Steam terá trava de região para o Brasil, Russia e alguns outros países

19 de dezembro de 2014
Autor: Henrique Gonçalves

Steam terá trava de região para o Brasil, Russia e alguns outros países

O Steam recebeu uma nova e grande má noticia que afetará usuários de países fora dos Estados Unidos, incluindo o Brasil. Veja como a nova trava de região imposta pela Valve funcionará para nós, logo após a sequência.

A Valve decidiu mudar algumas funcionalidades em seu sistema de troca na Steam: antes era possível entregar jogos e presentes para qualquer usuário no mundo, mas agora tudo mudou graças à uma trava de região que divide certos consumidores em diferentes zonas. A causadora dessa mudança foi a flutuação das moedas destes países, que estavam sendo utilizadas como uma forma de adquirir jogos e items mais baratos devido à desvalorização – e que muitas vezes eram revendidos a preços abaixo da tabela da loja Steam.

Tudo começou com uma mensagem publicada pelos desenvolvedores de Euro Truck Simulator 2, explicando que todos os jogos comprados na Rússia, na CEI (Comunidade dos Estados Independentes), além de outros países daquela região estariam recebendo esta trava. Usuários do site Reddit começaram a investigar o caso e descobriram que a trava de região é uma mecânica que afetará a América do Sul, o Sudeste da Asia, a Turquia e os já mencionados Russia e CEI.

A seguinte mensagem foi encontrada pelo Reddit com o jogo Crusader Kings II, confira abaixo a versão da nossa região:

Presentes comprados para Crusader Kings II poderão ser adicionados na biblioteca do usuário se ele estiver na Argentina, Bolívia, Brasil, Bahamas, Belize, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Peru, Paraguai, Suriname, El Salvador, Uruguai e Venezuela.

A imensa mudança no mercado de troca na Steam pela trava de região não afetará lugares que utilizam o iene, o euro, o dólar americano e canadense, a libra e o krone norueguês. Enquanto a causa dessa separação é uma das moedas mais afetadas pelo mercado mundial, o rublo, estavam sendo utilizadas para explorar o mercado e conseguir um jogo mais barato, a desvalorização contínua da moeda russa derrubava e muito o preço dos jogos em relação ao resto do mundo.

Essa diferença no preço é vista em todas as regiões do mundo como algo que tem o intuito de atrair os consumidores daquele país, por exemplo: o Euro Truck Simulator 2 é vendido na Steam brasileira por R$ 34,99 e na Steam americana por US$ 24,99.

Steam terá trava de região para o Brasil, Russia e alguns outros países

Isso é uma consequência direta quando se trabalha com um mercado mundial. Recentemente a Apple também teve que interromper todas as vendas virtuais na Rússia por causa da queda constante do rublo, tendo que pesquisar preços e colocá-los em um valor “aceitável”.

Daqui para frente, a trava ditará com quem podemos fazer trocas na Steam, separando cada região em um punhado de países para impedir que a desvalorização de uma moeda em particular seja a porta de entrada daqueles usuários que querem tirar vantagem da empresa conseguindo adquirir um jogo mais barato.

(Via: Engadget, Kotaku)

11 Respostas para “Steam terá trava de região para o Brasil, Russia e alguns outros países”

  • 19 de dezembro de 2014 às 13:57 -

    Nando

  • Na verdade nunca vi coisa mias barata no la fora do que aqui no brasil e sim o memso preço em dolares.

    • 19 de dezembro de 2014 às 20:37 -

      dingao

    • que isso fera na terra da vodka(vulga Russia) jogos normalmente são mais baratos e agora com a queda do rublo estão mais baratos ainda. aogra a mamata acabou , RIP steamtrades

  • 19 de dezembro de 2014 às 15:05 -

    Vinícius

  • Espera, quer dizer que eu não posso mais mandar jogos que eu compro para minha amiga da Inglaterra?

    • 19 de dezembro de 2014 às 16:49 -

      Alessandro

    • Não, não poderá mais.

  • 19 de dezembro de 2014 às 16:06 -

    Eco

  • O jogo aqui custa por exemplo R$ 19,90, na loja US o msm sai a 9 doletas… com a conversão da moeda e a variação do cambio vc paga a mais… Fazer isso é o msm que jogar dinheiro fora. 

  • 19 de dezembro de 2014 às 16:58 -

    Alessandro

  • A Steam já tinha uma trava de região anteriormente, só que ela era opcional e eram os publishers quem escolhiam se o jogo seria travado ou não. Essa mudança na verdade quer dizer que a trava vai começar a ser aplicada a todos os jogos da loja, correto? Se for esse o caso eu acho desnecessário porque não são todos os jogos da Steam que são mais baratos na Rússia e no Brasil, alguns são até mesmo mais caros e se os próprios publishers já tinham a opção de aplicar a trava eles mesmos então já tínhamos um sistema suficientemente bom para a coisa ser decidida no caso a caso.

    • 20 de dezembro de 2014 às 00:31 -

      Henrique Gonçalves

    • Eu tenho uma suspeita que a trava obrigatória que a Valve está impondo tem um motivo além do que a gente sabe. Eu acho que ela é necessária por causa deste pessoal que usou quase como uma rota de fuga pra “contrabandear’ jogos de Steam, comprando mais barato e vendendo mais caro, mas eu também acho que isso serve para o próximo passo da Valve, que pode ser a aguardada venda de jogos de sua biblioteca.

      Tinha uma época que muita gente estava querendo essa opção de vender os jogos que você tem na Biblioteca, mas criar um mercado mundial deve ser quase impossível por esta própria variação diária que a moeda tem em cada parte do mundo, e acho que com a trava fica mais fácil de criar uma especie de  hubs onde o usuário poderá vender o seu jogo de acordo a região em que ele está.

  • 19 de dezembro de 2014 às 19:10 -

    Rudexbr

  • Se tivesse uma concorrência de peso pra vender jogos mais barato a steam tava lascada.  

    • 19 de dezembro de 2014 às 20:39 -

      dingao

    • claro que tem. varias lojas vendem jogos online e com promos até melhores, inclusive lojas no Brasilo que falta são clients decentes , os grandes concorrentes são uplay e Origin , kkkkk

      • 20 de dezembro de 2014 às 16:10 -

        Rudexbr

      • Jogo bom Origin só o battlefield.

  • 22 de dezembro de 2014 às 09:40 -

    Rafael

  • gostei…

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *