Review: Battlestations Pacific – X360, PC

14 de julho de 2009
Autor: Raphael Cabrera

Review: Battlestations Pacific - X360, PC
O segundo jogo da série Battlestations coloca o jogador no meio de um dos episódios mais importantes da segunda guerra mundial, a Guerra do Pacífico. Com combate tanto em ar, na superfície da água e submerso, o game tem uma grande diversidade de missões que envolvem tanto ação quanto estratégia. Você é do lado aliado? Pegue suas armas e bombardeie os japas. Você é do lado do eixo? Jogue com pilotos kamikaze e faça ataques suicida(o sakê não acompanha o jogo).

No começo das primeiras missões, um tutorial rápido baseado em “tips” aparece, ajudando o player a entender os controles básicos rapidamente. O briefing das missões é bem ilustrado e objetivos escondidos nas missões trazem um desafio a mais para gamers detalhistas que gostam de zerar os games em 100%. Nos céus, muito dogfighting e metralhadores. Na água, navios com mísseis antiaéreos causam uma boa destruição para quem tem a mira afiada. Já debaixo da água a batalha também é efetiva, apesar de devagar. Por este motivo, recomendamos este modo para os players mais estratégicos. Não espere muita ação com submarinos.

O jogador, além de poder criar uma estratégia e dar ordens a outras unidades, pode se transferir para outra nave no meio da batalha, se transportando ao ser destruído ou indo direto para onde a ação está acontecendo. A jogabilidade e o movimento de câmera são interessantes, mas se você vai jogar no PC, use um joystick, a jogabilidade fica praticamente impossível utilizando o mouse e imagino que nos consoles não deve ser diferente.

Os gráficos também são ricos em detalhes, tantos nas texturas quanto no efeitos de iluminação e água. Para quem realmente quer sentir a imersão na época, o jogo disponibiliza um modo retrô de gráficos, onde um filtro aplicado à câmera deixa o jogo parecido com um filme antigo. O jogo tem bastante conteúdo e unidades para desbloquear, não conseguimos desbloquear todos. O modo multiplayer suporta até 8 players e uma grande variedade de mapas, mas é meio “sem sal” se comparado a outros jogos do gênero voltados especificamente para multiplayer.

4 Respostas para “Review: Battlestations Pacific – X360, PC”

  • 16 de julho de 2011 às 11:37 -

    KING OF KINGS

  • tinha que ter pra ps3

    • 27 de março de 2012 às 10:40 -

      KING OF KINGS

    • q sabe

  • 20 de outubro de 2012 às 18:23 -

    Jorge Aero

  • alguem sabe como liberar as armas que estao com cadeado?

  • 20 de outubro de 2012 às 18:25 -

    Jorge Aero

  • ja venci esse jogo no veterano tanto no modo japones como no americano é muito bom mas queria saber quais sao as armas com cadeado

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *