Análise Arkade – Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

18 de dezembro de 2018
Autor: Felipe Machado

Análise Arkade - Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

Desenvolvido pela Cliffhanger Productions e distribuído pela Handy Games, Jagged Alliance: Rage! é um jogo no estilo turn-based que se adapta ao estilo de cada jogador: você pode eliminar os inimigos furtivamente, ou ser como um rambo e sair largando chumbo em todos os cantos do cenário. Se interessou? Então vem comigo que nossa análise do jogo começa agora!

Uma ilha recheada de inimigos

Jagged Alliance: Rage! é um spin-off da série Jagged Alliance, e o lado bom disso é que não há necessidades de jogar os jogos antigos para conseguir compreender o que está rolando no game, até porquê, os jogos mais antigos da série são da época do DOS e dos primórdios do Windows.

Mas vamos lá, Jagged Alliance: Rage! inicia com uma curta cena de entrada mostrando um pouco (bem pouco) sobre cada personagem jogável, um grupo que recebeu uma ligação com um pedido desesperado por socorro. Ao que tudo indica é um helicóptero passou por problemas, e o piloto está disposto a dar dinheiro aos que forem resgatá-lo.

Análise Arkade - Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

A partir disso você tem que escolher 2 mercenários dentre 6 disponíveis, cada um com atributos e habilidades específicas, nesse momento escolha os que mais se adapta ao seu estilo de jogo, eu por exemplo: escolhi a Raven que mexe muito bem com sniper, e o Shadow que é bastante furtivo, possui habilidades com facas e elimina os inimigos na surdina.

Mas se der o famoso “ruim”, eles também se viram bem durante tiroteios: as snipers no geral têm bastante força e grande alcance, o que torna a Raven útil no tiro a distância (além de uma bem-vinda habilidade específica de atirar ignorando a armadura). já o Shadow possui habilidade com metralhadoras, que também causam bastante dano nos inimigos e têm um alcance bom, e sua habilidade específica é de se mover sem que os inimigos vejam, facilitando o reposicionamento.

Aqui vai um vídeo rápido de como funciona a jogabilidade e em seguida falarei um pouco mais sobre este quesito:

Jogabilidade

Em se tratando de um jogo tático por turnos, Jagged Alliance: Rage! entrega uma experiência bastante agradável na maior parte do tempo. Digo isso porque é sempre muito irritante errar tiros com 85% de chance de acerto (mas a vida é assim, não é mesmo?), por isso é importante realizar os movimentos com bastante cautela, tentar prever o que os inimigos vão fazer e atirar somente quando tiver certeza de que irá acertar.

O jogo funciona com pontos de ação; cada personagem possui 12 pontos de ação (PA) e dependendo da ação a ser realizada, será requerido uma certa quantia de pontos de ação. Por exemplo: para realizar disparos, cada estilo de arma necessita de uma quantidade diferente de pontos de ação (varia entre 4, 5 e 6 PA). Já para movimentar o personagem existem 3 possibilidades: correr demanda apenas 1 PA por espaço, já andar silenciosamente requer 2 PA por espaço e o mesmo se o personagem estiver agachado.

Análise Arkade - Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

Fazer reconhecimento do mapa é importante, para evitar de chamar a atenção dos soldados inimigos com algum ataque

O que me cativou em Jagged Alliance: Rage!  foi a questão da criação de acessórios, reparo de equipamentos, tratamento de feridas e cuidados com a saúde dos personagens, Não é nada muito complexo, mas se durante a jornada na ilha você não fizer pausas para descanso, se os mercenários não beberem água (ou álcool) para se hidratar, a imunidade deles diminuirá e pode ser que eles comecem a ficar doentes, o que prejudica seu desempenho em campo.

Análise Arkade - Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

Procure carregar somente o necessário nas batalhas, existem itens que são usados somente nas pausas para descanso

O reparo dos equipamentos é extremamente importante, pois além de ser chato ter que ficar trocando de arma entre um cenário e outro, não há como retirar as melhorias das armas, então sempre que encontrar kits de reparo de armas ou armaduras, leve-os, a não ser que um dos mercenários escolhidos seja a Vicky — que tem a habilidade de consertar os próprios equipamentos sem precisar de kit.

Falando nisso, aqui vai uma dica malandra: a Vicky possui a habilidade de melhorar em até 30% a durabilidade de todos os equipamentos que estiverem em seu inventário (durante as paradas para descanso). Então se você der a ela todas as armas e equipamentos de um aliado e usar a ação de reparo, ela irá recuperar 30% dos equipamentos de todos sem que você precise gastar nenhum kit! De nada. :D

Análise Arkade - Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

O mapa lembra um jogo de tabuleiro, após o seu movimento os inimigos (se tiver) irão se movimentar também e caso eles ocupem o mesmo espaço, ocorrerá uma emboscada

Audiovisual

Os gráficos cartunescos de Jagged Alliance: Rage! são muito bonitos, e combinaram muito bem com a temática. Os cenários possuem um traço muito bem feito, sendo fácil de perceber as diferenças entre os terrenos, encontrar os lugares para se esconder ou pontos estratégicos para realizar um bom disparo.

Análise Arkade - Jagged Alliance: Rage! Encare uma ilha cheia de inimigos impiedosos nesse jogo tático

No que se refere ao áudio, Jagged Alliance: Rage! faz um ótimo trabalho: a dublagem é muito bem feita, os efeitos sonoros no geral são bem explorados, as armas possuem sons convincentes (ao menos para mim, que sou um leigo no quesito armas XD), as explosões, os gritos dos inimigos quando morrem ou até mesmo quando um tiro acerta, o áudio é muito bem empregado para aumentar a imersão, e nas telas de loading rola até um rock’n roll maroto.

Conclusão

Se você curte jogos táticos por turnos, Jagged Alliance: Rage! é um prato cheio. É realmente fácil passar horas jogando-o, ele faz lembrar um pouco Commandos, pelo quesito de habilidades dos personagens, a desenvoltura de estratégia para chegar até um local sem ser visto, a temática de guerra, e por aí vai. Apesar disso, ele possui identidade o bastante para ainda ser único, novo.

Jagged Alliance: Rage! é um jogo intenso, envolvente e com um bom nível de desafio, que sem dúvida consegue entreter o jogador e guiá-lo por uma história simples, mas legal de ser acompanhada. Se você curte games táticos, este é sem dúvida uma boa pedida!

Jagged Alliance: Rage! teve seu lançamento dia 6 de dezembro  para as plataformas Xbox One, Playstation 4 e PC. O game possui menus e legendas em português brasileiro.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *