Top 10 Arkade – Jogos indispensáveis para quem ama história

28 de janeiro de 2018
Autor: Hezrom Vieira

Top 10 Arkade - Jogos indispensáveis para quem ama história

Olá pessoal. Sou o novo membro da Arkade, fui convidado pelo Junior Candido para fazer parte da equipe e como eu já acompanho o site há um bom tempo (desde a época da revista) e também tenho interesse pela área dos jogos, achei o convite ótimo.

Vou me apresentar, meu nome é Hezrom Vieira Costa Lima, tenho 30 anos, sou casado e moro em Campina Grande – PB.

Sou Mestre em História, pela Universidade Federal da Paraíba em 2015. Pesquiso os Jogos Digitais enquanto fontes históricas, reconhecendo nestes uma cultura histórica e percebendo-os como produtores de memórias sobre acontecimentos históricos. Atuo como professor na Universidade Paulista (UNIP) e na educação básica na rede particular de ensino na cidade de Campina Grande – PB.

Eu aprendi a gostar de História com os videogames (obrigado, Age of Empires) e tento trazer para a área acadêmica a relevância que os jogos digitais, sobretudo aqueles com temática histórica, exercem no conhecimento sobre o passado.

Sou administrador da página no facebook intitulada historiaemjogo e de um site com o mesmo nome.

Minha contribuição para a Arkade será nos seguintes ramos: (I) Jogos com temática histórica, (II) Produção acadêmica e jogos e (III) Abandonware.

Iniciamos com uma lista pessoal onde eu selecionei 10 jogos indispensáveis para quem ama história, confere aí:

10 – Praetorians (2003)

Lançado originalmente em 2003, trata-se de um jogo de estratégia no qual você pode controlar três tipos de exércitos: romanos, gauleses e egípcios. A característica principal do jogo é a estratégia, ou seja, esqueça aquela fórmula comum em outros jogos “maior número de soldados significa vitória”. Quem nunca imaginou comandar suas tropas para realizarem a “formação tartaruga”? Então, em Praetorians isso é possível.

9 – Battlefield 1942 (2002)

Quem não ama FPS? É uma missão bem difícil escolher apenas um jogo desse estilo. Então por que eu escolhi Battlefield no lugar de Call of Duty ou Medal of Honor? Bom, porque os combates multiplayer com aviões e tanques no campo de batalha são memoráveis. Além disso, o jogo nos traz a possibilidade de controlar tropas aliadas para destruir a SS, ou controlar o eixo pilotando Panzers, ou ainda um BF 109 da Luftwaffe.

8 – Apotheon (2015)

Apotheon é um jogo de ação/plataforma que chama a atenção, principalmente, pelos gráficos utilizados. Tendo como base as cerâmicas de figura negra da Grécia Antiga, o jogo nos transporta para uma viagem pela mitologia grega, combatendo deuses e adquirindo armas e poderes, e de quebra, possui passagens de clássicos gregos como a Odisséia.

7 – Commandos (série, 1998)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *