Kiss se despede de São Paulo, mas a banda pode voltar quando quiser, viu?

25 de abril de 2023
Kiss se despede de São Paulo, mas a banda pode voltar quando quiser, viu?

No último sábado o Kiss se despediu “mais uma vez” do público paulistano, em apresentação no Monsters of Rock. Além disso, a banda também se apresentou em Manaus, Brasília, Belo Horizonte, e encerra sua visita ao país hoje, em Florianópolis. Todos estes shows fazem parte da End of the Road Tour, a turnê que celebra em 2023 não só a última da banda, como também os 50 anos de legado de um dos maiores nomes do rock.

O show em São Paulo foi praticamente o mesmo visto no ano passado. Mas isso não significa algo ruim. Pelo contrário, a energia do quarteto segue intacta, em um show que continua tendo de tudo: explosão, pirotecnia, plataformas que sobem e descem, tirolesa para Paul Stanley e os clássicos eternos do Kiss.

O Kiss sabe o que o seu fã quer e entrega, sem firula, o que o seu fã deseja. A playlist, salvo as trocas de Tears Are Falling e Makin’ Love foi rigorosamente a mesma, com apenas a ordem de algumas mudando entre si. Mas quem já viu os DVDs mais recentes, ou mesmo foi aos shows do ano passado, sabia exatamente tudo o que ia acontecer.

Kiss se despede de São Paulo, mas a banda pode voltar quando quiser, viu?

O que não tirou de ninguém o brilho no olho, afinal, o fã não estava ali para ver algo novo do Kiss. A própria banda já deixou claro que não vai investir em novidades, afinal o que o público quer é cantar Heaven’s On Fire, Lick It Up e Psycho Circus, além de Love Gun e I Was Made For Lovin’ You. Entendo que um show se torna especial para alguém quando é entregue o que o fã está ali esperando. E o que o fã queria era apenas cantar todos esses sucessos.

E é isso. O Kiss não precisa inventar mais nada, pois o que é apresentado ali é suficiente. Até porque muitos ali presentes estavam pela primeira vez vendo este show, e ainda ficavam na expectativa do que iria acontecer. A própria plataforma que espera Stanley durante Love Gun foi alvo de especulação por parte de alguns fãs, que achavam que ele iria começar o show de lá.

Outro ponto que por aqui não faz nenhum sentido discutir é a polêmica envolvida com o uso de playbacks por parte da banda. Por mais que eles usem tais recursos, mais uma vez, o fã não está lá para ouvir uma “plenitude musical” e sim um espetáculo regado a clássicos, fogos e a presença dos músicos em suas armaduras e caras pintadas. E isso foi entregue com a maestria de sempre.

Desta vez, Paul Stanley disse que era a última vez que tocaria em São Paulo, dizendo adeus e tudo. Mas o próprio também já disse que, embora a turnê de despedida acabe um dia, ele não sabe ao certo o dia que ela se encerrará. No site oficial, a última data marcada até o momento é o dia 2 de dezembro, quando a banda toca em Nova York, a cidade onde tudo começou.

Mas não duvido que, no início de 2024, nós possamos nos despedir do Kiss pela terceira vez. Até porque o Monsters of Rock celebrará 30 anos de história no ano que vem, e a lendária banda foi uma das presentes na primeira edição, lá em 1994. Por isso, tchau por enquanto, Kiss. Mas esperamos por Paul, Gene, Eric e Tommy no ano que vem, caso queiram vir se despedir mais uma vez.

Setlist

  1. Detroit Rock City
  2. Shout It Out Loud
  3. Deuce
  4. War Machine
  5. Heaven’s on Fire
  6. I Love It Loud
  7. Say Yeah
  8. Cold Gin
  9. Guitar Solo
  10. Lick It Up
  11. Makin’ Love
  12. Calling Dr. Love
  13. Psycho Circus
  14. Drum Solo
  15. 100,000 Years
  16. Bass SoloPlay Video
  17. God of ThunderPlay Video
  18. Love Gun
  19. I Was Made for Lovin’ You
  20. Black Diamons

BIS

  1. Beth
  2. Do You Love Me
  3. Rock and Roll All Nite

Contiunue o Rock’n Roll por toda a noite com a edição especial de Destroyer do Kiss, em vinil. Você pode garantir o seu LP na Amazon.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *