Rift (PC) Review: Batalhe contra as criaturas das Fendas neste ótimo MMO

23 de março de 2011
Autor: Erick Drefahl

Rift (PC) Review: Batalhe contra as criaturas das Fendas neste ótimo MMO

Desde o lançamento de World of Warcraft em 2004, inúmeras empresas vêm tentando lançar um MMO que desbanque o gigante da Blizzard, mas muitos destes novos MMOs chegam ao mercado com pouquíssimo acabamento e acabam morrendo já nos primeiros meses de existência. A novata desenvolvedora Trion promete mudar um pouco isso com Rift, um MMO completo e que mistura os pontos fortes de WoW e Warhammer Online.

 

Rift se passa no mundo de Telara, onde duas facções surgem para tentar salvar o planeta que está sendo invadido por poderosas criaturas: os Guardians, que são os escolhidos dos deuses, e os Defiants, que apesar de abandonados pelos deuses, também tentam defender Telara usando sua avançada tecnologia. Cada uma dessas facções possuem 3 raças diferentes, mas apesar disso, a escolha da raça não tem um impacto tão grande quanto em WoW, já que existe apenas uma área inicial para cada facção.

A criação de personagem é uma das mais completas entre os MMOs atuais. Além de escolher entre as facções e as raças, o jogador ainda escolhe uma das quatro classes principais: Mage, Cleric, Rogue ou Warrior. Cada uma dessas classes possui 9 sub-classes, onde o jogador deve escolher três. O problema é que você deve escolher as três classes logo nas primeiras partes do jogo, então o jogador não tem tanto tempo para se acostumar com as magias e dinâmicas de cada classe. Existem alguns NPCs onde o jogador pode mudar suas sub-classes e salvar até 4 builds diferentes. Isso torna a jogabilidade muito interessante, principalmente em grupos de vários jogadores, já que é possível adaptar as estratégias dependendo do inimigo que o grupo estiver enfrentando.

Rift (PC) Review: Batalhe contra as criaturas das Fendas neste ótimo MMO

A parte visual de Rift é incrível, os gráficos são belíssimos, cheio de cores e efeitos de iluminação. As animações dos personagens são bem fluídas e o cenário bastante vivo. A interface e a forma de jogar são extremamente parecidas com WoW: você anda usando o teclado, clica nos inimigos para começar a atacar e usa as magias que estão na sua barra de atalho. Com uma jogabilidade tão semelhante ao WoW é fácil de se acostumar, mas também é fácil de enjoar, pois já vimos esse estilo de jogo em diversos MMOs.

Um dos pontos mais interessantes de Rift são as fendas (rifts) que se abrem trazendo diversas criaturas para dentro de Telara. Quando os jogadores se aproximam destas fendas, automaticamente é criado uma party (ou uma raid, dependendo do número de jogadores), quanto maior for a sua participação ao matar as criaturas e fechar a fenda, maior será a sua recompensa. Existem ainda algumas public quests que acontecem aleatoriamente, e trazem dezenas de fendas abertas ao mesmo tempo e todos os jogadores que estiverem na área receberão a quest para eliminar esses portais. Este sistema é socialmente interessante, pois obriga os jogares a trabalhar em equipe e interagir.

Rift (PC) Review: Batalhe contra as criaturas das Fendas neste ótimo MMO

Chegar ao level máximo do seu personagem pode demorar um pouco, mas é Rift possui inúmeras quests para deixar seu trabalho um pouco mais fácil. O modo como as quests funcionam deixa o jogo com um ótimo ritmo, já que normalmente você não entrega a quest para o mesmo NPC com que você pegou e sim para um mais à frente ou próximo ao objetivo da missão, isso poupa bastante tempo, evitando as longas caminhadas comuns dos MMOs.

Para quem prefere enfrentar inimigos de “carne e osso”, o PVP de Rift não decepciona. Como as possibilidades da criação de personagem são quase infinitas, você nunca sabe o que esperar de seu inimigo, então o elemento surpresa pode ser um fator decisivo nas batalhas. Um dos pontos mais interessantes do PVP é que ele oferece pontos de experiência ao jogador, então se você está cansado de subir de levels matando mobs, você sempre pode ir para um battleground ou sair à caça da facção oposta. Como já é comum na maior parte dos novos MMOs, o PVP ainda não está perfeitamente balanceado, o que pode deixar o jogador um pouco frustrado.

Rift tem tudo aquilo que você já espera de um MMO moderno: instâncias, raids, quests, leilões, montarias, PVP, etc. O grande problema é que ele é muito parecido com outros MMOs, além de cobrar uma mensalidade de U$9,90. Rift é um grande jogo, não irá desbancar WoW, mas vale a pena ser jogado se você já cansou do MMO da Blizzard.

Este texto foi originalmente publicado na edição 21 da Revista Arkade.

9 Respostas para “Rift (PC) Review: Batalhe contra as criaturas das Fendas neste ótimo MMO”

  • 23 de março de 2011 às 17:01 -

    Vinicius

  • É um jogo interessantissimo, já tinha notado uma tendência de pessoas se interessando e acredito que o game já esteja muito forte lá fora.
    Porém acredito que as empresas estão falhando muito em efeito visual, vi diversos jogos com histórias fantásticas (WoW, Allods, Rift, AION, etc.) porém eles esquecem que o efeito visual é algo importante e na minha opinião não se fazem mais belas armas e armaduras como por exemplo MU (MMO ainda vivo porém em decadência) faz/fazia.
    Não digo que é uma falha grave, mas é um desincentivo não poder ter os melhores e mais belos equipamentos do jogo.

    • 23 de março de 2011 às 18:54 -

      Rapha.

    • Você está certo, camarada! Um bom efeito visual é importante, mas não mais que a jogabilidade. É também uma questão de gosto pessoal e particularmente nem gosto do jogo que usarei de exemplo, mas até hoje, acho Lineage 2 um dos mais bonitos nesse aspecto. Suas Cidades, Weapons e Armors, estão entre os mais os bonitos que já vi em MMOs na minha opinião.

  • 23 de março de 2011 às 22:26 -

    High Summoner

  • tive vontade de comprar esse jogo mais fiquei com medo de ele ser ruim.

  • 24 de março de 2011 às 01:01 -

    eduardito

  • cara wow ja ta um saco me mudei para o conan bem melhor ele n é para criancinhas :P hsausabasbasubas adimito wow é bom mais ja ta na hora da blizard lança outro jogo
    PS : até jogos free estao prometendo desbancar o famoso WOW e pelos trailers n duvido

    • 24 de março de 2011 às 11:53 -

      caio

    • A Blizzard nunca vai perder mercado. Quando WOW saturar mesmo vai vir o Diablo 3 e o projeto Titan. Sou um zumbi da Blizzard.
      (com razão…)

      • 25 de março de 2011 às 03:46 -

        eduardito

      • é o wow é bom mais mesmo assim tem melhores , vantagem de wow é a historia :P

      • 25 de março de 2011 às 03:47 -

        eduardito

      • caem entre nois diablo vai se ruim …. tem bem melhores ao genero , pelos videos que tem sobre diablo n curti n mais vamo espera starcraft é bom des do 1 :P

    • 25 de março de 2011 às 04:00 -

      darksimpsons

    • não sei até hoje não descobri o que wolrd of warcraft tem de bom fora o numero enorme de jogadores , se postarem agradeço

  • 19 de abril de 2011 às 14:07 -

    Cayo Medeiros (yogodoshi)

  • Parabéns pelo ótimo review pessoal, linkei o review e citei várias frases do Erick lá na oferta de Rift que elançamos hoje na Promo Games.

    Se puderem dar uma força na divulgação da oferta a gente agradece =)

    Abraços!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *