RetroArkade: A História da Taito e seus arcades no Brasil

12 de junho de 2016
Autor: Junior Candido

RetroArkade: A História da Taito e seus arcades no Brasil

A RetroArkade de hoje vai apresentar para você um capítulo interessante da história dos games em nosso país. A Taito, empresa japonesa que nos ofereceu muitos clássicos, tem ligações com o Brasil maiores do que você pensa.

Nós adoramos história relacionada a videogames, ainda mais quando envolve o nosso país. Estas histórias sempre trazem curiosidades e momentos importantes, até para servir de inspiração para alguns gamers empreendedores, ou mesmo como “coisas a não se fazer”, como a epopéia da Atari e seu “game” do E.T.

E para a nossa alegria, recebemos este tweet durante a semana:

E claro, abrimos o link. E o que achamos foi um trabalho tão completo e competente, que não havia nada a fazer senão compartilhar com você. O texto vai a fundo nas décadas de 60 a 80, apresentando passo a passo toda a história da Taito no Brasil, que, segundo seu autor, Augusto Campos, nos deixou “deixou uma história que mistura pirataria oficializada, um fugitivo russo, um playboy internacional, jeitinho brasileiro e alguns dos melhores jogos de uma década.”

O texto nos conta um pouco sobre a Reserva de Mercado, polêmica lei da época da ditadura que praticamente proibia a importação de tecnologia para cá (os diferentes Nintendinhos que você teve, foi fruto desta lei), sobre a decisão da Taito de importar e depois fabricar os seus próprios arcades, até o fim de suas atividades.

RetroArkade: A História da Taito e seus arcades no Brasil

Pois bem, agora que acredito que já conquistei sua atenção, deixo o link para que você também possa conhecer melhor esta história, e enriquecer mais a sua enciclopédia mental gamer. Boa leitura.

http://augustocampos.net/taito-brasil/

Uma resposta para “RetroArkade: A História da Taito e seus arcades no Brasil”

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *