Unity tem sua Gaming House invadida por criminosos, 15 pessoas são feitas reféns

10 de abril de 2018
Autor: Stéfanie Neuman
Unity tem sua Gaming House invadida por criminosos, 15 pessoas são feitas reféns

Foto por: Divulgação

Clima de desespero e tensão tomou conta da Gaming House da organização Unity Telecom E-Sports na madrugada desta terça-feira (10), no bairro das Camboinhas, em Niterói – RJ. Por volta das 3 horas da manhã o mid-laner da equipe, Yuri “Solid Uri” Moura, postou em sua conta do Twitter que criminosos teriam invadido a GH de sua organização e mantido cerca de 15 reféns por uma hora e meia sob inúmeras ameaças.

Após a postagem do tweet, a equipe Arkade entrou em contato com o atleta em busca de detalhes.

Segundo ele, os meninos tinham pedido pizza após um longo dia de treinos, e foram surpreendidos por quatro meliantes por volta da 1h30 da manhã. Dois entraram na casa e dois se mantiveram do lado de fora, preparando o carro para a fuga. O primeiro a entrar os rendeu empunhando uma arma, e fez todos de refém. O outro, desarmado, recolheu celulares e carteiras e aproveitou para usurpar a casa.

Nos abordaram na sala dos PCS no meio do jogo e anunciaram o assalto“, relembra Solid, “após pegarem nossos pertences, nos levaram a um quarto pequeno e nos colocaram de cabeça no chão, éramos cerca de quinze pessoas. Ficamos uma hora e meia com um assaltante armado nos vigiando e ameaçando“, conta. “Por ter carro do lado de fora pareceu ter sido premeditado“.

De acordo com Solid, os criminosos não teriam pego nem desktops e nem periféricos. Um dos homens que estavam entre os reféns tentou lutar contra o assaltante, “O assaltante quase se matou e nos matou junto“.

Após uma hora e meia de tensão dentro de um quarto minúsculo, os bandidos resolveram levar Bruna Garcia, a namorada do jungler Paullo “Pawllera” Gabriel. Segundo o jogador, eles a colocaram no carro na hora da fuga. “Uma pessoa, parte da staff da organização, viu o assalto e se escondeu sem que percebessem. Assim que ele encontrou uma oportunidade, pulou o muro dos fundos e foi atrás de ajuda“, conta o mid-laner. A polícia chegou não muito tempo depois. Três dos quatro meliantes foram presos.

Em nota, a organização se pronunciou a respeito do ocorrido em seu perfil oficial no Facebook. “Nossa região é bem segura e estamos confusos sobre essa situação, mas as equipes de segurança já foram acionadas e estamos triplicando a segurança na casa com mais câmeras e seguranças armados na casa e na rua. Não irão nos desviar do nosso objetivo e vamos nos reerguer, mais fortes e com mais sede de crescimento.”

Uma resposta para “Unity tem sua Gaming House invadida por criminosos, 15 pessoas são feitas reféns”

  • 16 de abril de 2018 às 20:19 -

    Andre

  • Sempre atrapalhando a vida alheia esses vagabos pulhas!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *