Tribuna Arkade: pai furioso destrói PCs de cyber café por conta de “vício” em games do filho

27 de outubro de 2014
Autor: Rodrigo Pscheidt

Tribuna Arkade: pai furioso destrói PCs de cyber café por conta de "vício" em games do filho

A China continua rendendo pérolas para a Tribuna Arkade: desta vez, um pai irado resolveu destruir um cyber café após flagrar seu filho ali jogando… durante a festa de aniversário da mãe.

O caso aconteceu na província de Jiangxi. O Sr. Lin chegou animado em casa para celebrar o aniversário de sua esposa… até perceber que seu filho mais velho não estava em casa.

Sabendo que seu primogênito curte games, o pai resolveu dar um rolê pelos cyber cafés da região… e de fato, encontrou seu filho lá. Foi a gota d’água para ele.

Irado com o descaso do filho — que aparentemente também vai mal na escola por conta dos games — o Sr. Lin armou-se de um banquinho e partiu para cima… dos computadores (?!).

O pai furioso conseguiu destruir alguns monitores e equipamentos do local antes de ser abordado pelo dono do estabelecimento. Uma discussão calorosa começou, mas a esta altura os frequentadores já haviam chamado a polícia, que intercedeu.

Infelizmente para a família Lin, o Sr. Lin não estava disposto a parar por ali: ele não cooperou com os tiras, atacou um e cuspiu em outro. Resultado: acabou no xadrez, acusado de comportamento violento e desacato à autoridade.

A notícia não informa que jogo o Lin-filho andava jogando (algum MMO, talvez?), mas é fato que foi o “vício” do filho que causou o “berserk mode” do pai, embora quem pagou o peixe foram os computadores, que não tem culpa de nada, coitados.

Na dúvida, não deixe que os games afetem suas notas nem sua convivência social/familiar, ok?

(Via: Kotaku, Tencent)

3 Respostas para “Tribuna Arkade: pai furioso destrói PCs de cyber café por conta de “vício” em games do filho”

  • 27 de outubro de 2014 às 14:05 -

    carlos

  • É complicado, tenho sentido que apesar de não jogar com frequência estou desestimulado pra outras coisas da vida e prefiro ficar em finalizar um bom game. Este é o perigo do mundo virtual, o isolamento e o vício.

  • 27 de outubro de 2014 às 19:07 -

    Lipe

  • Olha, qualquer coisa vicia. Dizer que games não fazem mal soa leviano demais, o ser humano é afetado por tudo, usar as coisas na medida certa é o minimo pra ter uma vida saudável e equilibrada.

  • 28 de outubro de 2014 às 04:47 -

    Franklin

  • Um jogo não pode te fazer mal, se um jogo te faz mal é culpa sua por deixar ou de quem educou que te fez assim.Por favor exclua o comentário anterior pois é duplicado e com erro no texto.Valeu!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *