SUPERHOT para Nintendo Switch segue interessante, mas não traz novidades

18 de setembro de 2019
Autor: Junior Candido
SUPERHOT para Nintendo Switch segue interessante, mas não traz novidades

SUPERHOT chegou em 2016, e chamou muita atenção com a sua simplicidade, aliada a gráficos minimalistas, e um gameplay matador. O game, que foi crescendo junto com a sua comunidade, nasceu nos PCs, foi para os consoles, e agora chegou ao Switch.

Como todos já sabemos, com outros games que receberam um Port para o console da Nintendo, a portabilidade é o elemento que mais chama atenção. A sua proposta, de câmera lenta quando você está parado, mas com ritmo normal quando você se movimenta, faz deste FPS um game mais focado na estratégia, do que na ação.

Tal proposta se encaixa muito bem em um portátil, caso estivermos analisando o Switch desta forma. Com jogatinas rápidas, dá pra encarar uma fase, pelo menos, em um momento rápido de gameplay, ou encará-lo em viagens ou situações que a jogatina portátil seja a melhor solução.

Controle o tempo, em casa ou na rua

SUPERHOT para Nintendo Switch segue interessante, mas não traz novidades

E o gameplay é o mesmo: lide com as questões do ritmo do game, ataque os inimigos, fuja das armadilhas. E busque nos cenários a melhor maneira de resolver os quebra-cabeças do game. O fator criatividade continua atraindo jogadores. Com uma proposta de jogatina que permite ao jogador resolver os problemas propostos da sua maneira preferida.

O game, inclusive, parece no Switch, como um título típico da Nintendo, se “casando” muito bem com o sistema. O game foca mais no gameplay do que em questões narrativas, oferece um sistema de gameplay viciante. E faz com que o jogador passe boas horas buscando meios criativos pra resolver os problemas sugeridos.

SUPERHOT para Nintendo Switch segue interessante, mas não traz novidades

Entretanto, há um pequeno problema. O game recebe apenas o conteúdo original, que marcou presença em PC e outros consoles. É comum, hoje, o Switch receber, além do port, extras consideráveis. É só lembrar o exemplo de The Witcher 3. Que vai dar, além do game, todas as suas expansões, em um só “pacote”.

Feitos um para o outro

A campanha de Superhot é curta, e mesmo com o modo de sobrevivência, o conteúdo é limitado. Especialmente para quem já jogou o game em outros locais. E gostaria de uma experiência melhorada e adaptada para o Switch. Mas, tirando esta questão, o game segue bem divertido.

SUPERHOT funciona muito bem no Switch, seja em seu desempenho, seja em sua proposta de gameplay. O game é uma ótima opção para quem tem o console e gosta de games diferentes. Pra quem já tem ele em outro lugar, só vale a pena se a portabilidade for um elemento realmente importante pra você.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *