Astronomia gamer: um sistema solar interativo feito na Unreal Engine

20 de abril de 2012
Autor: Rodrigo Pscheidt

Astronomia gamer: um sistema solar interativo feito na Unreal Engine

Se você já sonhou em ser um astronauta e viajar pela galáxia, precisa conhecer um projeto muito interessante: o Solar System. Todo criado em cima da Unreal Engine, o Solar System é um sistema solar interativo completo, com planetas, satélites, constelações e, claro, muita informação!

A origem do projeto Solar System é curiosa: Christopher Albeluhn é um produtor de games que ficou desempregado. Para se ocupar em seu tempo livre, ele resolveu criar uma réplica do planeta Terra utilizando a Unreal Engine para colocar em seu portfólio.

O tempo foi passando, e Christopher foi acrescentando cada vez mais elementos em sua “maquete” vitual. Um planeta aqui, um satélite ali… quando ele se deu conta, já estava com o sistema solar inteiro pronto, com todos os planetas, satélites e 88 constelações.

Como se isso não fosse o bastante, temos dados científicos (como movimento de rotação e translação) fielmente reproduzidos, bem como a possibilidade de analisar em detalhes a estrutura interna dos planetas e as estrelas que compõem cada constelação.

Confira abaixo um belo trailer que mostra a grandiosidade do Solar System:

É, definitivamente o Google Earth parece m brinquedo se comparado com isso aí!

Por enquanto, o Solar System é apenas um projeto, mas seu criador está ansioso para transformá-lo em um produto real. está rolando até uma vaquinha no site oficial do projeto, para angariar fundos para que o projeto seja levado adiante.

Claro que isso não é necessariamente um game, é mais uma ferramenta educacional construída na engine de um game. Mas, fala sério, as aulas de ciências certamente seriam bem mais interessantes com um sistema solar interativo como esse!

(Via: How-To-Geek)

22 Respostas para “Astronomia gamer: um sistema solar interativo feito na Unreal Engine”

  • 20 de abril de 2012 às 09:36 -

    leandro(leon belmont)alves

  • gostei dessa iniciativa, mas vai demorar anos para isso chegar nas escolas pobres do Brasil.

  • 20 de abril de 2012 às 09:49 -

    Renan

  • Estou sem palavras!!!! Incrível demais essa ferramenta!!!! Virei fã do Christopher Albeluhn principalmente sabendo que ele fez isso sozinho e sem incentivo!!!!!! Se eu fosse da NASA não perderia meu tempo e apoiaria imediatamente o projeto!!!! O mais incrível é ele usar imagens clássicas para identificar cada uma das constelações!!!!! Parabéns pro Christopher!!!!

    • 20 de abril de 2012 às 14:38 -

      Alexo Mello

    • Caraca, to de queixo caído. Fantástico! É disso que eu falo, sempre, quando comento que a tecnologia dos games ainda é muito fechada no seu casulo. Essa é uma aplicação derivada dos games que deveria ser muito explorada, valorizada e replicada!

  • 20 de abril de 2012 às 09:53 -

    FeeH

  • Quero dar os meu parabéns a Christopher Albeluhn por essa iniciativa que com certeza vai ser muito bem usada em escolas ( eu espero que venha pro Brasil néh rsrsrs ) e gostaria que mandasse uma copia dessa matéria pra Tv Record aqui de Sampa pra mostrar que o video-game pode ser algo educacional ao contrario do que ela vem falando e dizendo que alguns jogos são influencias para o aumento da criminalidade no Brasil !!!!!

    • 20 de abril de 2012 às 10:03 -

      Renan

    • Manda um exorcista pra Record, é melhor. Eles são tão FDPs que diriam que esse projeto é um game educacional, e 1 dia depois que games são fonte de violência.

      • 20 de abril de 2012 às 10:19 -

        leandro(leon belmont)alves

      • o que se espera de um canal comandado pelo Bispo Macedo….putz!!!

      • 20 de abril de 2012 às 20:46 -

        Elton

      • Justo quando a poeira estava baixando, aquele idiota Breivik, da Noruega, vai dizer que usou videogames pra planejar os ataques.
        Os bispo pira!!

  • 20 de abril de 2012 às 13:20 -

    Elias Dias Junior

  • achei muito boa a idéia, o que falta é inserir informações sobre os planetas, etc… bom uso de uma engine!

    • 22 de abril de 2012 às 10:45 -

      KING OF KINGS

    • seria dificil porque a nasa descobre coisa nova a cada dia parece, e tirando as coisas que ninguem sabe

  • 20 de abril de 2012 às 14:04 -

    Anderson Hurameshe

  • Não achei usuabilidade pratica alguma para se desenvolver um game, acho que somente poderiam utilizalo como era utilizado o menu de planetas do Star fox 64, star wars blá blá blá um q se ocupa os planetas, Somente vejo a possibilidade da batalha contra a estrela da morte, e a outra de Han sollo contra os caça imperial. já seria algo legal mas pequeno.

    • 20 de abril de 2012 às 11:09 -

      Renan

    • Mas o intuito não é ser um game, é uma ferramente criar em cima de uma engine de games, é isso.

  • 20 de abril de 2012 às 12:57 -

    Henrique

  • Bem interessante, só falta um sistema para escanear os planetas e extrair minerais… xD

    • 20 de abril de 2012 às 22:44 -

      leo

    • Vish, ja pensou, nos colonizando um monte de planetas e tudo sendo atualizado em tempo real num mapa intergalatico – se um dia esse se expandir!

      • 22 de abril de 2012 às 10:42 -

        KING OF KINGS

      • seria bom hein leo

  • 20 de abril de 2012 às 19:48 -

    Nicholas Duboc

  • planetas desproporconais em relaçao ao sol, translaçao nao elipsoidal e n tem aquele cinturao de asteroides entre marte e jupter

  • 20 de abril de 2012 às 22:42 -

    leo

  • Nao vo nem falar q lembra de Mass Effect! A EA poderia usar num proximo jogo, sem contar na otima qualidade do projeto para o ramo educacional, muito bom mesmo!

    • 20 de abril de 2012 às 22:46 -

      leo

    • pensando a longo prazo, o futuro de muitas editoras de livros educacionais é e-books com interatividade, ja pensou num livro de ciencias com a via Lactea interativa em holograma no seu i-pad 7 – sei la!

  • 21 de abril de 2012 às 05:44 -

    Cristiano Zoucas

  • Sério anderson, lê o que tá escrito aí em cima cara.

  • 22 de abril de 2012 às 10:41 -

    KING OF KINGS

  • é vei agora sim vou descobrir a verdade

  • 22 de abril de 2012 às 14:18 -

    Fernando Paulo

  • Estou justamente fazendo um jogo educacional com temas astronômicos para o meu trabalho de conclusão do curso de Design de Jogos. É muito bom ver que o pessoal se interessa pelo assunto. Lógico que o meu não terá essa qualidade visual (shaders, partículas, opções de interatividade em cada astro), mas terá uma abordagem bastante diferente do que já existe.

  • 23 de abril de 2012 às 08:29 -

    Bob Nerd

  • Caraca! Parabéns para o cara, ficou incrível!

  • 1 de maio de 2012 às 13:36 -

    mauricio de souza

  • prefiro no mass efect kkkkk

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *