Revista Arkade #41 – Persona 4 Arena

10 de agosto de 2012
Autor: Raphael Cabrera

Revista Arkade #41 - Persona 4 Arena

Revista Arkade #41 - Persona 4 Arena Revista Arkade #41 - Persona 4 Arena

Clique aqui para assinar a revista Arkade.

A Arkade é uma revista digital totalmente gratuita. Venda proibida.

44 Respostas para “Revista Arkade #41 – Persona 4 Arena”

  • 10 de agosto de 2012 às 19:02 -

    leandro(leon belmont) alves

  • já lendo, o melhor game de luta do ano!!!! sem mais!!!!

    empolgação nível Renan!!!!

    GO! KONOHONA SAKUYA!! !!!

    adoro quando a Yukiko fala isso ao invocar seu Persona…heheheh

    • 11 de agosto de 2012 às 00:56 -

      Renan

    • Poxa, é tão estranho assim eu dar um crédito pros games novos e ficar empolgado que eles possam ser ótimos games, mesmo que no fim alguns acabem decepcionando? Se eu pudesse jogar cada jogo que me empolga nos trailers, vixi, seria tão bom!!!

      • 11 de agosto de 2012 às 11:03 -

        Matheus Humenhuk

      • O fóda que você faz isso com a maioria dos games XD

        Mas faz mais ainda quando se fala em MGS…

        Já to garantindo meus PS2 pra jogar a série por culpa do Renan e do Leandro :D

  • 10 de agosto de 2012 às 19:03 -

    leandro(leon belmont) alves

  • Persona!!!(invocando um deles agora)!!!!!

  • 10 de agosto de 2012 às 19:14 -

    FeeH

  • Quero ver como vai ficar a próxima edição com Darksiders II . Já que não curto Persona !

    • 10 de agosto de 2012 às 19:29 -

      leandro(leon belmont) alves

    • FeeH você não sabe o que está perdendo…ou o que perdeu. pois acho que você não vai experimentar o game sendo dono de um PS3 ou Xbox…..

      • 11 de agosto de 2012 às 11:57 -

        FeeH

      • Esse ai de luta pode ate ser qu eu jogue , mais os anteriores que são Rpg pode esquecer , como eu já mencionei em outros comentarios Eu não gosto de Rpg .

    • 10 de agosto de 2012 às 19:34 -

      Henrique Gonçalves

    • Estou animado para todas as três próximas edições, para mim Darksiders II e Sleeping Dogs são um dos mais esperados neste ano.

  • 10 de agosto de 2012 às 22:26 -

    Rafael Garcia

  • A série Persona sempre despertou minha curiosidade, parece que toda Shin Megami Tensei é interessante

    • 10 de agosto de 2012 às 19:34 -

      Raphael Cabrera

    • Para quem curte JRPGs é uma boa (não é o meu caso hehe)

      • 10 de agosto de 2012 às 21:58 -

        Rafael Garcia

      • Jogos Japoneses sempre foram interessantes. (a maioria eu acho)

  • 10 de agosto de 2012 às 19:27 -

    leandro(leon belmont) alves

  • acabei de lê-la, está incrível. falaram pouco, mas falaram bonito dos games que inspiraram o Persona 4 Arena e o seu pai, o Maligno,as vezes imoral e sangrento Shin Megami Tensei. a qual sou fã

    mas do jogo de luta em si, eu achei que vocês(o pessoal que trabalha no site) não iria se impressionar. acabei mordendo minha língua, e graças ao Morgan Freeman por isso.

    “Transportar o rico universo de um Rpg estratégico como Persona para os Frenéticos games de luta em 2D pode parecer loucura para muita gente”

    Loucura? isso é PEEEERRSOOOONAAAA!!!!! (Leonidas Feelings)

    mas falando sério, loucura nada. Final Fantasy não tem o Dissidia? e todos não o amam ? botar Kefka contra Sephirot, claro que eu iria com o palhaço louco do Final Fantasy, daria uma surra bem dada no Anjo de uma asa

    ou…ninguém gosta de Dissidia e não estou sabendo?

    • 10 de agosto de 2012 às 19:34 -

      Raphael Cabrera

    • Achei bom o Dissidia! Lembrei dele quando estava revisando a revista..

    • 10 de agosto de 2012 às 19:46 -

      leandro(leon belmont) alves

    • “Embora não tenha a mesma profundidade do RPG(por motivos óbvios) Persona 4 Arena consegue entregar uma história bem densa do que a maioria dos games de luta dos últimos tempos.”

      É DISSO QUE ESTOU FALANDO!!! até a Arkade admite. chupem Street Fighter,Tekken, aquele jogo de luta da DC,Blazblue,Guilty Gear e Soul Calibur.(só poupei MK 9, por ter reformulado seu enredo) tudo bem que o enredo não ganha o Oscar, mas pelo menos os heróis tem uma razão nobre para estarem batendo um no outro.

      e em Street Fighter, El Fuerte enfrenta a morte contra Seth para ser o “melhor cozinheiro do mundo” só isso. e Ryu só quer bater todo mundo, por que sim. ora bolas!

      e a Sakura mesmo com trinta anos de idade NÃO ENVELHECE!! pelo amor do Robert Redford.

      é por essas e outras que perdi a minha fé nos heróis dos games de luta. tenho Street Fighter dumper-giga-master-gold-bazinga sheldon cooper-Arkade Edition e Soul Calibur 5 e mal passo uma hora jogando de tão tedioso seus personagens e enredo idiota. isso era desculpável na era 8 a 16 bits, mas se até o Angry Birds tem enredo, porque não em games de luta? caramba.

      pelo menos com Persona Arena vou poder me aprofundar no enredo. e o mais importante, joga-lo por mais de uma hora, mesmo habilitado todos os personagens.

      • 10 de agosto de 2012 às 20:07 -

        Henrique Gonçalves

      • Eu acho, somente acho, que o Leandro gosta de Persona

      • 10 de agosto de 2012 às 20:11 -

        Matheus Humenhuk

      • Eu acho que ele vendeu a alma pra Persona, igual acho que o Renan vendeu a alma pra Metal Gear…

      • 10 de agosto de 2012 às 20:27 -

        leandro(leon belmont) alves

      • “Embora seja óbvio que o game será melhor aproveitado pelos jogadores que já conhecem o universo e os personagens da franquia, quem nunca ouvi falar da série, mas curte pancadaria não precisa de fora”

        mudando um pouco de assunto . esse é o problema de cada geração de consoles, vou explicar.

        Desde o Atari e MSX, sempre teve revistas para informar sobre os lançamentos dos games nos seus consoles favoritos. na era 16 e 32 bits tinha várias revistas famosas que quem está na casa dos 20 se lembra delas.

        hoje, temos esse site e muitos outros que falam da mesmas coisa, de graça, sem ir a banca. graças a Primus pela Internet e a Matrix!!

        e isso influencia nos games que vamos futuramente comprar. temos Final Fantasy, Call of Duty, Asssassins Creed, Mass Effect, GTA IV e muitos outros. porém…de 10 jogos que são lançados num dia, pelo menos 2 ou 3 não recebem nenhum Hype das revistas ou sites especializados. não porque, sejam ruins, é devido a tantos lançamentos e Hypes que ninguém nota esses detalhes.

        por exemplo, Persona no caso. num mundo nerd onde sinônimo de rpg é Final Fantasy, quase nenhum apreciador desse gênero se aventura em descobrir outros rpgs que são tão bons ou melhores do que o game supremo da Square. assim são com jogos de luta é Street Fighter, beat up sangrento é God of War, de corrida, Forza Motorsport.

        desde que virei retrogamer, percebi que nos games antigos que costumo comprar baratinho, do jurássico NES ao PS2, de 100 jogos lançados, no minimo há 20 a 30 games que ninguém quase se importa, pois não são conhecidos e as vezes, essas pérolas escondidas chegam a ser melhor do que aquele game do momento e quando o joga se pergunta por nunca ouviu falar dele antes…

        eu mesmo fico um pouco assim quando alguém diz que não conhece Shin Megami Tensei ou Persona. mas não posso culpa-los.

      • 10 de agosto de 2012 às 20:33 -

        Matheus Humenhuk

      • Eu também penso assim Leandro! E pense: Se a Arkade não fosse semanal esse game teria atenção na revista principal? Acho que não, pois até Forza 4 não teve review ano passado…

      • 10 de agosto de 2012 às 20:58 -

        leandro(leon belmont) alves

      • pelo que sei, quando FFX foi lançado, os fãs ficaram divididos, uns adoraram e outros odiaram. FFXII eu gostei bastante, mas as revistas e sites falavam que não era o Final Fantasy que os gamers conheciam. e o FFXIII…bem acho vocês já sabe no que deu o game. sou a unica pessoa que gostou 100% dele. já o resto do planeta….

        e falam que os rpgs morreram com o FFXII e o jogo seguintes ajudou a enterrar a Square. nada a ver, o gênero não morreu, os que dizem isso não se aventuram em novos jogos e se acomodam. exatamente como muitas empresas de games hoje em dia, com medo do fracasso. e não só em Rpgs, em jogos de tiro é CODMW, Battlefield e talvez Halo. quando Homefront tem um dos enredos mais bem feitos para shooter e jogabilidade acima da média e quase ninguém faz questão por ele. ou mesmo Farcry 1,2 e 3 que mesmo sendo um shooter, ele é quase um Fallout, pelas suas ações mudarem o seu redor….

        o que quero dizer é, não se apeguem aos games hypes famosos. dêem chance a aqueles games que poucos dão importância, pois podem surpreende-los se tentarem. muitos estranham Persona pela alienação de Final Fantasy e Dragon Quest. mas garanto, se tivessem jogado Persona na era PS2, pensariam o mesmo. e na época sites e revistas davam de 9 a 10 para o jogo. e seus personagens eram carismáticos até demais. até os NPC, era mais fácil se apegar a priminha do personagem principal, Nanako(no caso, Persona 4) logo de cara do que Vahn ou Balthier. isso é o que me lembro.

        parabéns a Arkade, pela revista, prometo que vou deixar de ser chato nos comentários falando de outros jogos….um pouco, mas já é alguma coisa, certo?

        uma pergunta: algum de vocês já terminou ou pelo menos jogou Dragon Quest? qualquer um? só conheço um ou dois que dizem ter jogado…

      • 10 de agosto de 2012 às 23:19 -

        Henrique Gonçalves

      • Entendo perfeitamente agora o seu motivo de colocar Persona tão perto do coração, e é triste quando certos jogos não recebem a atenção devida. Homefront é um bom exemplo de história boa mas jogabilidade mediana, mas com certeza não é motivo de destruir o jogo por isso, o que me faz um pouco feliz da Crytek ter pego o projeto Homefront para fazer a continuação, tudo bem que a empresa está batendo em um cachorro morto com a franquia de Crysis mas ainda acredito que a desenvolvedora fará direito em Homefront 2.

        Outro jogo que me deixa extremamente puto de não aparecer na midia foi o jogo feito pela Raven Entertainment e publicado pela Activision, Singularity. Ele tinha uma mecânica que era muito criativa onde o jogador manipulava tempo para mover objetos, avançar, voltar e parar com um artefato, além de ser muito divertido Singularity tinha uma história interessante que surpreendia (pelo menos para mim) até o ultimo minuto.

        Resultado: O jogo recebeu quase nenhuma atenção da midia, e a Raven Software ficou com tantos problemas nas vendas que a Activision demitiu boa parte da equipe e fez a desenvolvedora trabalhar auxiliando Treyarch/Infinity Ward em COD, e assim perdendo seu status de criar jogos.

        E isso é só um jogo de uma empresa, tenho certeza que para o lado independente é pior ainda. Para cada Super Meat Boy, Braid e Limbo, existem vários projetos que falham todos os dias por serem muito undergrounds, ignorado pela midia ou pela simples falta de interesse do consumidor.

      • 11 de agosto de 2012 às 00:53 -

        Renan

      • É triste ver ótimos games caírem no esquecimento porque não tiveram o marketing adequado, enquanto jogos que acabam não sendo muito bons são camuflados por propagandas intensas e muito convidativas.

        Se tudo fosse tão fácil como uma pessoa gostar, e mesmo que um grupo não tão grande de pessoas gostar de um jogo e está tudo bem… Mas o mercado é assassino….

        O problema é que as próprias publicadoras que as vezes chegam a matar um game, por não darem muita atenção a ele em sua divulgação, pois afinal, como alguém vai conhecer um ótimo game se nunca nem ouviu falar dele não é?

    • 10 de agosto de 2012 às 21:56 -

      Rafael Garcia

    • Falando desse jeito minha curiosidade pela Série Shin Megami Tensei aumenta.

      • 11 de agosto de 2012 às 07:36 -

        leandro(leon belmont)alves

      • Shin Megami Tensei tem muitos ramos para todos os gostos…

        Persona 1 e 2 é sombrio devido aos seus temas que envolvem o primeiro e segundo game. Persona 3 e 4 são mais leves por assim dizer, mas o tema desses envolve assassinatos e de alguma maneiras os heróis tem de resolver o problema.

        Devil Summoner se divide entre as batalhas do detetive Raidou Kuzunoha no Japão na era do Nazismo e a versão do Sega Saturn, envolve Tecnologia, Religião e Hackeamento de computadores. foi a partir dessa série que os americanos viram o potencial do game da Atlus.

        Digital Devil Saga Como às mudanças modernas ou pós-apocalíptico de jogos Megami Tensei , acontece em um terreno baldio futurista distópica e tem forte arquitetura hindu, mitologia, e temas como “alcançar o karma próximo” por exemplo. e claro os heróis se transformam em Personas/demônios devorando uns aos outros.

        hardcore, não?

        Devil Children para Game Boy Advance é uma versão Fofinha dos games da série. é quase como Pokémon ou Digimon até os Personas mais feios ficam chibi, o que os torna abraçaveis. dizem ser bacana embora não tenha jogado ainda, bom para crianças ou meninas.

        Devil Survivor o tema é leve também, geralmente o enredo é que a sua cidade é invadida pelos monstros e tem que tomar o seu destino nessa confusão e tem de salvar a cidade em 7 ou 8 dias. olha, como fã eu já o zerei. mas esse é para os gamers hardcore mesmo. não que seja difícil. mas para grindar level….amigo…. o cara leva 6 HORAS,6 HORAS PARA SUBIR 1 NÍVEL APENAS!!! e isso quando você está na metade do game..

        e tem gente que reclama que meia hora grindando é muito num Final Fantasy. como falei, gente mimada com leite e ovomaltine.

        e tem a Série Principal, que envolve desde Heresia,perda da fé a uns temas bem pesados que lá no Japão não vêem nada demais num anime quanto no game. é o favorito da maioria dos fãs pelo clima de terror que envolve os seus jogos. e já tem notícias de um novo Shin Megami que vai rolar para PS3 ou PS4…

        porque eu fui inventar de ter um Xbox?

        e tem outras séries, mas eu não falo pois tenho que sair e o post ficaria enorme.

        Hee-Hoo!!

      • 11 de agosto de 2012 às 10:40 -

        Matheus Humenhuk

      • Se sair Persona só pro PS3 eu me mato na certa! Mas a Atlus fez games pra xbox (vide Catherine) Acho que tem grande possibilidade de não ser exclusivo…

  • 10 de agosto de 2012 às 20:04 -

    Matheus Humenhuk

  • Gostei da lutadora (e dos peitos) que está na capa :D

    • 10 de agosto de 2012 às 20:06 -

      leandro(leon belmont) alves

    • Mitsuru é uma Loucura desde o Persona 3, e olha que era bem “modesta” do que era agora.

  • 10 de agosto de 2012 às 20:09 -

    Matheus Humenhuk

  • Baixou o Renan no Leandro :O

    • 10 de agosto de 2012 às 22:09 -

      DanielWarfare

    • Pior, baixou um espirito otimista neles O_O

      • 10 de agosto de 2012 às 23:22 -

        Henrique Gonçalves

      • Otimismo nos videogames!?!?!? Temos que voltar agora com o pessimismo e negativismo no futuro dos jogos!

        Rápido, vamos pensar sobre a EA Games, Activision e ataques hackers para ficarmos tristes!

      • 10 de agosto de 2012 às 23:38 -

        DanielWarfare

      • Mas é tão bom ficar animado :(

      • 11 de agosto de 2012 às 00:45 -

        Renan

      • “As long as there is light, erasing shadows will do no good” – Liquid Ocelot

  • 10 de agosto de 2012 às 22:09 -

    DanielWarfare

  • Ah é mesmo, hoje tem revista \o/
    Ótimo game alias…

  • 11 de agosto de 2012 às 01:24 -

    Galileu Clark

  • Nossa não gostei desse revista priorizar so um jogo ou título , acho que a união e informações era bem melhor

  • 11 de agosto de 2012 às 00:48 -

    Renan

  • Muito boa a edição!!! Confesso que não conhecia a série, mas pelo texto me interessei bastante pela história!!!!

  • 11 de agosto de 2012 às 09:32 -

    @albert_dark

  • Ótima review, aliás faz jus aos games, desde que peguei o persona 4 arena tenho jogado direto, dos 4 principais só falta um modo história pra terminar. Ficou realmente um ótimo trabalho da Arc system a engine de luta, só espero que esse não seja o único título de luta sobre o mundo de persona.

    • 11 de agosto de 2012 às 22:05 -

      leandro(leon belmont) alves

    • eu te invejo, pois ainda na minha cidade esse game não deu as caras.

  • 11 de agosto de 2012 às 10:36 -

    Matheus Humenhuk

  • BAIXEI, LI, AMEI E TO JOGANDO SHIN MEGAMI TENSEI NO EMULADOR NESSE EXATO MOMENTO, LEVEL DE EMPOLGAÇÃO 999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999%

    LEANDRO VOCÊ É O CULPADO XD

    • 11 de agosto de 2012 às 14:00 -

      leandro(leon belmont) alves

    • não precisa agradecer. :) Hee-Hoo!

  • 14 de agosto de 2012 às 18:14 -

    João Paulo M. Porto

  • eu nao to gostando desse novo formato. sempre na esperança dq o proximo capitulo da reviste traga lembranças do formato anterior. com excelentes analises de varios novos games, alem de relembrar antigos, curiosidades, etc. Esse novo formato focando em um titulo é chatinho. perdi o tesao na revista.

  • 14 de agosto de 2012 às 22:15 -

    Diana Cabral

  • Ei, Leandro, diz aí onde baixo um emulador de PS e os dois primeiros jogos. xD
    Sério… (Apelei para o livro-cara, porque meu comment não ia de jeito nenhum pelo site =/…)

    • 15 de agosto de 2012 às 11:38 -

      leandro(leon belmont)alves

    • eu poderia dizer, mas eu acho que vão apagar o comentário se eu dizer. mas pelo menos os jogos eu compro. procure na net que você acha.

  • 14 de agosto de 2012 às 22:01 -

    Dark Rock X

  • Interessante.Dos Personas que mais joguei e gostei, foi sem dúvida o Persona 4,terminei várias vezes para completar todos os personas secretos,todas as sidequests,etc..Espero que tenha aquele gostinho de jogar várias vezes,mesmo depois de acabar, diferente de SSF4, que como extra só tinha o Trial Mode,os bonus do barril e do carro e voltado mais para o modo online, o que desagradou alguns (como foi o meu caso)…Off.: Bem que o remake de Persona 4,deveria ser relançado também para o PS3,X360 e cia e baseado naquele que saiu pro Vita. Quanto ao gênero JRPG morrer,acho pouco provável, …não confio muito no que dizem os críticos e afins, prefiro jogar e tirar minhas próprias conclusões,tanto que estou disposto a jogar FFX 13,FF13-2,FF13-3,…

    • 15 de agosto de 2012 às 11:42 -

      leandro(leon belmont)alves

    • concordo contigo, tem que ter esse tipo de pensamento mesmo e Persona 4 jogarei o game + com certeza.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *