A Fórmula 1 entrou no mundo do eSport com o seu F1 2017

22 de agosto de 2017
Autor: Junior Candido

A Fórmula 1 entrou no mundo do eSport com o seu F1 2017

A Fórmula 1 é mais uma que adentrou no universo do eSport, anunciando uma série oficial de competições, que será executada em conjunto com o mundial tradicional. A competição será executada em parceria com a Codemasters, e seu jogo oficial da F1, e o grupo de eSport Gfinity. A primeira temporada começará agora em setembro, e terminará na última corrida da temporada, em Abu Dhabi.

O campeonato aproveitará o mais recente lançamento da série de games de corrida da F1, o F1 2017, que será lançado nesta sexta-feira, para Playstation 4, Xbox One e PC. No mês de setembro haverá um período de classificação e os 40 mais rápidos irão para as eliminatórrias no Gfinity London Arena, na Inglaterra, em outubro. Dali, sairão os vinte melhores que se qualificarão para as finais, em uma série de três corridas realizada em Abu Dhabi, durante a passagem do circo da F1 por lá, em novembro.

A F1 busca com esta iniciativa pegar uma fatia do próspero bolo que vem sendo o eSport. Estudo da Nielsen explica que 14% de jovens dos EUA com mais de 13 anos são fãs de torneios deste tipo, enquanto um relatório da Newzoo prevê US$1.5 bilhão em receita anual até 2020 para os torneios, equipes e jogadores. Zak Brown, diretor executivo da McLaren, explica sobre a necessidade do eSport como ferramenta de captação de um novo público. “O público da F1 está envelhecendo e isso faz parte de como capturamos a geração mais nova”, disse ele. “É assim que a geração crescerá aprendendo sobre o esporte”.

O Grupo Fórmula 1 tem modernizado a categoria, que tem visto a Indy, a NASCAR e tantas outras competições concorrentes usando e abusando de recursos online, enquanto a F1 seguia conservadora em exagero. Já neste ano, tivemos regras mais brandas quanto ao uso de redes sociais para os times no GP da Espanha e estão usando com mais qualidade suas redes sociais, com mais vídeos sobre as corridas, e até Stories no Instagram. Tudo isso busca, além de “levar a Fórmula 1 para o século XXI”, captar um público novo, que até gosta de corridas, mas que se sente completamente desconectado do universo da Fórmula 1.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *