focar-me na produção ao invés do desenvolvimento”.

A equipe de Kojima estava querendo criar um verdadeiro gladiador de katanas, e achou melhor utilizar Raiden para esta missão. “Na minha opinião pessoal, queria Frank Jaegar ou Gray Fox, mas se tivéssemos continuado com esta ideia eu teria que me dedicar aos scripts e prefiro deixar a parte de desenvolvimento com os mais jovens”.

Kojima acredita ainda que o pessoal “jovem” de sua equipe já está mais do que apto para desenvolver os jogos. Ele já vinha tentando passar esta missão para eles há tempos, pois para ele os jovens captam com mais facilidade novas ideias para games.

“Antes, nunca poderia ter dado tanta responsabilidade a eles, mas com Revengeance eles estão no controle total. Além disso se tivesse criado este jogo e fosse o diretor com certeza não seria este jogo”, diz Kojima completando seu pensamento.

Hideo Kojima se diz feliz com o crescimento de sua equipe e diz que gostou muito do trabalho feito por seus “pupilos”. Vale lembrar que, para animar um pouco Kojima, um DLC com uma skin de Gray Fox estará disponível para o game, conforme a gente já te mostrou aqui na Arkade.

Falando nisso, aproveite que está aqui para conferir um novo vídeo de gameplay de Metal Gear Rising: Revengeance, que mostra o protagonista Raiden em intensas batalhas contra 4 dos principais bosses do game:

Se você está empolgado com este game, comece a contagem regressiva: Metal Gear Rising: Revengeance chega no dia 19 de fevereiro, com versões para PCPlaystation 3 e Xbox 360.

No mais, fica a dúvida: como seria o Metal Gear Rising de Hideo Kojima, com Gray Fox como protagonista e uma trama totalmente diferente?

(Via: Eurogamer)

31 Respostas para “Metal Gear Rising Revengeance: Kojima queria Gray Fox como protagonista”

  • 22 de janeiro de 2013 às 18:37 -

    Pablo Sotto

  • Mestre Hideo Kojima, eu também preferiria o Gray Fox xD

  • 22 de janeiro de 2013 às 16:38 -

    Renan do Prado

  • “No mais, fica a dúvida: como seria o Metal Gear Rising de Hideo Kojima, com Gray Fox como protagonista e uma trama totalmente diferente?”

    Eu posso responder isso kkkkkkkkkkkkkkk
    E como diz o antigo programa Rá-Tim-Bum: Seeeeeenta que lá vem história!!!!!

    • 22 de janeiro de 2013 às 16:48 -

      Renan do Prado

    • Uma história canônica com o Gray Fox só teria espaço se fosse feita entre o Peace Walker e o Metal Gear 1 de MSX, no tempo que o Gray Fox era o principal agente da FOXHOUND. O Gray Fox, Frank Jaeger, já viajou o mundo em inúmeras missões, muitas das quais ele acompanhava o Big Boss.

      Numa dessas missões, ele foi até a Rodésia e matou os pais de uma garotinha, ao ver a garota, ele não pôde matá-la e nos olhos dela ele via os olhos dos pais mortos dela, e por causa da culpa a adotou como sua irmã, dando a ela o nome de Naomi Hunter.

      Em outra missão, ele foi capturado por inimigos e torturado violentamente, tendo suas 2 orelhas e seu nariz cortados fora. Ele foi resgatado por Big Boss e teve as orelhas e nariz recosturados no rosto, APESAR de que jamis vimos cicatrizes sobre isso, o que pode significar que o Kojima abandonou esse acontecimento MESMO ele sendo canõnico e isso faz sentido, pois em Metal Gear 2 de MSX, é dito que Big Boss perdeu seu olho direito na explosão de Outer Heaven, causada por ninguém menos do que Solid Snake.

      Mas em MGS3, esse fato foi desmentido, pois foi Ocelot que cegou o olho direito do Big Boss quando ele tentou salvar a EVA de ser morta.

      Mas, não sabemos toda a história de Gray Fox, e então pode haver algo que vire realidade, mas nesse caso, se não tiver a intervenção direta do Kojima, não vejo muitas chances de esse período ser melhor explorado.

      Entretanto, um game com o Gray Fox como Cyborg Ninja se torna mais difícil. Quando a Dr. Clark (vou evitar spoilers sobre esse nome) ressuscitou o Frank Jaeger como Cyborg Ninja, ele saiu totalmente do controle, matou a Dr. Clark e todos os seus cientistas e sumiu no mundo apenas para reaparecer em Shadow Moses, querendo reencontrar o Snake e enfrentá-lo até a morte.

      O período de fuga, bem, não deve ter muita coisa além dele fugindo e obtendo informações sobre o Snake, com a própria Naomi e, não se tem certeza, talvez com a Big Mama.

      Um spin-off seria a melhor opção e sendo o Gray Fox um personagem de muito apelo pros fãs, o game seria totalmente diferente do Rising, não sendo possível nem comparar, pois Gray Fox e Raiden são personagens totalmente diferentes, cada um com suas motivações e suas tristezas.

    • 22 de janeiro de 2013 às 16:52 -

      Renan do Prado

    • Sobre o Kojima, desde o MGS2 ele tenta passar a série Metal Gear pros mais novos, mas até hoje nenhum deles se mostrou capaz de seguir a série adiante, e, sinceramente, jamais serão, pois ninguém mais no mundo tem a mesma mente do Kojima hehehehe

      Mas fico muito feliz de que, afinal, o próprio Kojima está conseguindo dar sua confiança mais abertamente pra sua própria equipe, eu não desejo que Metal Gear Solid se torne uma série eterna, longe disso, quero um final que me faça chorar feito criança!!!! E quero que a série termine com o verdadeiro protagonista: SOLID SNAKE!!!!

      Mas, enquanto houver Metal Gear, vou jogar e amar todos eles!!!!!!

      • 22 de janeiro de 2013 às 18:31 -

        Airton Zanon

      • O Kojima sem dúvidas é o gênio por trás de tudo isso, mas ele está vendo que sua equipe precisa começar a “andar pelas próprias pernas”, será que ele pensa em ficar só gerenciando o projeto?

      • 22 de janeiro de 2013 às 18:52 -

        Renan do Prado

      • O foco dele, agora, é o Project Ogre, Ground Zeroes e o MGS5, mas de todos esses, o Project Ogre é o que o Kojima mais está focando.

        O Kojima quer o seguinte, ele deseja passar suas franquias para seus “discípulos” pois ele quer entrar em novos projetos, games diferentes do que ele já fez até hoje, que é onde o Project Ogre entra.

        Obviamente ele não vai largar suas criações a sorte dos seus funcionários, ele vai continuar gerenciando os projetos, mas o que ele quer mesmo é criar algo novo, do 0

      • 22 de janeiro de 2013 às 23:04 -

        Arthur

      • só gostaria que pegar dois pontos aqui, já que eu também acompanho a serie desde criança e ela faz parte de minha vida.

        1: o Gray fox era um personagem a qual valia ter feito um jogo e eu com certeza o jogaria, mas eu imaginaria o jogo se passando em diversas partes da vida do gray fox e não só depois dele ter sido transformado em cyborg.

        2: eu olhei o trailer e só tenho a dizer que ficou meio bizarro, esta me lembrando muito um anime(e manga) que eu adorava que era cyborg 009 do grande shotaro ishinomori.

      • 22 de janeiro de 2013 às 23:15 -

        Renan do Prado

      • Até seria possível mostrar várias partes da vida dele, mas assim, não valeria a pena um game dessa forma, seria melhor uma atualização do Database oficial do MGS4 com essas informações. Um game…… bem, não pegaria bem pelo seguinte: Pra ser um Metal Gear, obrigatoriamente é necessário…. um Metal Gear, o Rising tem um novo modelo que apareceu brevemente num trailer.

        No caso da história do Gray Fox, bem, trechos de sua vida que não conhecemos acho que não ficariam bem pra um game, mas, Kojima é o Kojima, e se ele um dia querer, ele vai fazer algo muito bom.

        cyborg 009 eu nunca assisti mas conheço kkkkkkkkk Bem a tecnologia cyborg extremamente difundida no mundo é muito bem explicada no Rising, pois afinal de contas, após o MGS4, não haviam mais restrições pro fluxo de informações, além de que era inevitável que a tecnologia Cyborg se desenvolvesse.

        Além do mais, não sei se você sabe, mas o game Snatcher, um point and click cyberpunk futurista do Kojima está indiretamente inserido na linha do tempo de Metal Gear Solid, nunca joguei o game, mas temas como cyborgs são altamente trabalhados nesse game

      • 22 de janeiro de 2013 às 23:37 -

        Arthur

      • bem, pegando minha visão de como ficaria um jogo do Gray fox, acabaria ficando uma viagem por quase toda a vida do frank jaeger.

        tipo, enquanto ele trilha o caminho da vingança apos sua tranformação, ele se recordaria de varias passagens de sua vida em flashbacks jogáveis, onde entrariam as antigas missões dele com o Big boss.

        mas provavelmente ficaria um jogo confuso e cansativo demais por causa das passagens de tempo que exigiriam trocar a forma como se joga o tempo todo. trocar de Hack and slash para stealth de hora em hora não seria um bom negocio.

        (tambem estou vendo aqui sobre o snatcher, é bem interessante, mas ta me lembrando Blade runner)

      • 23 de janeiro de 2013 às 00:06 -

        Arthur

      • só gostaria de pegar aqui um momento pra falar de Snatcher, o jogo point and click criado pelo kojima em 1988.

        O jogo não faz parte do universo de metal gear solid, suas únicas semelhanças com a serie são alguns nomes repetidos como o robozinho que ajuda o protagonista chamado metal gear ( uma mistura do primeiro metal gear com o robozinho do otacon no quarto jogo) e uma boate chamada outer heaven.
        Já a historia do jogo que sem duvida é muito boa, mas é uma mistura de conceitos de vários outros filmes que já existiam, como o visual do protagonista, dos carros e das cidades tirados de Blade runner e a ideia dos cyborgs que matam as pessoas e tomam o lugar delas parece uma mistura dos replicantes com o filme invasores de corpos ( que no original eram chamados “body snatchers).

        achei o jogo interessante por isso vou cotinuar a procurar por ele, obrigado pela dica Renan.

      • 23 de janeiro de 2013 às 00:09 -

        Renan do Prado

      • Dessa forma seria difícil pelos próprios motivos que você citou, não é impossível fazer esse game, mas iria faltar algo que só o Kojima saberia o que é, e que colocaria tudo de forma coesa num game.

        Um personagem que pra mim ainda tem algo a ser mostrado é o Solid Snake, há um período de 2 anos após o MGS1 onde ele viajou o mundo destruindo incontáveis versões de Metal Gears, além do período 2007 – 2009 que ninguém sabe o que ele fez.

        Fora o período de 5 anos entre o MGS2 e o MGS4, que também é um mistério, como o MGS5 já foi confirmado que será um game com o Solid Snake como protagonista, imagino que será em algum ponto desse período ou mesmo até antes de 1995, já que o Snake lutou na Guerra do Golfo.

        O Raiden ainda pode er um game entre o MGS2 e o 4, que era a idia original do Rising antes da Platinum.

        Ah sim, me lembrei, há o período entre 1974 e 1995, quando o Gray Fox lutava com o Big Boss, mas o Ground Zeroes vai se passar em 1976 ou 78 se não me engano, um outro game pra preencher mais um espaço desse período eu acho desnecessário.

      • 23 de janeiro de 2013 às 00:11 -

        Renan do Prado

      • Um dia jogarei Snatcher, infelizmente é um jogo bem raro de se achar mesmo na net. Ah, pegue Policenauts também, outro Point and Click do Kojima.

  • 22 de janeiro de 2013 às 17:04 -

    Renan do Prado

  • Obs, não vou ver esse trailer, prometi pra mim mesmo que não quero ver nada das boss battles pra não ter nenhuma dica kkkkkkkkkkkkkkk

    • 22 de janeiro de 2013 às 17:11 -

      Renan do Prado

    • E ótimo texto Airton!!!! Ficou muito bom!!!

      • 22 de janeiro de 2013 às 18:32 -

        Airton Zanon

      • Valeu, muito bom receber esse feedback no primeiro post no blog, ainda mais de um veterano hehe, muito obrigado!

      • 22 de janeiro de 2013 às 21:38 -

        Daniel de Araujo

      • Também gostei do texto. Muito bom.

    • 22 de janeiro de 2013 às 20:29 -

      Elton

    • Renan, você que é tão ninja no assunto deve saber sobre as mídias impressas da série Metal Gear temos no Brasil. Sou viciado em livros baseados em jogos (que andam na moda ultimamente), e gostaria de saber o que há publicado no Brasil da área.
      Caso tenha algo a recomendar, fica até uma sugestão pra uma próxima matéria aqui na Arkade.
      Abraços…

      • 22 de janeiro de 2013 às 20:42 -

        Renan do Prado

      • hehehe, perguntou pra pessoa certa!!!!

        Existem as HQs oficiais do MGS1 e 2, desenhados pela Ashley Wood, eles foram lançados em português mas são EXTREMAMENTE raros de se encontrar, pois foram publicados há anos.

        Sobre livros, ano passado foi publicado um livro com a história do MGS4 na perspectiva do Otacon, mas esse livro só foi lançado no Japão e nos Estados Unidos, e até o momento, nada foi divulgado se alguma editora tem interesse em trazer esse livro pro Brasil, mas espero que tragam!!!

        De resto, apenas matérias especiais em revistas de games sobre a série

  • 22 de janeiro de 2013 às 17:49 -

    Allan Costa

  • As vozes em japonês estão um milhão de vezes mais Badass mother fucker que em inglês, e olha que eu não sou fã de coisas japonesas, sou mais do tipo ZZtop guy, mas justiça seja feita, a dublagem está muito boa

  • 22 de janeiro de 2013 às 17:52 -

    leandro leon belmont alves

  • pena que não deram para colocar o Gray Fox, mas o Raiden terá a sua armadura destravável. achei o Gray fucking ninja boss ao surgir no MGS do PS1 e desviar TODAS as minhas balas com a espada.

    na primeira vez que descarreguei um pente de metralhadora e tratou as balas como se fosse mosquitos, fiquei assustado e impressionado ao mesmo tempo.

    terei esse game, tanto para PC quanto na versão Xbox. e ainda bem que mesmo sendo MGS, não tiveram essa besteira de exclusividade. sei que isso é importante para os consoles, mas games do Snake merecem ser compartilhados. :)

    • 22 de janeiro de 2013 às 18:34 -

      Airton Zanon

    • Se deixassem o game exclusivo ia perder muito público, e Metal Gear Rising está sendo muito esperando pela comunidade gamer.

    • 22 de janeiro de 2013 às 23:09 -

      Daniel de Araujo

    • Se fosse por mim, não teria exclusivos. Acho isso uma falta de tempo. Todo mundo tem o direito de poder jogar, não importa se tu tiver PS3, xbox ou wii. Além disso ser chato, isso ainda criou uma raça desprezível chamada de fanboys.

  • 22 de janeiro de 2013 às 23:06 -

    Renan do Prado

  • Recado pra quem tem PS3 e Xbox: A demo do Rising acabou de ser liberada pro público!!!! Corram pra baixar!!!

    Obs. eu já joguei a demo que veio no Zone of the Enders HD Collection e já fiz pré-venda do game!!!!

  • 22 de janeiro de 2013 às 23:17 -

    Chumbo

  • É verdade mesmo que irá sair para pc?Se isso ser for verdade,então podemos esperar sequências que poderam fazer parte dos games de pc.

  • 23 de janeiro de 2013 às 09:57 -

    Alessandro

  • Eu nunca joguei nenhum Metal Gear, vocês acham que eu vou conseguir aproveitar esse jogo ou vou ficar perdidão na história?
    Eu sempre tive interesse em jogar essa série, começo a jogar pelo 1 mesmo? Tem na psn ou algum collection pro ps3 ou só em emulador?
    Desculpa tantas perguntas hahaha

    • 23 de janeiro de 2013 às 13:39 -

      Renan do Prado

    • Bom, se você começar pelo Rising vai ficar meio perdido pois você não vai saber quem é o Raiden, porque ele é um cyborg e várias outras coisas, apesar da história desse não puxar muito dos anteriores.

      O melhor é você começar pelo 1, tem pra vender ele só na PSN na parte de PSOne Classics.

      Compre a coletânea Metal Gear Solid HD Collection que vem o MGS2, 3 e Peace Walker. Dentro do MGS3 HD tem os games Metal Gear 1 e Metal Gear 2: Solid Snake, que são os primeiros 2 games da série, lançados pro antigo MSX.

      Tem o MGS Portable Ops, exclusivo pra PSP, mas infelizmente ele não foi relançado pro PS3…

      E tem o MGS4 que é exclusivo pra PS3 e foi relançado em versão de aniversário de 25 anos de Metal Gear.

      A ordem que você deve jogar os games é a seguinte:

      – Metal Gear Solid
      – Metal Gear Solid 2 Sons of Liberty (ou Substance)
      – Metal Gear Solid 3 Snake Eater (ou Subsistence)
      – Metal Gear Solid Peace Walker
      – Metal Gear Solid 4
      – Metal Gear Solid Peace Walker
      – Metal Gear Rising

      Depois de tudo, se você quiser, jogue os 2 primeiros MG de MSX. no MGS1, em extras, tem 2 pequenos arquivos de texto com o resumo do MG1 e 2 pra você entender bem o MGS1.

      • 25 de janeiro de 2013 às 13:18 -

        Alessandro

      • Cara obrigado por responder, vou providenciar os jogos ^^

      • 25 de janeiro de 2013 às 13:30 -

        Renan do Prado

      • Só uma correção, entre o MGS3 e o 4 entra o Portable Ops, o Peace Walker você deve jogar somente depois do MGS4

  • 23 de janeiro de 2013 às 14:44 -

    Bob NErd

  • Só eu que acho que essa declaração serve para tirar o nome dele da reta, caso esse jogo dê errado?

    • 23 de janeiro de 2013 às 16:51 -

      Airton Zanon

    • Essa pode ser uma jogada do Kojima, mas você acha que ele não acredita no trabalho de sua equipe?

  • 8 de março de 2013 às 21:36 -

    Max Rocco X

  • eu gostei do raiden mesmo

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *