The Battle for Middle-Earth está sendo recriado por fãs na Unreal Engine 4

11 de julho de 2018
Autor: Renan do Prado

The Battle for Middle-Earth está sendo recriado por fãs na Unreal Engine 4

O ano era 2004, a garotada se reunia nas lan houses pra aquela jogatina descompromissada. E além dos clássicos Counter Strike 1.6, COD, Battlefield, Gunbound e outros games, haviam aqueles games mais impressionantes, aqueles que muitos testavam só pra ver como era e se apaixonavam, como Age of Mythology e um curioso game de O Senhor dos Anéis. E 14 anos depois, esse game está sendo recriado por fãs!

The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth Reforged é um ambicioso trabalho feito por um grupo de fãs para reviver o clássico RTS ambientado no universo criado por J.R.R. Tolkien, tendo a trilogia de filmes como inspiração. Esse foi um game muito famoso e premiado em sua época, que criou uma legião de fãs que perduram até hoje. E esses mesmos fãs resolveram renovar o game com a ajuda da Unreal Engine 4!

Confira aí o trailer de anúncio do projeto, que já está com um visual incrível!

O mais impressionante de tudo é que não se trata de uma mera remasterização para uma engine nova, mas sim um trabalho totalmente completo, pois os criadores de Reforged estão recriando o game do zero na Unreal Engine 4! Entre as melhorias que o projeto pretende dar ao game está uma completa repaginada nos gráficos, com alto FPS e suporte para 4K, interação dinâmica, com cenários e objetos destrutíveis e a ausência de lags.

O projeto foi apresentado há apenas duas semanas atrás e já está em ritmo acelerado de desenvolvimento ao que aparenta, com um pequeno teaser sendo lançado mostrando um pouco do Balrog sendo conjurado no campo de batalha, dá só uma olhada aí no vídeo abaixo (e corram, seus tolos!):

Por enquanto ainda não há previsão para o lançamento do game, pois ele ainda está em produção. E dependendo do andamento das coisas novos recursos podem ser inseridos ao game, mas por enquanto nada está confirmado. Vamos torcer para que o projeto siga em frente, pois por se tratar de um trabalho não-comercial feito por fãs, ele está sujeito à autorização da EA Games, que criou o game original e da Warner, detentora dos direitos da franquia de cinema e dos direitos da franquia nos video games. Que Eru Ilúvatar e toda a sagrada Valinor abençoem esse belo projeto!

(Via: DSOG)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *