Triste: Jovem viciado em games mata mãe por não pagar internet

20 de janeiro de 2010
Autor: Raphael Cabrera

Triste: Jovem viciado em games mata mãe por não pagar internet

Tá legal pessoal, este é um blog voltado ao entretenimento, games e tecnologia, mas mesmo que sejamos gamers viciados para sempre, não fazemos nenhum tipo de censura com notícias polêmicas com relação aos games, seja ela boa ou ruim.

O jovem romeno Ionut Savin, de 15 anos, esfaqueou sua mãe adotiva após ela se recusar a pagar a conta de internet e ter o serviço cortado. A mulher achava que esta era a única forma de fazer o garoto parar de jogar. Após atacar a mãe com 17 facadas, Ionut foi a uma lan house, onde jogou o jogo Counter-Strike por horas.

O jovem confessou o crime e inclusive mostrou para a polícia onde havia escondido a arma do crime. No ano de 2009, ele já havia perdido 200 dias de aula para ficar jogando online. O jovem foi preso e está em uma clínica psiquiátrica.

Antes que comece todo blá-blá-blá contra ou a favor de videogames, lembrem-se: jogos não matam pessoas, pessoas matam pessoas.

Fonte: (Portal RPC)

68 Respostas para “Triste: Jovem viciado em games mata mãe por não pagar internet”

  • 20 de janeiro de 2010 às 15:58 -

    Eduardo "Trialforce" Bonfandini

  • jogos não matam pessoas, pessoas matam pessoas.

  • 20 de janeiro de 2010 às 16:05 -

    Cleiton Mendes Dias

  • Bom, acho que caráter é algo que cada um tem, e nunca muda. O problema é que quando se é muito novo, as idéias ficam mais tumultuadas, bastando uma forcinha para o adolescente fazer uma besteira.
    Casos como esse poderiam ser evitados se houvesse um controle maior com esse tipo de jogo. Concordo com o entendimento do autor dessa postagem, mas uma criança que passa horas jogando jogos de tiro, e no Brasil devem ser centenas de milhares, a possibilidade de se tomar atitudes violentas é maior. Há 20 anos atrás isso não aconteceria, pois as crianças jogavem bola na rua, brincavam de bola de gude e soltavam pipas.
    Então, cabe aos pais tomarem conta de seus filhos, ter um diálogo mais próximo e atento com eles.
    Abraço…

    • 12 de outubro de 2010 às 22:46 -

      Lucas

    • Concordo!

    • 28 de outubro de 2010 às 15:16 -

      Murilo Mielke Nunes

    • Discordo!

      Se for seguir o que você diz, melhor proibir os jovens de assistir TV ou ver filmes. Vai que a criança assiste um filme do super-homem e se joga da janela achando que sabe voar…

      • 19 de novembro de 2010 às 14:12 -

        fabio

      • cara mais pior q isso aconteceu msm

        o muleke se jogou do predio falando q era o super-man

        a sorte foi q ele caiu em cima de um casal q passava na hora

  • 20 de janeiro de 2010 às 16:32 -

    William Antônio Siqueira

  • Acho que a mãe deixava o garoto fazer o que queria e daí ele não teve mais respeito por ela…… Essas coisas ae

  • 20 de janeiro de 2010 às 16:35 -

    felipe de matos

  • Triste mesmo.Como dizem, jogos não matam pessoas, pessoas matam pessoas. E estou de acordo com o Cleiton, se fosse a uns 20 anos atras não teria tudo isso porque a gente estava mais ocupado em jogar bola, soltar pipa,etc….

    eu tenho 17 e jogo desde os 9 (quando ganhei meu snes) e nunca tive esse tipo de problema…

    P.S tudo bem, de vez em quando eu ficava com raiva de ter que para de jogar

  • 20 de janeiro de 2010 às 17:36 -

    Popove

  • Se o muleque já havia perdido 200 dias de aula no ano anterior já tinha passado da hora de mandá-lo para um psiquiatra.
    Os pais tem que saber a hora de procurar ajuda de fora…

  • 20 de janeiro de 2010 às 18:47 -

    Adler Sasuke

  • Adolescentes problemáticos e dementes fazem besteiras Cleiton! Não é por passar horas jogando um jogo de tiro que se tem a vontade de matar alguém.
    Um ser humano que age pelos seus instintos e impulsos é na verdade, um mero animal!

  • 20 de janeiro de 2010 às 19:21 -

    Henrique

  • é complicado… Mas é um cara problemático… Este seria capaz de matar por qualquer coisa…

  • 20 de janeiro de 2010 às 20:36 -

    Ivan Carlos

  • ESRB Rating: M (Mature)

    isso significa que o jogo é somente PARA MAIORES DE 17 ANOS. se uma criança estava jogando isso, é irresponsabilidade da mãe.

    é como dar um dvd pornô para uma menina de 14 anos.

  • 20 de janeiro de 2010 às 20:40 -

    Raphael

  • Bem observado Ivan… provavelmente o moleque deve jogar desde os 13 ainda..

  • 21 de janeiro de 2010 às 00:14 -

    Internético

  • O cara já era doido,o jogo não tem nenhuma relação com isso,é um vício,ele poderia ser viciado em qualquer outra coisa,mas acabou se viciando em games.Típico de pessoas fracas.Se ele fosse viciado em Mário teria esfaqueado a mãe do mesmo jeito

  • 21 de janeiro de 2010 às 00:56 -

    Kevirosh

  • Burrão! Depois de matar a mãe ela vai pagar a internet?

    E eu sempre joguei jogo de tiro, tipo Quake, Medalha de Honra, 007, Black… entre outros…
    Desde o Nintendo 64 (olha que eu ganhei ele com menos de 1 mês depois do lançamento e a fita que eu escolhi foi Quake II) que eu venho jogando jogo de tiro.
    Vivo num ambiente onde muita gente tem armas, eu conheço pessoas que tem armas, e como qualquer outra pessoa eu tenho muitos problemas. Nem por isso eu decidi resolvê-los com tiros.

    Acho que tudo depende do caráter da pessoa. Matou a mãe porque já era maluco antes de começar a jogar.

  • 21 de janeiro de 2010 às 01:35 -

    Gustavo Rodrigues

  • Para mim um sujeito deste tinha que ser condenado a morte, sem brincadeira. Não sou nem um pouco a favor de um jovem ficar o dia todo, a noite toda, e tudo mais, jogando. Para mim tudo tem controle, e isso foi uma coisa que a mãe dele não teve.

    Tenho 16 anos, sempre joguei jogos violentos, mas nunca nenhum deles me influenciou, não foi porque os joguei que vou sair por ai matando todo mundo.

    Amo games, sou apaixonado mesmo, mas tenho que admitir, que em caso de excesso eles mexem sim com a mente das pessoas, principalmente se o jovem já for meio perturbado, que é o caso deste garoto. Com controle tudo funciona bem. Se há controle, vai ser bom tanto para os país, tanto para os jovens.

  • 21 de janeiro de 2010 às 01:35 -

    smackpot

  • o garoto achou q a mãe ia dar um “respawn”

  • 21 de janeiro de 2010 às 08:11 -

    Raphael

  • hahahahah mãe dar respawn foi foda..

  • 21 de janeiro de 2010 às 14:08 -

    NoobTime

  • Jogos não matam pessoas, pessoas pertubadas matam pessoas :P

  • 21 de janeiro de 2010 às 14:35 -

    Dezim

  • Smack, os espíritas acreditam que o Respawm vai ocorrer e pode demorar alguns anos kkkkkkkkkk

  • 22 de janeiro de 2010 às 03:36 -

    JÉ DU PCKT

  • Logo logo a mãe adotiva dele dá um respawn rsrs
    Moleque tosco. Aposto que usou as táticas de esfaqueamento do CS pra matar ela. O mais fods é que depois de coisas como essas os políticos doentes falam que “joguinhos de criança são coisa do demo e matam”

  • 22 de janeiro de 2010 às 11:32 -

    Diniz

  • Matar a mãe na faca é sacanagem.. uma AK47 seria mais rápido e indolor.

  • 23 de janeiro de 2010 às 13:58 -

    Paulo Henrique

  • Pra se saber com mais exatidão o que aconteceu tem que saber mais detalhes, mas um garoto tão novo que passa muito tempo com jogos, realmente pode ser extremamente problemático se ele não tiver outras atividades, não frequentar outros meios e conhecer outras pessoas para formar opinião.

  • 23 de janeiro de 2010 às 14:00 -

    Paulo Henrique

  • Digo formar opinião prórpia, porque pode até ser que aquile universo desse game é quase tudo que o garoto conhece.

  • 23 de janeiro de 2010 às 16:17 -

    Nome

  • Pra mim sómente os FRACOS sao tomado por jogos u.u
    Ja ouvi falar num kra q foi arrumar um emprego e colocou o nome de Dark Knight…

    Não sei como o povo eh levado por esses jogos, eu passo minha vida jogando video-game e pc, alguns jogos sao violentos, outros nao, ja joguei God of War, CS e outros por ai e nunca pensei assim.

    Pra mim ele eh retardado e deve ser condenado a morte como um ai em cima disse xD

  • 23 de janeiro de 2010 às 19:03 -

    Rapha.

  • Já falaram acima, e também reintero a palavra de que tudo em excesso é ruim. Esse garoto não cometeu este crime por causa dos vídeo-games. Ele cometeu por causa do vício desenfreado que ele possuía, coisa que acontece muito como por exemplo com as drogas. E vale resaltar que tudo foi permissionado durante muito tempo pela própria família, que quando resolveu agir, agiu tarde demais. É polêmico pq trata de uma coisa que gostamos muito mesmo, mas o rapaz é doente e se provou um criminoso.

  • 24 de janeiro de 2010 às 12:54 -

    Ddii_

  • Este é um caso isolado, e isso é importante. De bilhões de jogadores no mundo quantos casos desse tipo tiramos?

    Século 20 realmente não teria briga por causa de video game, estariam ocupados com outras coisas simples para se divertir, mas esquecem que caso por brigas atrás de Pipas, Bola, Bolinha de Gude e outras coisas aconteciam entre os adolescente e crianças; Muda o entretenimento, mas não muda a natureza humana.

  • 24 de janeiro de 2010 às 16:12 -

    Jack

  • Certo q uns anos atras n teria nada disso, + qm garante?
    Se o kra n tivesse um videogame pra joga, concerteza ele ia arranja outra coisa pra faze n e?
    N formas simples de se diverti + se envolver com drogas por exemplo.

  • 25 de janeiro de 2010 às 13:13 -

    InvaderZi

  • OS jogos tem pouco a ver, se a pessoa não consegue distinguir entre jogos e vida real, certo ou errado, vai virar psicopata mesmo.

    Ps:Eu não sou aquelas pessoas que entra na mente Humana =P

    Obs: Eu jogo video games desde meus 8 anos e nada parecido aconteçeu comigo (dá raiva as vezes de sair mas…)

  • 27 de janeiro de 2010 às 09:47 -

    Felipe

  • eu fazeria o mesmo HUIAHEUAWHEUAHEUHAEW

  • 27 de janeiro de 2010 às 09:49 -

    polly

  • kkkkkkkkkkkkkkkkkk, que paiaa

  • 28 de janeiro de 2010 às 00:32 -

    Cacofonia

  • O rapaz que “fazeria” o mesmo já está no caminho… As 200 aulas ele já faltou!

  • 28 de janeiro de 2010 às 10:15 -

    raymond k hessel

  • aposto que as ultimas palavras dela foram: “taking fire! need assistance!”

  • 28 de janeiro de 2010 às 10:18 -

    Carlos Eduardo

  • Ele não tinha dinheiro para comprar uma AK47 e foi de faquinha mesmo.

  • 28 de janeiro de 2010 às 11:05 -

    Caio

  • Eu acho mais patético que triste, um garoto dessa idade ainda tendo uma mente tão fraca, com uma visão infantil do mundo, achando que resolveria seus problemas se matasse sua mãe.

    ele é só um ser patético que devia estar na prisão.

  • 28 de janeiro de 2010 às 13:24 -

    fabinho

  • Paulo Henrique comentou:

    “Pra se saber com mais exatidão o que aconteceu tem que saber mais detalhes…”

    Não precisa saber mais detalhes nenhum, o mlk eh retardado totalmente louco, pow c ele jogasse playboy: The Mansion ele iria fazer oq? comer a veia? porra esse mlk tem q ficar preso pelo resto da vida, demente do kct –‘

  • 28 de janeiro de 2010 às 15:19 -

    Paulo Henrique

  • O garoto nem deve ter noção do que fez. Da gravidade da atitude.
    .
    Quando eu digo “saber exatamente”, é porque qualquer crime é analisado e julgado.
    .
    Eu consigo imaginar que o garoto teve uma infância muito pouco produtiva e que contribuiria muito pouco pra sua vida. E depois desse ato, se um dia chegar a ter a noção da gravidade, pode trazer uma reviravolta pra sua vida e causar traumas.
    .
    Pra casos tipo esse, o único meio saudável e seguro é a prevenção: tendo uma infância onde possa ter instruções e uma base para formação de uma vida.

  • 28 de janeiro de 2010 às 20:05 -

    brunno

  • e acima temos varios nerds sem vida cultural, que claro nao saberam reconhecer que jogos como esse, sem controle, prejudicam o amadurecimento de um garoto…e assim vao se criando mais nerds e nerds, nao que isso seja ruim…mas tem muita coisa melhor nesse mundao de Deus alem de ficar sentado jogando!

  • 28 de janeiro de 2010 às 20:11 -

    brunno

  • e ah, falo isso porque adimito que ja perdi muito tempo e dinheiro quando pequeno jogando…principalmente CS em lan! entao sei do que eu to falando…e sei que quanto antes a pessoa ter mais contato com a sociedade no geral…mais cedo ela se desenvolve…amigos trabalho com programaçao…adoro computadores em varios aspectos, nao vejo computador fora o necessario…a nao ser pra dar umas risadas e um porno de vez enquando…tenho amigos que sao viciados, conheço velhos viciados…e posso garantir a todos que tao perdendo a vida…

  • 28 de janeiro de 2010 às 20:14 -

    brunno

  • larga esse medo da sociedade e vem conhecer o que há de bom…o mundo tem muita coisa alem de bebida, drogas, rock, mulheres e julgamentos…nao que nao tenha isso tbm, e nem que isso nao seja bom…mas aproveitar a vida…passa longe de ter um avatar mais forte e evoluido que o do seu amigo!
    existem pessoas e causas nobres que compensa conhecer!

  • 28 de janeiro de 2010 às 20:16 -

    brunno

  • e o que eu disse nao vale para todos é claro…mas eu conheço muita gente que nao tem conciencia disso…e o vicio em games só dificulta isso…e muito mais que as drogas por exemplo…pq droga voce tem conciencia de tudo e sabe que ta errado…jogadores nao, tem a cabeça bem fechadinha!

  • 28 de janeiro de 2010 às 20:20 -

    brunno

  • pessoas matam pessoas…e jogos influenciam inconcientemente pessoas…cara nao entendo como passar sequer 10 minutos jogando! que perda de tempo! desculpem ai…mas isso me dexa bastante indignado! meu filho vai ter bola, bicicleta, pipa e mais uma porrada de brinquedo…e nunca um videogame…e se Deus quizer vai trabalhar na área e longe de jogos!

  • 28 de janeiro de 2010 às 20:54 -

    Raphael

  • É uma pena para ele Bruno, pois na época dele tudo será virtual. A revolução que vai unir games, tecnologia, filmes, cultura e até vida social já começou!
    Como disse um amigo meu: “É lógico que eu jogo World of Warcraft, aonde mais eu posso comer yakissoba e matar o principe das trevas ao mesmo tempo?”

  • 28 de janeiro de 2010 às 21:02 -

    Raphael

  • “e acima temos varios nerds sem vida cultural”
    Eu sou um nerd assumido e tenho vida cultural, leio, saio, conheço pessoas, bebo cerveja, discuto existencialismo e jogo PC 4 horas por dia, quando não é Wii, ou PSP.. Essa visão que nerd é bobo é mto anos 90 cara… bem vindo ao futuro!

  • 28 de janeiro de 2010 às 21:16 -

    Leonardo

  • kkkkk! que noob
    agora ele vai mata meio mundo
    vai fica preso
    kkkkk

  • 28 de janeiro de 2010 às 22:29 -

    Paulo

  • bom, agora ela nao vai mais pagar mesmo rs

    mas esse menino precisa de Jesus pra melhorar! ta doido!

  • 30 de janeiro de 2010 às 10:37 -

    João

  • Brunno você fala que precisa curtir a coisas boas da vida, que jogar é perda de tempo, mas olha só voce, aqui, comentando num site de jogos, que voce diz que despreza, que contradição não?

    Desculpe, mas dá a impressão que voce se sente melhor que uma pessoa que joga videogame, como você sabe que uma pessoa não pode curtir a vida e jogar video game? Só porque voce disse voce acha verdade?

    Desculpe por isso mas, isso é prepotência, se achar melhor que um jogador de video game.

  • 30 de janeiro de 2010 às 12:52 -

    Nome

  • Concordo q achar nerd bobo eh besteira, eu adoro jogar video-game e td mais, e saio com amigos, curto a vida, e essas coisas, como um ja disse acima u.u. C é pra curtir a vida, faça oq te da diversao, pra mim socialismo e video-game sao bons pra mim.

    Cara eu fico com raiva qdo dizem q video-game deixam as pessoas violentas, nao eh o video-game, é a pessoa! C ela matou por causa do jogo eh pq ela ja tinha problema mental e ja precisava de ajuda…
    Qualquer pessoa assim poderia assistir um filme violento e matar alguem, ver uma novela e dps dar um tiro e alguem, mas naooooo, eles botam a culpa SÒ nos jogos! Mta gente trata video-game como c fosse algo do demo, sendo q mtas outras coisas, incluindo filmes podem ser tbm u.u

  • 27 de fevereiro de 2010 às 23:32 -

    vinicius

  • ba o cara que feio isso ai

  • 4 de julho de 2010 às 17:09 -

    Daniel

  • O problema não é de o garoto ser jovem, eu jogo no PC desde os 9 anos e nunca senti raiva a esse ponto.

    Mas se a mãe realmente conhece o filho sabe se ele pode ou não jogar esse tipo de jogo, mesmo não tendo a idade recomendada na caixa.

  • 8 de agosto de 2010 às 12:03 -

    pedro

  • depende da mente da pessoa eu jogo conter strike tbem ja cortaram a minha net eu fico normal depende da pessoa ser fraca para chegar a esse ponto .Jogo nao é vida é diversao.

  • 2 de outubro de 2010 às 01:26 -

    RAFAEL

  • AFS ESSE DEVE SER AQUELES QUE FICAM O DIA TODO NOS GAMES VAI ARRUMAR MULHER SEU BOIOL.ASHSHASHAHSA(JOGO CS A 3 ANOS E NUNCA MEXEU COMIGO AO CONTRARIO ME DIVIRTO BASTANTE AE ESSES NOIAS QUE NAUM SABEM SE CONTROLAR ACABAM PREJUDICANDO TODOS POIS JOGOS ASSIM LOGO LOGO SERAM PROIBIDOS GRAÇAS A ESSE INBESSIZ

  • 8 de outubro de 2010 às 19:11 -

    emmanuel

  • Já bat na minha mãe por ter feito eu errar no Rock band pra psp, fiquei internado 1 mês. Não adiantou p**** nenhuma e logo que sai fiu pra casa e joguei 45h seguidas sem comer só bebendo água.

  • 8 de outubro de 2010 às 19:12 -

    emmanuel

  • ia esquecendo joguei 45h mas quand acabo a carga 5h depois peguei o outro(tenho 7 psps) e botova o que acabou pra carrega e esse foi o ciclo

  • 19 de novembro de 2010 às 14:17 -

    fabio

  • bem eu tenho 13 anos e jogo muito couter strike e vários outros jogos de tiro, luta, aventura

    mais nem por isso eu mato os outros, saio batendo nas pessoas na rua e pulo em cogumelos

    esse garoto fez isso pois nau tem controle, deve ser doente mental, traumas, raiva

    eu só sei q nau se deve matar uma pessoa

    principalmente por um objeto material

  • 13 de dezembro de 2010 às 11:57 -

    JP

  • Eu tenho 14 anos e jogo computador e esses jogos de FPS desde dos meus 8 ou 7 anos de idade, sou muito nerd mas não é por causa disso que eu deixo de sair com meus amigos para jogar futebol ou assistir um filme.
    Muitas vezes eu fiquei bravo quando a minha mãe me mandava ir durmir no meio de uma partida de DotA ou em uma quest em algum MMORPG, mas nunca chequei a odiar ela, muito menos pensar em mata-la.
    Um caso como esse onde um adolescente matou a própria mãe está mais para problemas mentais do que simples vicio…
    Sempre escuto que jogos de tiro deixam as crianças violentas, e que tem que sair brincar na rua de futebol, mas muitas vezes ,jogando futebol, eu já vi bricas para saber quem começa com a bola, e todos nos sabemos que muitos torcedores já morreram por causa de seus times.

  • 16 de janeiro de 2011 às 14:12 -

    tiago

  • eu sou viciado en games .ja tive xbox360 mas ele queimou. ja faz 1ano emeio que nao jogo e eu nem esquento a cabeça.

  • 2 de junho de 2011 às 17:39 -

    caiu

  • minha mae desgraçada e mizeraveu

  • 5 de junho de 2011 às 15:11 -

    Lucas

  • sL eu joguei CS por mais de 4 anos e nunca tive comportamento inadequado por causa do jogo, sempre fui ” normal ” jogava bola fazia de tudo mas joga CS…e agr jogo Combat Arms e meu comportamento esta normal. por mim esse leek ai ja era doidão o jogo nao muda nda no comportamento , ou devia ser mt imaturo pra tomar essa atitute (y”

  • 20 de outubro de 2011 às 22:05 -

    felipe andrade

  • Eu sou muito viciado em jogos de tiro,tenho um xbox 360 e jogo muito ele,jogos como call of duty modern warfare 2,call of duty black ops,battlefield bad company 2,medal of honor,rainbow six vegas 2,etc.E tenho uma vida normal,não sou stressado,nda,e como meus pais sempre dizem:O QUE ACONTECE NO JOGO,FICA NO JOGO E NDA MAIS!

  • 8 de janeiro de 2012 às 17:04 -

    ronethug

  • Acontece que os jogos tv e toda a midia influencia sim no comportamento das pessoas ainda mais aquelas que ja tem um forte desvio personalidade a tv por exemplo tem um grande poder de persoazao estao investindo forte nas campanhas (anti homofobicas)deixando transparecer que e bom ser gay e normal aceitar um gay e que a sociedade tem que aceitar a qualquer custo,prova disso e o kit gay que esta para ser implantado nas escolas para influenciar as pobres crianças que nao tem dircenimento do que e certo ou errado

  • 11 de janeiro de 2012 às 13:04 -

    Felippe Coelho

  • Pra morrer de facada no CS provavelmente a mãe deveria estar camperando de awp.

  • 25 de janeiro de 2012 às 12:12 -

    Caio Rodrigues

  • esse moleque tinha que ser preso

  • 16 de abril de 2012 às 03:01 -

    Celia Criss

  • meu Deus q loco imagine na cadeia o que ele vai fazer

  • 19 de abril de 2012 às 16:40 -

    Valdineya Oliveira Santos II

  • Meu pai eterno tomais conta.

  • 7 de agosto de 2013 às 20:13 -

    Edson Pablo

  • Ok Let's Go….. GAROTO PERTUBADO WINS!.

  • 7 de agosto de 2013 às 20:29 -

    Amanda da Silva

  • Graças a deus que num curto isso huehue'

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *