Microsoft explica um pouco de como o xCloud funcionará nos smartphones

26 de março de 2019
Autor: Junior Candido

Microsoft explica um pouco de como o xCloud funcionará nos smartphones

A Microsoft segue trabalhando no xCloud, o seu serviço por streaming. Assim como o Google e seu Stadia, a equipe de Xbox também aproveitou a GDC para explicar, com mais detalhes, sobre como o xCloud funcionará nos dispositivos móveis. Mas, no caso da Microsoft, a apresentação foi para um grupo de desenvolvedores.

Como já sabemos, o xCloud é, assim como outros que acompanhamos nos últimos dias, um serviço de jogos em nuvem que busca levar jogos em alta qualidade, para vários dispositivos. A Microsoft quer começar com a sua biblioteca própria, usando games como o Forza Horizon 4, e smartphones Android.

Também foi explicado sobre como os games poderão ser funcionais em um smartphone. Afinal, quem joga em um dispositivo destes ou usa tela de toque, ou um entre vários controladores Bluetooth. Tudo isso em um ambiente no qual, atualmente, cada jogo funciona a sua maneira. O kit de desenvolvedor do xCloud contará com a ferramenta Touch Adaption Kit, além das APIs de nuvem da Microsoft.

Assim, com o Touch Adaption Kit, os desenvolvedores poderão aplicar de maneira mais fácil controles na tela em um jogo projetado para usar controles, ou teclado e mouse. Todos os desenvolvedores precisarão de arquivos JSON, o JavaScript Object Notation, para mapear todas as entradas necessárias. Desta forma, o jogo “de console” ou “de PC” seria “reconstruído” para ser funcional em um smartphone.

As APIs de nuvem também contarão com novidades. Por exemplo: será possível incluir novos save states em um jogo que não tenha, originalmente, locais de salvamento próximos uns dos outros. Facilitando, assim, a jogatina em uma dinâmica portátil. E também será possível ajustar vários elementos de interface visual. O que inclui legendas ou menus, para funcionarem melhor nas telas pequenas.

A “guerra do streaming” começou

Não é possível saber, por enquanto, como está o xCloud, e quais serão suas principais virtudes. Já que uma “guerra” está em andamento, e armas cada vez mais poderosas serão essenciais para a conquista de mais gamers interessados. Logo após a revelação do Google Stadia, Phil Spencer enviou um memorando para toda a divisão responsável, que acabou vazando no site Thurrot.com.

“O Google foi grande hoje, mas temos alguns meses até a E3, quando ficaremos maiores”, diz o memorando. “Temos que nos manter ágeis e continuar construindo com o nosso público no centro. Temos o conteúdo, a comunidade, a equipe da nuvem e a estratégia. E, como venho dizendo há algum tempo, tudo se resume à execução. Isso é ainda mais verdadeiro hoje”.

Via (The Verge)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *