Review – Scott Pilgrim Vs. The World (PSN, XBLA)

20 de agosto de 2010
Autor: Fábio Torres

Review - Scott Pilgrim Vs. The World (PSN, XBLA)

Scott Pilgrim está apaixonado por Ramona Flowers, mas, para eles ficarem juntos,  Scott tem que derrotar os sete ex-namorados malignos de Ramona. Será que ele terá sucesso? Confira o nosso review de Scott Pilgrim Vs. The World, para PlayStation Network e Xbox Live Arcade.

Evocando boas memórias dos beat’em-ups 8-bits das antigas, como Streets of Rage e River City Ransom, Scott Pilgrim Vs. The World traz gráficos bastante coloridos e algumas similaridades aos quadrinhos que originaram o game (e o filme), tais como o estilo gráfico e o humor característico das HQs. É uma boa mistura entre aquele ar de jogo novo com a roupagem dos jogos de 8- e 16-bits.

Review - Scott Pilgrim Vs. The World (PSN, XBLA)

O jogo tem sete  fases que podem ser acessadas por um hub e cada uma tem um visual único. Quando você acha que não tem como o jogo ficar mais maluco, ele consegue: são porcos voadores, zumbis, papparazzi e muito mais. Tudo isto ainda é acompanhado por uma trilha sonora muito boa, feita pela banda Anamanaguchi.

Review - Scott Pilgrim Vs. The World (PSN, XBLA)

No meio disso tudo, ainda existem alguns elementos de RPG no jogo, já que é possível gastar moedas conquistadas in-game em upgrades. E acredite: você precisará disto, já que o jogo consegue ser bastante desafiador. Se você não melhorar a força e a defesa do seu personagem, você certamente sofrerá na mão dos inimigos.

Review - Scott Pilgrim Vs. The World (PSN, XBLA)

Scott Pilgrim Vs. The World foi feito para ser jogado com os amigos. É bastante difícil conseguir zerar o jogo sozinho, sendo necessário repetir algumas vezes cada uma das fases para poder evoluir o seu personagem. No entanto, para jogar multiplayer, é necessário começar o jogo e ir até o final com todos os jogadores. Não tem como um amigo entrar ou sair da jogatina com o game rolando, algo bastante frustrante, já que até jogos antigos como Streets of Rage tinham isso. Além disso, não existe cooperativo online.

Scott Pilgrim Vs. The World é um bom game, com um ar bastante engraçado e retrô que certamente divertirá muitos gamers. Apesar de algumas falhas no multiplayer, o jogo com certeza vale os 10 dólares (ou 800 MS Points) que ele custa tanto na PSN quanto na Live.

Nota: 8,5

4 Respostas para “Review – Scott Pilgrim Vs. The World (PSN, XBLA)”

  • 20 de agosto de 2010 às 07:07 -

    @albert_dark

  • Em breve no meu xbox

  • 20 de agosto de 2010 às 07:21 -

    Heliezer Soares

  • Eu baixei a demo e achei o jogo bonito, bem feito, dá aquela sensação nostálgica de alguns títulos do nes ou snes (ou sega genesis), enfim… contudo, eu achei enjoativo demais. Os inimigos demoram para morrer, a fase demora muito para acabar, coisa que não acontece com jogos nesse estilo.

    Isso sem falar que no meu PS3 a demo trava um pouco e demora para iniciar(e acontece isso apenas neste jogo).

    É um bom título, mas não sei se compraria porque eu geralmente jogo sozinho e ele não tem modo online.

  • 20 de agosto de 2010 às 13:08 -

    JoeKyy

  • Concordo com tudo que foi dito, realmente o jogo é um prato cheio para aqueles que querem lembrar da sua epoca 8 bit's ou 16 bit's, além disso tem muitas referencias a jogos dessa epoca tambem

  • 13 de junho de 2011 às 10:27 -

    mixirica

  • o jogo é legal hein, mas o filme… Michael Cera é o pior ator desde o “Cigano Igor”

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *