Testamos o novo Kindle Paperwhite, o básico com recursos de top de linha

4 de outubro de 2019
Autor: Junior Candido
Testamos o novo Kindle Paperwhite, o básico com recursos de top de linha

Eventualmente, a Amazon atualiza seus Kindles. E, seguindo a evolução natural dos dispositivos de leitura, o novo Paperwhite chegou, com novidades pontuais, e úteis para os amantes da leitura. Agora com melhor iluminação e menos peso, as novidades valem a pena pra quem quer um ótimo produto para colocar a leitura em dia.

E, assim como o Kindle Oasis, a Amazon nos ofereceu para testes uma unidade do Novo Kindle Paperwhite. Por isso, se você é fã de leitura, vem com a gente conferir o que ele tem de novo, e como suas novas funções podem melhorar a leitura.

Mais fino, mais leve, mais gostoso de ler

Testamos o novo Kindle Paperwhite, o básico com recursos de top de linha
Kindle Paperwhite e Kindle Oasis

O Paperwhite busca ser um básico com recursos a mais. Ou um aspirante a top de linha, com limitações. Ele é o caminho do meio entre o Kindle original, e o Kindle Oasis. Custando R$ 449,00 na Amazon, o aparelho é bem fino, leve e de boa pegada. Emborrachado, ele tem apenas 8.1 milímetros de espessura, e pesa apenas 182 gramas.

Comparado com o Kindle Oasis, por exemplo, a leitura em um Paperwhite pode ser mais confortável, no que diz sentido a segurar o aparelho por um longo período de tempo, como em uma viagem. Ele não tem a ergonomia do Oasis, nem os botões físicos, mas cabem na palma de uma mão, e é o suficiente para a leitura.

Além disso, o Novo Paperwhite tem tela de 300 dpi, e cinco LEDs de iluminação. Isso é o suficiente para completar “o combo” do produto, garantindo, além de boa pegada, uma leitura mais confortável e agradável. O contra aqui é na usabilidade em geral. Trocar de páginas funciona numa boa. Entretanto, navegar pela loja do Kindle, ou fazer buscas não é uma atividade muito agradável. Você vai acabar preferindo comprar seus livros através do site da Amazon.

Outro elemento importante, a bateria, não precisou de muita atualização. Apenas o suficiente para dar conta dos LEDs a mais que possui. De qualquer forma, ainda é aparelho para ficar dias fora da tomada, e ser recarregado poucas vezes no ano.

32 GB é extremamente mais do que o suficiente!

Testamos o novo Kindle Paperwhite, o básico com recursos de top de linha

O Novo Kindle Paperwhite vem com opções de 8GB e 32GB. Os modelos de mais GB existem para audiobooks, mas 8GB, a capacidade mínima, é muito mais do que o necessário, para você baixar, e colocar, via USB, dezenas de livros, arquivos e muito mais.

O Kindle segue aceitando arquivos em AZW3, AZW, e o tradicional MOBI. Além disso, ele também aceita PDF, mas a experiência não é recomendada. Além da página aparecer desengonçada na tela, o zoom fica ruim, as fontes ficam estranhas, e dependendo do arquivo, o aparelho ainda “trava” para mudar de página. Se precisar mesmo de um arquivo deste tipo, prefira convertê-lo para o formato aceitável para ele.

Além disso, o dispositivo segue com seus softwares básicos: dicionário, sync entre dispositivos, e dicas de vocabulário. É a mesma experiência de dispositivos Kindle, os quais você já conhece, porém com um aparelho que permite um pouco mais de qualidade nas leituras.

Troco ou não troco?

Testamos o novo Kindle Paperwhite, o básico com recursos de top de linha

A toda chegada de um novo Kindle, a pergunta é sempre a mesma. As mudanças, geralmente, são sutis, o que não justifica, em um primeiro momento, a troca necessária de aparelhos. Mas, como primeira compra, este Paperwhite é, sem dúvidas, a melhor opção, em custo-benefício. Por se tratar de uma versão atualizada, o aparelho conta com muita qualidade.

O Paperwhite novo oferece modelos com muito espaço disponível, tem resistência à água (a Amazon garante submersão de até 2 metros por no máximo, 60 minutos), conta com uma boa definição de tela para leitura, é extremamente leve e fino (o que significa que cabe em qualquer mochila e bolsa, sem ocupar muito espaço), e tem uma ótima pegada.

Suas atualizações só o deixam mais completo, mostrando que a Amazon busca sempre manter suas tecnologias mais avançadas, utilizadas no Oasis, à disposição de seus “irmãos” mais simples. Compra certa como “meu primeiro Kindle“, o dispositivo só vale como upgrade, se o seu Kindle atual é uma versão bem antiga.

Você pode comprar o Novo Kindle Paperwhite, por R$ 499, no site da Amazon. Você pode garantir o seu com o Amazon Prime, que garante por R$ 9,90 por mês, Frete Grátis na maioria dos produtos disponíveis, Prime Video, Prime Reading, para garantir seus primeiros livros sem custos elevados, e muito mais. Para assinar, é só acessar a página especial do serviço.

Uma resposta para “Testamos o novo Kindle Paperwhite, o básico com recursos de top de linha”

  • 4 de outubro de 2019 às 21:10 -

    Helinux

  • Show de bola!!!! Quem dera eu ter tempo para ler!!!! valeu

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *