Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Darkest Dungeon

26 de dezembro de 2015
Autor: Raphael Cabrera

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Darkest Dungeon

Darkest Dungeon é não apenas o melhor RPG indie de 2015, mas um dos melhores RPGs que já joguei.

Produzido pela Red Hook Studios, Darkest Dungeon é um jogo de RPG intenso. O objetivo é simples: retomar a mansão da sua família que foi tomada por monstros e criaturas abomináveis. O jogador controla uma party de até 4 heróis e explora as catacumbas da mansão, limpando o mal e abrindo caminho até os poderosos chefões. A dinâmica do game alterna entre a cidade, onde o jogador pode contratar heróis, curar os machucados, comprar itens e fazer upgrades, e as dungeons, que devem ser exploradas com recursos escassos para a sobrevivência.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Darkest Dungeon

Jogadores que curtem games com permadeath — onde o personagem morre e não volta mais –, vão curtir o sistema de Darkest Dungeon, pois a Red Hook levou o permadeath a um novo nível. Em Darkest Dungeon, os personagens não apenas morrem e permanecem mortos, mas eles com quase certeza, eventualmente vão acabar morrendo. O nível de dificuldade do game é tão desafiador que muitos dos heróis que você treina com tanto esforço e carinho vão parar no cemitério, seja devorado por um Boss ou acumulando stress e morrendo de ataque cardíaco. É realmente um desafio zerar o jogo sem ter nenhum herói morto, já que o salvamento de todas as suas ações é automático.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Darkest Dungeon

Como se a morte permanente não fosse o suficiente, os personagens também podem ficar doentes, adquirem manias e loucuras, que podem ser tratadas e curadas na cidade, além do nível de stress, que pode fazer um herói adquirir comportamento próprio na batalha (muitas vezes ruim) e até mesmo morrer. Tudo isso pode soar como um jogo difícil demais, mas uma estratégia bem elaborada, muita paciência, boas decisões e capacidade de lidar com situações ruins tornam a experiência satisfatória.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Darkest Dungeon

Outro ponto que chama a atenção no jogo são os detalhes: a arte é incrível, com traços fortes e uma combinação de cores muito bem elaborada que concede um carisma especial aos personagens e os inimigos se tornam figuras abomináveis, principalmente os vários chefões do jogo. A Red Hook não poupou esforços para fazer deste um belo jogo, trabalhado até os menores detalhes. A trilha sonora, os efeitos e as vozes trazem também uma excelente imersão dentre as catacumbas e a cidadela do game.

Darkest Dungeon está disponível no Early Access da Steam, custando 36 reais, e para os fãs Para fãs de RPG, vale cada centavo. Seu lançamento completo deve rolar em 19 de janeiro de 2016.

Uma resposta para “Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Darkest Dungeon”

  • 27 de dezembro de 2015 às 02:24 -

    Felipe Tostes

  • Inicio desde ano eu estava acompanhando esse jogo por um canal do Youtube. Perdi o contato com ele, porém ainda pretendo joga-lo. Vou caçar nessa steam winter sale se pego mais barato.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *