Tribuna Arkade: ex-ditador do Panamá processa Activision por uso indevido de sua imagem em Call of Duty

16 de julho de 2014
Autor: Rodrigo Pscheidt

Tribuna Arkade: ex-ditador do Panamá processa Activision por uso indevido de sua imagem em Call of Duty

Depois de Lindsay Lohan processar a Rockstar, agora é a Activision que está sendo processada… e por um ditador! Entenda melhor essa história na sequência!

O caso é o seguinte: o ex-ditador Manuel Noriega — que governou o Panamá entre 1983 e 1989 e atualmente cumpre pena de 30 anos por tráfico de drogas — de repente descobriu que a Activision usou sua imagem em Call of Duty: Black Ops II, lançado em 2012.

Revoltado com sua “participação especial” no shooter, Noriega está processando a Activision sob alegação de “má utilização e exploração ilegal de sua imagem”, além de “apropriação indevida para ganho econômico”.

No game, a Activision nem se deu ao trabalho de camuflar o caso: além de ter as feições do ditador, o personagem do game se chama Noriega e é tratado de maneira rude pelo jogador e seus aliados, que se referem a ele como “piece of shit” e “asshole”. Ah, e o Noriega digital é um mau caráter de primeira, e apanha bastante no game!

Abaixo você confere um pequeno resumo da participação indevida  de Noriega no game:

Bom, que Manuel Noriega não deve ser uma pessoa muito legal, a gente já sabe. O simples fato dele traficar drogas, participar de um golpe de Estado e autoproclamar-se autoridade maior de um país já deixa isso claro. Mas será que a Activision não foi longe demais ao retratá-lo tão abertamente em Black Ops II?

O processo já está rolando, e Noriega busca indenizações por todas as acusações apresentadas. O que acha desse assunto? Será que o ex-ditador vai levar a melhor sobre a Activision?

(Via: All Games Beta, Courthouse News)

6 Respostas para “Tribuna Arkade: ex-ditador do Panamá processa Activision por uso indevido de sua imagem em Call of Duty”

  • 16 de julho de 2014 às 14:15 -

    Renan do Prado

  • Caso complicado…. e estando o cara na situação qeu está hoje me admira que ele consiga levar esse processo adiante!!!

    Mesmo caso do uso do Fidel Castro no BO1, acho que a Activision deveria sim tomar cuidado com essas coisas, cutucar vespeiro uma hora dá uma m**** grande.

    Mas pô, só 30 anos pro ex-ditador? Pena fraca na minha opinião!!!

  • 16 de julho de 2014 às 19:52 -

    Kubrick Stare Nun

  • Eu imagino que o fato de o Noriega ter originalmente sido um pau-mandado do Reagan e ter subido ao poder graças ao golpe de estado orquestrado pelos Estados Unidos não é mencionado no lixo propagandista yankee game, né?

  • 16 de julho de 2014 às 20:54 -

    Arthur.E

  • Nossa, eu aqui achando que o Noriega estava processando a Activision por eles exercerem monopólio ilegal de venda de drogas para os jovens. 

    • 17 de julho de 2014 às 04:46 -

      Onigumo

    • E aquela historia de pagar pra ser roubado, activision, EA, Riot, ubisoft e aquele pacote basico da sky sao piores roubos da historia

  • 16 de julho de 2014 às 23:25 -

    Henrique Gonçalves

  • Eu acho que a má imagem do Noriega foi feita pelo próprio Noriega quando ele estava na administração do Panama e não pela Activision. A empresa pode ter pegado pesado com ele ou coisa do tipo, mas isso não muda o fato que ele fez uma porrada de bosta no passado.

    Talvez o problema seja que o jogo acabou ressaltando tudo de errado que ele fez, justamente no momento que todo mundo estava quase esquecendo hahahaha.

  • 17 de julho de 2014 às 04:30 -

    Onigumo

  • Acho que nao deviam pagar nada pra um cara desses, digo acho errado que uma pessoa que ja fez de tudo quanto e ruim tenha algum direito, esse pessoal devia trabalhar em escravidao em obras para o governo, torturados nas horas vagas e depois jogados aos caes, poha o cara desgraça com a sociedade e depois quer retorno, fogo nele!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *