Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

13 de março de 2020
Autor: Renan do Prado
Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Há dois anos, a Capcom lançava a coletânea Mega Man X Legacy Collection, compilando todos os games da série X em duas compilações, revivendo a história desse clássico. E agora chegou a vez de não uma, mas duas séries terem seu triunfal retorno em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection!

Venha com a gente para ver como essas duas séries que fizeram história no Game Boy Advance e no Nintendo DS foram trazidas de volta aos holofotes nessa robusta coletânea!

Seis jogos em um só pacote

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Após a série X ter sido concluída em Mega Man X5, lançado em 2000, Keiji Inafune, o pai de Mega Man, iniciou a produção de uma nova série, que seria exclusiva para o Game Boy Advance, uma série ambientada 100 anos após os eventos de X, protagonizada pelo Reploid Zero.

Sem que Inafune soubesse, Mega Man X6 estava sendo criado ao mesmo tempo, o que o obrigou a fazer algumas alterações na história que estava criando, mas isso não atrapalhou o trabalho e Mega Man Zero foi lançado em 2002, dando início a uma sequência de lançamentos anuais para essa série.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
Todos os games da série Zero

Em 2003 chegou Mega Man Zero 2, no ano seguinte Zero 3 e enfim Zero 4, finalizando a história de X e Zero em definitivo. Mas esse não era o fim desse universo. Em 2006 a Capcom lançou Mega Man ZX, uma continuação ambientada 200 anos após Zero 4. Porém esse game teve apenas uma sequência, ZX Advent, lançado em 2007.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
E os dois jogos da zérie ZX

E esses são todos os games que você terá acesso nessa coletânea! Assim como na coletânea da série X, aqui o jogador tem acesso a todos os 6 games, em suas versões americanas e japonesas, junto de várias opções visuais e muitos extras! Então vamos conversar sobre tudo isso!

As melhorias da coletânea

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Mega Man Zero e Mega Man ZX foram séries lançadas para portáteis do início dos anos 2000, sendo assim, são games criados para telas pequenas. Ambas as séries possuem visuais incríveis e muito detalhados, mas que, quando vistos em tamanho grande, evidenciam cada pixel de suas artes.

O jogador pode jogar todos os games com várias opções visuais, entre elas o tamanho do visor do game, desde tela cheia até uma versão bem pequena. Além disso, o jogador pode utilizar filtros visuais. Um deles suaviza o visual pixelado, o que pessoalmente parece estranho. E outro filtro que simula interferência de TVs de tubo antigo, dando uma estilização nostálgica aos games. Ou, o jogador pode jogar sem usar filtros.

Abaixo você pode conferir algumas imagens de exemplo dessas opções visuais.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
Esse é o formato de tela padrão
Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
Esse é o modo de tela cheia, que estica a imagem deixando-a um pouco estranha
Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
E o formato de tela pequena, “emulando” um Game Boy Advance
Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
Esse é o modo sem filtro (CLIQUE AQUI para vê-la em tamanho real)
Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection
E esse é o modo suavizando os pixels (CLIQUE AQUI para vê-la em tamanho real)

E no caso de ZX e ZX Advent há duas opções de áudio disponíveis. Os áudios originais do Nintendo DS e áudios remasterizados das vozes originais.

Fora isso, não há realmente mais nenhuma atualização técnica. Os 6 games são exatamente os mesmos de antigamente, inclusive no gameplay. Esse é um ponto importante de ser levantado por dois motivos: O primeiro é porque em Mega Man X Legacy Collection, games como Mega Man X, X2 e X3 sofriam com muito lag quando haviam muitos inimigos em tela, além input lag, que atrasava a resposta de comando do controle para o game. Aqui isso não ocorre.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Uma novidade que a coletânea apresenta são opções para facilitar um pouco as coisas para jogadores mais casuais. As séries Zero e ZX são bem difíceis, principalmente Zero 1 e Zero 2. E se algum jogador não quiser passar muito sufoco, pode jogar em modo casual, que deixa tudo consideravelmente mais simples. E ainda pode habilitar Save Assists, cápsulas que salvam a aventura dentro de uma missão, assim, se o jogador morrer, não precisará voltar até o início ou até o último checkpoint.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Algo que precisa ser mencionado é quanto ao gameplay. Ambas as séries foram lançadas para portáteis, por isso suas configurações de botões são baseadas nas plataformas em que foram lançadas. Principalmente no caso de Mega Man Zero, pois o Game Boy Advance possuía apenas 2 botões de ação (A e B). Por isso, ao iniciar cada game, entre em suas configurações para remapear os controles para o joystick que estiver usando.

Extras e o modo Z Chaser

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Além dos seis games, a coletânea conta ainda com uma galeria onde é possível ver diversas artes dos games. Além disso, conforme se vai jogando, o jogador desbloqueia cartões colecionáveis, sendo que algumas delas ainda podem mudar aspectos dos games, como mudar o visual de certos personagens, adicionar habilidades e etc. Há ainda um Music Player, que permite que o jogador escute qualquer música de qualquer um dos games, inclusive enquanto navega nos menus.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Mas o principal extra é o modo Z Chaser. Esse é um modo de Time Attack perfeito para quem é fã de speedruns. Nesse modo o jogador pode correr contra o tempo em qualquer fase de qualquer um dos games, competindo contra a CPU ou contra recordes de outros jogadores.

Abaixo você pode conferir um vídeo de gameplay em que eu corro contra a CPU do game na primeira missão de Mega Man Zero (meu desempenho pode ter sido ruim, mas pelo menos eu venci!):

O modo Z Chaser pode ser jogado em modo single-player ou em dupla, com dois jogadores locais. Um recurso legal é que você pode permitir que o game salve seu gameplay. Assim, qualquer pessoa poderá assisti-lo em seus jogos. Esse é um recurso bem legal para ver o gameplay daqueles que conquistaram recorde mundial em cada categoria, podendo assim aprender alguns truques novos.

Conclusão

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Mega Man Zero/ZX Legacy Collection é mais uma carta de amor da Capcom para seus fãs. Uma coletânea com seis games, exatamente como eram no passado, apenas com algumas adições opcionais, permitindo que cada título seja jogado como antigamente, ou com algumas pequenas melhorias e recursos.

A série Zero é uma das preferidas dos fãs de Mega Man, tanto por seu desafio quanto por seu lore, mais sério e mais intenso. E a série ZX foi a primeira experiência da franquia num estilo Metroidvania-like, adicionando vários poderes e funcionalidades interessantes.

Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Essa é uma coletânea obrigatória para qualquer um que é fã de Mega Man. Principalmente após jogar a coletânea X Legacy Collection. Então se você quer reviver ou conhecer as séries dos portáteis da Nintendo, assim como cada título era no passado, então Mega Man Zero/ZX Legacy Collection é uma escolha bem acertada.

Mega Man Zero/ZX Legacy Collection foi lançado no dia 25 de fevereiro com versões para PC, Playstation 4, Nintendo Switch e Xbox One.

Uma resposta para “Análise Arkade: Muita nostalgia em Mega Man Zero/ZX Legacy Collection”

  • 13 de março de 2020 às 21:59 -

    Helinux

  • Infelizmente a versões NDS nunca joguei…uma hora dessas eu vou testar!!!!valeu!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *