Tribuna Arkade: “Beethoven japonês” que assinou a trilha de Resident Evil admite que é uma fraude!

6 de fevereiro de 2014
Autor: Rodrigo Pscheidt

Tribuna Arkade: "Beethoven japonês" que assinou a trilha de Resident Evil admite que é uma fraude!

Um dos mais renomados compositores do Japão é uma fraude: Mamoru Samuragochi, responsável pelas trilhas sonoras de Resident Evil e Onimusha admitiu publicamente que paga outra pessoa para fazer seu trabalho há mais de 10 anos!

A treta foi revelada pelo periódico japonês Japan Times. Mamoru, que perdeu sua audição aos 35 anos (hoje ele está com 50), continuou compondo, creditando a seu (falso) ouvido absoluto o talento em continuar criando mesmo sem ouvir.

Mamoru, que é chamado até mesmo de “Beethoven japonês” possui algumas obras memoráveis em seu currículo: além de trabalhar nos grandes sucessos da Capcom – Resident Evil e Onimusha -, ele compôs (ou não) peças clássicas muito famosas, como a épica Hiroshima Symphony No 1, homenagem às vítimas da bomba nuclear durante a Segunda Guerra Mundial.

Ouça esta grande obra abaixo:

http://youtu.be/p6ffWlF9NBo

Um trabalho memorável… porém, parece que suas obras mais recentes não são totalmente de sua autoria. Em nota apresentada por seu advogado, Samuragochi admite: “comecei a utilizar alguém para que compusesse por mim em 1996, quando me pediram a trilha sonora de um filme pela primeira vez. Esta pessoa me ajudou em mais da metade da trilha original”.

Segundo matéria do Japan Times, de lá para cá Mamoru continuou pagando este compositor misterioso para fazer “o grosso” do seu trabalho. Na prática, o “Beethoven” lançava algumas ideias bem primárias sobre a entonação que queria dar a uma música, e deixava seu parceiro cuidar do resto.

O advogado do compositor tenta jogar panos quentes: “as vezes, circunstâncias adversas tornam difícil para a pessoa [que compôs os trabalhos] vir a público. Então Samuragochi aparecia e fazia as vezes de compositor solo”. Claro, especialmente quando a “razão adversa” inclui uma fraude e generosas quantias de dinheiro, né?

Samuragochi não comentou pessoalmente o caso. Seu advogado afirma que ele “sabe que o que fez é imperdoável, e sente muito por desapontar seus fãs”. Ainda segundo o advogado, o compositor está “muito estressado, e não está em condições de se manifestar.

A gente conhece mais as contribuições de Samuragochi  ao mundo dos games, como nesta bela melodia de Resident Evil:

Ou esta, da trilha de Onimusha:

Porém, no Japão sua fama é bem maior: no ano passado, ele chegou a dedicar um réquiem (composto “por ele”) para uma menina que perdeu a mãe na catástrofe do terremoto + tsunami que assolou o país em 2011. O fato foi transmitido pela NHK, uma das mais populares do Japão, que se mostrou indignada com o fato.

A gravadora de Mamoru também não ficou nem um pouco satisfeita com as novidades. Aparentemente, este é o fim de carreira do artista que até então levava o apelido de um dos maiores compositores de todos os tempos.

Ah, e só para constar: Resident Evil foi lançado no início de 1996 no Japão, então talvez tenha escapado da fraude. Porém, Onimusha é de 2001, logo, é bem provável que sua bela trilha sonora seja de autoria deste compositor fantasma!

(Via: Japan Times, Eurogamer)

9 Respostas para “Tribuna Arkade: “Beethoven japonês” que assinou a trilha de Resident Evil admite que é uma fraude!”

  • 6 de fevereiro de 2014 às 09:29 -

    leandro leon belmont alves

  • mas porque ele revelou isso somente agora? peso na consciência?

  • 6 de fevereiro de 2014 às 10:00 -

    João

  • moonlight sonata não é uma obra de beethoven?

    • 6 de fevereiro de 2014 às 13:37 -

      Arthur.E

    • sim, é sim.

    • 6 de fevereiro de 2014 às 22:41 -

      Albert Dark

    • A musica do post (piano frenzy) é uma variação de sonata moonlight, nunca foi de autoria dele…

  • 6 de fevereiro de 2014 às 12:27 -

    luis

  • Devia levar esse segredo pro caixão

  • 6 de fevereiro de 2014 às 13:45 -

    Renan do Prado

  • Que tenso hein….. Acho que ele deveria mencionar o nome do real compositor, ele merecia receber os cr´ditos devidos pelas músicas

  • 6 de fevereiro de 2014 às 13:55 -

    Kubrick Stare Nun

  • Ele nem mesmo é surdo de verdade.

  • 6 de fevereiro de 2014 às 14:42 -

    Ana

  • Me colore que eu tô bege =O!

    Isso tá com uma cara de que a pessoa ~paga~ fez pressão para ser reconhecida. Ou então pediu um preço altíssimo para continuar o segredo e a situação ficou insustentável para o senhor Samuragochi, que optou chutar o pau da barraca logo.

    Só espero que o ‘seu Samuragochi não opte por um suicídio, visto como é a questão de sucesso, honra e etc em solo japonês…

    • 7 de fevereiro de 2014 às 09:47 -

      Renan do Prado

    • Tomara mesmo que não role suicídio!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *