CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

17 de junho de 2020
Autor: Gabriel Cardoso
CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!
Foto: Leonardo Sang/BBL

O CBLoL retornou neste último final de semana com a Semana 2 da Segunda Etapa de 2020. Os confrontos foram bem interessantes. No Sábado, KABUM e Santos brigaram pela disputa do topo da tabela e tiveram dois Clássicos, PAINTZ e FLAFUR. No Domingo, a paiN mostrou um jogo mais sólido e proativo, ganhando até elogios dos analistas, o Santos defendeu a liderança, e teve a reviravolta dos Urubus com a sua má fase, que parece ter se encerrado com a chegada de Luci e Bvoy ao elenco – chegaram Sábado ao Brasil e já estavam aptos para jogar no Domingo. 

Fique por dentro do que ocorreu em Summoner’s Rift nas últimas rodadas:

Jogos de Sábado

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

A Vivo Keyd se provou decisiva. O seu elenco teve que lidar com o já conhecido estilo agressivo de jogar do elenco da PRG. Mas estes erraram mais do que acertaram, e os Guerreiros foram mais decisivos para encerrar a partida.

A jogada inicial realizada pelos jogadores da Prodigy deu a Minerva (Nidalee) o First Blood. O Caçador da VK usou e abusou desta vantagem inicial ao decorrer do resto da partida, sempre ficando à frente em farm e level com relação ao seu adversário de selva. A PRG acertou com uma jogada na sequência, mas não teve muito com o que criar a partir disto.

O ponto chave do jogo foi o Barão Nashor que a Vivo Keyd conseguiu abater às cegas. Logo que o objetivo foi invocado em Summoner’s Rift, os Guerreiros armaram a jogada e seus adversários se deram conta da situação muito tardiamente. O bônus advindo do objetivo neutro deu o tempo necessário para a composição de campeões da VK se fortalecer. Quando NOsFerus (Azir) e Klaus (Aphelios) estavam com muito poderio, foi o momento de a Keyd conseguir mais um Nashor às escondidas e finalizar a partida na sequência.

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

Uma partida de apostas. O jogo começou muito bem para os Ninjas. Isto devido às rotações de Revolta (Elise) e seu investimento no fortalecimento de Yang (Jayce). A dupla teve muito mérito em suas jogadas criativas, mas JackPoT (Camille) também não atuou bem na rota e foi cobrado por isso.

O SAN lidou muito bem com a passividade de criação da KBM e utilizou o tempo e o controle do terreno a seu favor. Trabalharam na distância nas lutas e aproveitaram para conquistar objetivos neutros enquanto Revolta (Elise) priorizava o lado superior do mapa. Os Santistas conseguiram empatar o ouro global com seus adversários e começaram a controlar a partida a partir disso.

Quando estavam a frente, o elenco do Santos teve seu ímpeto interrompido uma só vez, por causa de uma luta mal executada. Mas na sequência, continuaram avançando e não pararam até destruir o Nexus da KABUM

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

Que composição chata de enfrentar esta da paiN, ein?! O draft de ambas equipes foi muito divergente. Os Tradicionais acertaram muito, enquanto que os Intrépidos não se encontraram nas escolhas.

Desde o início, Robo (Camille) atuou muito bem e recebeu auxílio com a presença de Cariok (Olaf) na sua rota. Além disso, tinowns (Galio) tinha presença semi global com a sua ultimate. Não bastando sair à frente no topo e na selva, a paiN foi muito bem na rota inferior com a maestria de esA com o seu campeão Thresh, o Suporte não só foi excepcional na sua rota como também se movimentou bastante pelo mapa.

As iniciações de lutas realizadas pela PNG foram quase que idênticas em todas as vezes. Os Intrépidos caíram em praticamente todas as armadilhas. Robo (Camille) iniciava com seu E+R (stun e ultimate), em seguida tinowns (Galio) chegava com sua ult e aí a luta já estava controlada o suficiente para praticamente ter certeza de vitória na batalha ou no abate isolado. Com essas jogadas, os Tradicionais conquistaram cada vez mais território e recursos, como os objetivos neutros. A INTZ teve um grande demérito em não prever as entradas óbvias de seus adversários, e também, de não pensar em uma estratégia para lidar com elas.

Com uma gigantesca vantagem sobre seus adversários de longa data, os Tradicionais garantiram um ponto de redenção, dando confiança à sua calorosa torcida.

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

Mais uma partida definida no draft e na execução da composição. De um lado, haviam os Panteras com uma composição de wombo combo com muita facilidade de execução, do outro, havia os Urubus com escolhas de campeões voltadas ao poke e kiteback.

Bankai (Jayce) foi o único que apareceu para jogo na equipe do FLA. Todos os outros jogadores ficaram muito apagados na partida, muito pelo contrário do que se viu no elenco da Furia. O trio de tyrin (Wukong), st1ng (Lee Sin) e Anyyy (Orianna) foi muito impactante nas movimentações no mapa. Menção honrosa para Damage (Sett), o qual mais uma vez fez uma excelente partida.

Mesmo perdendo na rota, tyrin (Wukong) esteve presente quando a sua equipe precisou e foi muito efetivo em suas iniciações e finalizações nas lutas. A arma extra da segunda ativação do ultimate do Topo foi um fator surpresa para combater a defesa dos Rubro-Negros.

A facilidade de execução da composição pesou e as lutas ficaram todas favoráveis aos Panteras. O FLA não se encontrou e teve que se contentar em assistir seus adversários avançarem para destruir a sua base.

Jogos de Domingo

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

Defesa da liderança bem sucedida pelos Peixes. Mesmo que, na minha visão, o draft tenha sido favorável aos Intrépidos, quem conseguiu executar melhor a sua composição e abusou das janelas de oportunidades para sair à frente, foi o elenco do Santos.

A INTZ precisava de tempo para esta partida. Com Aphelios, Orianna e Graves nas mãos de micaO, Envy e Shini, respectivamente, suas forças estavam concentradas no late game e, com o auxílio da iniciação de RedBert (Sett) ou Tay (Malphite), tinham um bom wombo combo para sair vitoriosos em qualquer batalha com uma boa execução de sua composição. Não foi isso que os ídolos mostraram para a sua torcida intrépida em Summoner’s Rift.

Mesmo com um início devagar, o SAN mostrou a sua superioridade em campo. Abusar dos tempos de recarga dos adversários não é algo que qualquer jogador/equipe consegue fazer, ainda mais em uma partida oficial, onde os nervos estão à flor da pele. Mas os Peixes foram efetivos neste quesito. Rainbow (Azir) merece o seu destaque, porque foi responsável por muitas das jogadas que deram um fim favorável ao Santos nas batalhas entre as equipes.

Após ganhar as teamfights iniciais, o elenco do SAN começou a pressionar o mapa com a sua estratégia 1-3-1. A INTZ conseguiu se defender bem, mas não o bastante para não perder as suas estruturas mais distantes da base e, com isto, alguns outros objetivos neutros, como Barões e Dragões Elementais.

O Santos jogou na calma e abusando das janelas de oportunidades que lhes surgiam. A INTZ foi derrotada após os Peixes atropelarem 4 de seus adversários em uma batalha final na base dos Intrépidos.

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

Grande partida dos Tradicionais. Tinowns (Le Blanc) com seu flanco e Robo (Renekton) com suas iniciações nas lutas foram muito impactantes para a vitória da paiN neste confronto.

Desde os primeiros minutos, foram os jogadores da PNG que criaram o ritmo movimentado da partida. Enquanto Minerva (Nidalee) apostou em ganks, Cariok (Graves) focou nos objetivos neutros. O Caçador da paiN optou por jogar no lado em que a sua equipe tinha mais força, no lado inferior, com brTT (Draven), esA (Nautilus) e tinowns (Le Blanc).

A paiN dominou as lutas com suas entradas certeiras e o flanco do Meio de sua equipe. Os Guerreiros escolheram campeões que eram favorecidos com batalhas mais lentas e trabalhando na distância, mas os Tradicionais não deixaram isto acontecer. Só houve uma teamfight em que a Vivo Keyd saiu vitoriosa, mas esta não gerou nenhum fruto à eles.

Foi quase um jogo perfeito para os Tradicionais, porém o inibidor do topo não foi destruído e eles sofreram alguns abates.

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

O retorno de Luci foi estrondoso! Além dele, a chegada de Bvoy para o elenco fez muita diferença em comparação com as partidas anteriores. O atirador estreante fez uma excelente partida – mecanicamente falando – e fez parte da grande mudança de atuação da equipe do Flamengo.

As mudanças foram positivas para os Rubro-Negros, mas a PRG não ficou tão atrás deles em Summoner’s Rift. As duas composições tinham funções muito diferentes. Os Prodígios precisavam de uma rápida iniciação e um burst rápido e efetivo. Os Urubus, por outro lado, tinham que trabalhar no kiteback e na distância, aplicando o dano de Bvoy (Ezreal) ao mesmo tempo em que Luci (Leona), Bankai (Wukong) e Ranger (Lee Sin) ficavam responsáveis pelas iniciações e pela defesa de suas peças mais frágeis.

A PRG começou agressiva e conquistou ritmo a partir disto. Mas com o passar do tempo, o FLA conseguiu adaptar a partida de acordo com a sintonia de sua equipe e jogou com mais calma, aplicando o dano necessário para vencer as batalhas aos poucos e garantir objetivos a partir disso. Mesmo com três Dragões abatidos na contagem e com o quarto disponível para a Alma do Dragão Elemental Infernal, os Urubus decidiram que não precisariam desta para fechar a partida. Aplicaram a pressão necessária na base dos Prodígios para abater um a um de seus adversários e garantir a vitória.

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!

Que partida turbulenta! Do começo ao fim, o ritmo do jogo foi intenso e ambas as equipes brigaram o tempo todo pelos objetivos e por espaço no mapa, resultando em muitas eliminações para ambos os lados.

As duas composições disputaram recursos de fortalecimento para o late game, mas a KABUM conseguiu transicionar melhor as suas vantagens do mid game para o fim de jogo. Além disso, o dano por segundo de Disave (Aphelios), e as entradas de Yang (Wukong) com duas ultimates, fizeram toda a diferença para os Ninjas saírem com a vitória nesta partida e recuperar o ponto perdido no dia anterior na partida contra o Santos.

Fase de Pontos

CBLoL – Quem irá parar os Peixes? Santos mantém invencibilidade e defende a liderança!
Tabela da Semana 2 | Imagem: Divulgação/Riot Games

O CBLoL volta no próximo Sábado (20/06) às 13h com a Rodada 5. Confira quais são os próximos jogos:

Rodada 5 – Sábado (20/06)

13h – Santos HotForex x FURIA

14h – Flamengo Esports x Vivo Keyd

15h – KABUM E-SPORTS x paiN Gaming

16h – INTZ x Prodigy Esports

Rodada 6 – Domingo (21/06)

13h – KABUM E-SPORTS x Flamengo Esports

14h – Prodigy Esports x Santos HotForex

15h – paiN Gaming x FURIA

16h – Vivo Keyd x INTZ

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *