Linkin Park lança clip gamer produzido com o Project Spark

26 de março de 2014
Autor: Rodrigo Pscheidt

Linkin Park lança clip gamer produzido com o Project Spark

Os caras do Linkin Park se uniram à Microsoft para criar algo inédito: utilizando a ferramenta de criação Project Spark, eles produziram todo o clip de seu novo single, “Guilty All The Same”!

Não é de hoje que o mundo da música flerta com o mundo dos games: Red Hot Chili Peppers, Junior Senior, Moby e outros artistas  já produziram clips inspirados em games.

Porém, até onde sabemos, esta é a primeira vez que uma banda utiliza uma ferramenta de criação de games real para produzir integralmente seu clip.

O resultado são 7 minutos de um psicodélico jogo de plataforma, que mistura momentos 2D e 3D para mostrar um protagonista sendo perseguido por uma sinistra névoa negra. Mais para o final do vídeo, o jogo ainda vira uma espécie de montanha russa “de navinha”.

Confira abaixo. Se você é fã de Linkin Park, aumente o som e curta a música “Guilty All The Same”:

Bacana, né? O Linkin Park sempre foi uma banda antenada com as novidades, e o clip serviu para mostrar um pouco mais do potencial e da versatilidade do Project Spark, ferramenta capaz de criar games dos mais diversos gêneros.

Vale lembrar que o Project Spark já está em fase beta para PCs e Xbox One. Se quiser começar a criar seus próprios games (ou clips, há uma ferramenta para isso), confira o site oficial do projeto.

(Via: Major Nelson)

6 Respostas para “Linkin Park lança clip gamer produzido com o Project Spark”

  • 26 de março de 2014 às 16:14 -

    Kubrick Stare Nun

  • Música legal, mas esse jogo aí… sei não viu.

  • 26 de março de 2014 às 17:43 -

    Vitor Veloso Costa

  • Linkin Park voltando as raises *–*

  • 26 de março de 2014 às 18:43 -

    Bruno Souza

  • Bruna

  • 28 de março de 2014 às 11:45 -

    Gláucio França

  • No final parace que vc tah jogando Chash Kart!!!

  • 28 de março de 2014 às 23:37 -

    Mikaelson Braz

  • Musica massa, bem ao estilo Linkin Park quando prestava, não esse lixo pop eletronizado q eles tocam hoje

    • 30 de março de 2014 às 20:16 -

      luiz

    • Falou tudo.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *