Preview Arkade: jogamos a versão beta de Mighty No. 9 (no PC) e gostamos muito do que vimos!

2 de setembro de 2014
Autor: fernando_cesar

Preview Arkade: jogamos a versão beta de Mighty No. 9 (no PC) e gostamos muito do que vimos!

Keiji Inafune, o pai do Megaman, acaba de disponibilizar a versão Beta do seu mais novo jogo: Mighty No. 9, para alguns apoiadores do projeto. Muito se espera do sucessor do nosso amado blue bomber. Será que dá para sentir um bom gostinho do que vem por aí? Descubra agora na nossa prévia do Beta de Mighty No. 9!

Essa primeira versão de Mighty No. 9 possui apenas uma fase e podemos ver que o jogo não está 100% ainda. A equipe da Comcept trouxe para os apoiadores que ajudaram na campanha do Kickstarter um aperitivo do que vem por aí, mas, mesmo em sua versão Beta, o jogo já começa a deixar o jogador ansioso para o ainda mais distante abril de 2015 (data prevista para o lançamento).

Configuração

Preview Arkade: jogamos a versão beta de Mighty No. 9 (no PC) e gostamos muito do que vimos!

Uma coisa muito legal é que o pessoal da Comcept se preocupou bastante com os jogadores que podem não possuir computadores muito bons. A versão para PC conta com inúmeros ajustes de textura, resolução, anti-aliasing, sombra e tudo mais. Claro que esse Beta pode não estar com gráficos alucinantes, mas isso mostra que eles querem ver você jogando tanto no seu super notebook ou naquele computador de escritório do seu pai.

A única coisa complicada nesse Beta é que se você não possuir um controle de Xbox, ou um de PS3 com emulador, no PC você vai sofrer bastante pra jogar. Não é possível configurar o teclado, mesmo o jogo dizendo que sim, e os comandos ficam espalhados de uma maneira bem estranha.

Interface

Preview Arkade: jogamos a versão beta de Mighty No. 9 (no PC) e gostamos muito do que vimos!

Como era de se esperar, aqui fica bem claro que o jogo está em fase de desenvolvimento. A Comcept usou uma paleta bem simples e optou por uma interface minimamente agradável para que o pessoal pudesse se situar nessa versão Beta.

A barra de vida de Beck tem um design bem básico e os power ups (falarei mais a frente) ficam meio soltos embaixo dela. Você demora um pouco para entender quantas vidas tem seu personagem e para que servem as opções do menu, mas depois de um tempo você se acostuma numa boa.

Mighty Buster

Assim como o clássico Megaman, o buster de Beck também não carrega, pelo menos nesse primeiro momento. Você pode disparar 3 tiros consecutivos em uma onda bem tranquila de repetição.

Mighty Dash

Inafune acertou em cheio nesse ponto, o dash de Beck torna o jogo bem mais divertido. A base do dash é igualzinha à que estamos acostumados, dá mais mobilidade ao personagem, possibilitando-o passar por pontos inalcançáveis com o pulo comum e, assim como seu “irmão mais velho”, Beck é capaz de dar pulos mais longos com o dash pressionado.

A grande sacada é que, assim como o buster, o dash de Beck funciona como uma arma. Ao acertar um inimigo, o mesmo entra em um estado de curto, nesse momento o jogador usa o dash e atravessa o personagem, destruindo e absorvendo sua energia vital. Essa mecânica de dash gera combos de acordo com a quantidade de inimigos que você absorve em sequência.

Caso você não queira absorver o inimigo, basta continuar atirando, ele vai explodir, mas de uma maneira bem menos interessante.

Mighty Power ups

Algo completamente novo para quem esperava um jogo mais parecido com Megaman. Ao absorver um inimigo, um sinal aparece sobre a cabeça de Beck indicando a ação de um novo power up. Os power ups não duram muito tempo e o próprio sinal que surge possui um contador, e eles também não são tão absurdos, trata-se de pequenos aumentos de dano, armadura e velocidade.

Esses power ups não possuem muitas utilidades neste primeiro momento, facilitando a destruição de personagens mais fortes e deixando você mais rápido, mas acredito que podem surgir muitas outras ferramentas durante o jogo, podendo incrementar ainda mais os desafios futuros.

Dificuldade

Preview Arkade: jogamos a versão beta de Mighty No. 9 (no PC) e gostamos muito do que vimos!

Bom, aqui vai de cada um, mas é nítida a proximidade que Mighty No. 9 tem com Megaman. Esse primeiro estágio apresentou inimigos bem posicionados e aquela velha idéia: ou você memoriza o que fazer ou jamais sairá vivo. Joguei diversas vezes e lá pela oitava vida consegui chegar quase ao fim do estágio sem levar dano. O que me deu mais dor de cabeça foi o boss e parece que o jogo entendeu isso, ou essa versão beta, por que depois da quarta morte começaram a chover vidas e ficou claro que eles queriam que eu, de algum modo, matasse esse fanfarrão.

Bom, acho que é isso ai. Fiquei muito feliz com essa versão e no e-mail que eles me mandaram já foi avisado que ela será constantemente atualizada. Pode ser que eles ainda coloquem uma fase ou duas a mais para teste. Espero que, assim como eu, vocês tenham gostado do que viram, pois fiquei ainda mais ansioso pelo game.

E para vocês sentirem como andam as coisas, fizemos um gameplay bem curtinho. É isso ai e até mais!

12 Respostas para “Preview Arkade: jogamos a versão beta de Mighty No. 9 (no PC) e gostamos muito do que vimos!”

  • 2 de setembro de 2014 às 11:17 -

    renan

  • como faço pra obter uma key beta?

    • 2 de setembro de 2014 às 12:04 -

      Rodrigo Pscheidt

    • Renan, só os “backers” — que contribuíram com dinheiro na campanha de arrecadação do Kickstarter — de Mighty Nº 9  estão recebendo keys de acesso ao beta.

      Pode ser que mais tarde role uma outra fase beta mais ampla, mas neste momento só quem deu dinheiro ao Inafune pode testar o game.

    • 2 de setembro de 2014 às 12:19 -

      Edimartin Martins

    • Construa uma máquina do tempo (de preferência dentro de um delorean).Volte no tempo para a época da campanha do jogo no Kickstarter.Faça a doação para receber a key (ou instalador) do beta fechado.Volte para exatamente hoje e pegue a key (ou o jogo) no seu e-mail.

  • 2 de setembro de 2014 às 12:26 -

    Edimartin Martins

  • O autor comenta sobre o dash na frase: “Caso você não queira absorver o inimigo, basta continuar atirando, ele vai explodir,”.-Mas no vídeo abaixo da frase ( Mighty No. 9 – Beta Version: Power-up demo), nos três segundos iniciais, o primeiro robô inimigo estando em curto circuito não colide com os tiros. Os tiros acertam o robô que está atrás.

    • 2 de setembro de 2014 às 14:23 -

      fernando_cesar

    • Cara, muito bem observado! Foi vacilo meu não comentar isso. Tem poucos inimigos nesse estágio e, aparentemente, esse robô é o único q eu não consigo destruir. Pode ter a ver coma  relação de power ups, mas eu acho q isso pode mudar, não faz muito sentido não poder destruir esse cara. Vlws!

      • 2 de setembro de 2014 às 17:56 -

        Edimartin Martins

      • Depois eu olhei o vídeo mais de perto (e comparei com outros vídeos no site do jogo). Parece que este robô é destruído (os pedaços caem) mas fica uma áurea azul dele. Eu não sei se talvez ele volte a vida (as peças se reencaixem de novo). Talvez para este robô inimigo morrer, seja obrigatório o dash. É bom eles colocarem este tipo de gameplay no jogo porque obriga o jogador à usar o dash. Senão poderia ocorrer de o jogador nunca usar o dash no jogo, e a programação desta característica seria em vão.

      • 2 de setembro de 2014 às 18:09 -

        fernando_cesar

      • Todos os robôs, quando entram em “curto”, meio q desmontam. Esse robô ai até chega a cair as partes, mas o turret, por exemplo, roda e abaixa o cano. Pode ser mesmo q uns robôs só possam ser destruídos com dash. Existe o fato desse robô ser até de uma classe menor, tipo o primeiro na faixa evolutiva e talz, ai faz sentido ele ser um inútil huahuahauhuah

  • 2 de setembro de 2014 às 13:12 -

    Renan do Prado

  • Gostei bastante!!!!

  • 2 de setembro de 2014 às 14:51 -

    Gustavo Henrique

  • Que foda!

  • 2 de setembro de 2014 às 20:35 -

    Giovani

  • Phodástiku!

  • 3 de setembro de 2014 às 01:47 -

    jonatas

  • PRA QUÊ APARECER ESSA PORCENTAGEM A CADA INIMIGO DESTRUÍDO… POLUIÇÃO.

  • 3 de setembro de 2014 às 07:06 -

    Diegoandrew

  • Que foda pena que nunca tenho dinheiro para contribuir com esse projeto Fodasticamente foda, Como queria ter pego uma Key.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *