Sound Test Arkade Faixa 9 – Koji Kondo / The Legend of Zelda: Ocarina of Time

19 de abril de 2015
Autor: Paulo Macedo

Sound Test Arkade Faixa 9 - Koji Kondo / The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Nesta edição da Sound Test Arkade é a vez de falarmos do trabalho de um dos nomes mais importantes da história dos videogames: Koji Kondo!

Quando se fala em Koji Kondo, é difícil escolher apenas um trabalho deste compositor japonês que já está há mais de 30 anos trabalhando com música nos videogames e compôs o tema de vários jogos clássicos da Nintendo, como Star Fox e Super Mario Bros.

Mas nesta edição, vamos nos relembrar a linda trilha sonora de um dos melhores jogos da história do Nintendo 64: The Legend of Zelda: Ocarina of Time. Mas podem ter certeza que o Koji Kondo aparecerá novamente em futuras edições da Sound Test Arkade.

Então, “começando pelo começo”, fiquem com a linda abertura do jogo (que me arrepia até hoje) e boa leitura:

O jogo

Lançado em novembro de 1998, The Legend of Zelda: Ocarina of Time foi o quinto jogo da série de jogos de ação/aventura The Legend of Zelda, o primeiro do Nintendo 64 e também o primeiro a ter gráficos em 3D.

Na história do jogo, novamente estamos controlando Link, o herói da série, em uma jornada para evitar que Ganondorf obtenha a Triforce – um artefato poderoso que pode realizar os desejos do vilão – e domine o reino de Hyrule, comandando pela princesa Zelda.

Sound Test Arkade Faixa 9 - Koji Kondo / The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Com uma jogabilidade que trazia inovações que acabaram virando marca registrada dos jogos de aventura em 3D subsequentes, como o sistema de trava nos inimigos e os botões que eram sensíveis ao contexto da situação, Ocarina of Time foi um sucesso de crítica e vendas.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time vendeu mais de 7 milhões de cópias e até hoje é o jogo melhor avaliado da história do Metacritic, com uma nota de 99/100, chegando a constar no livro Guinness World Records como o jogo mais bem avaliado de todos os tempos. Seu sucesso fez com que ele tivesse versões para Gamecube, Wii e Nintendo 3DS.

O Compositor

Sound Test Arkade Faixa 9 - Koji Kondo / The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Estudante da Universidade de Artes de Osaka, Koji Kondo viu um anúncio de emprego da Nintendo na sua universidade e, como fã de Arcades, decidiu tentar a sorte e acabou sendo uma das primeiras pessoas contratadas para trabalhar com música na,ainda pouco conhecida empresa. O ano era 1983.

Naquele ano, já seria o único responsável por compor as músicas e criar os efeitos sonoros de Punch-Out!!, o clássico jogo de boxe para Arcades lançado pela Nintendo no Japão e no mundo todo no ano seguinte.

O sucesso do jogo de boxe credenciou Kondo a trabalhar em outros projetos, principalmente para o recém-lançado Famicom/NES, sendo o mais relevante deles lançado em 1985. Naquele ano, chegava aos videogames, possivelmente o maior expoente da mídia e provavelmente a trilha sonora mais reconhecida de todos os tempos, Super Mario Bros.

Acho que qualquer pessoa que tenha tido um controle de videogame nas mãos em algum momento da vida, conhece essa música:

Mesmo com o sucesso estrondoso de Super Mario Bros., Koji Kondo não relaxou. E logo no ano seguinte, ele colocaria seu nome na composição da trilha de outro jogo que marcaria a indústria: The Legend of Zelda. E para provar que um raio cai sim duas ou três vezes no mesmo lugar, em 1993, ele também seria o responsável pela trilha de Star Fox.

Apesar de hoje não ser mais o responsável direto nas composições, pode-se dizer que “não sai um Mario ou um Zelda sem a supervisão de Kondo“. Curiosamente, The Legend of Zelda: Ocarina of Time foi sua última composição solo. Mas mesmo assim, aos 53 anos, o compositor de algumas das mais brilhantes músicas da história dos videogames é, até hoje, um funcionário leal da Nintendo. Única empresa para qual trabalhou.

A Trilha

Difícil definir a inspiração de Koji Kondo para compor as músicas de The Legend of Zelda: Ocarina of Time, dada a quantidade estilos musicais diferentes que são mostrados na obra. E isso reflete na quantidade de músicas presentes na aventura.

A trilha sonora do jogo lançada no Japão contava com nada menos que 82 (oitenta e duas!!) faixas. A versão ocidental, mais enxuta, tinha “apenas” 35 músicas, excluindo os temas menores e efeitos incluídos na versão japonesa, mas tendo versões estendidas das músicas mais famosas.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time tem na música um forte elemento na sua própria jogabilidade. Durante toda a aventura, o jogador aprende novas músicas para serem tocadas em sua ocarina e que tem resultado direto na jogo.

Além disso, cada área no jogo tinha sua música própria (quem nunca ficou cavalgando pelo campo aberto de Hyrule enquanto tocava o empolgante tema da área?) e ela sofria alterações conforme a situação. Por exemplo: quando era iniciada uma batalha, a música ficava mais intensa, porém, quando o jogador se afastava do inimigo, ela fica mais calma.

No estilo musical, além das belas orquestrações, também são utilizados alguns estilos poucos comuns, como a música espanhola que virou o tema do Gerudo Valley, uma das áreas do jogo. Ali, fica clara a inspiração na banda Gypsy Kings. Confira:

Chegando ao final de mais uma Sound Test Arkade, queremos saber a opinião de vocês! Digam o que acham da trilha sonora de The Legend of Zelda: Ocarina of Time e qual trilha sonora vocês querem ver na coluna na próxima edição!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *