RetroArkade: Mystic Warriors, a “sequência” com ninjas de Sunset Riders

26 de abril de 2020
Autor: Junior Candido
RetroArkade: Mystic Warriors, a “sequência” com ninjas de Sunset Riders

Sunset Riders foi um tremendo sucesso. Do frenético arcade, até a versão bem competente de Super Nintendo, e passando pela versão um pouco inferior, mas mesmo assim também divertida para Mega Drive, o game da Konami de tiroteio com temática de Velho Oeste é lembrada, até hoje, com muito carinho por muita gente.

Mas, você sabia que existe um “Sunset Riders 2“? Não é necessariamente uma sequência direta do game de faroeste. Entretanto, a equipe responsável pelo clássico dos anos 90 continuou trabalhando junto, e criou um novo game. Com muitos elementos semelhantes ao game “original”, e com a tentativa de novas ideias, conheça Mystic Warriors: um Sunset Riders que troca os caubóis por ninjas, mas mantém a diversão.

Depois dos caubóis, a vez dos ninjas

RetroArkade: Mystic Warriors, a “sequência” com ninjas de Sunset Riders

Sunset Riders chegou em 1991. E foi “apenas mais um” entre diversos outros arcades de qualidade, feitos pela Konami. Chegou em um momento incrível para a empresa, que teve, neste período, clássicos como The Simpsons, X-Men, TMNT: Turtles in Time, Aliens, e tantos outros. Garantiu, inclusive, ports para os consoles de 16-bits.

A equipe responsável, então, seguiu no desenvolvimento de um novo game. Que usaria muitos recursos de seu antecessor, mas que não seria uma sequência. O game teria o mesmo gameplay: dois botões, um de ação e outro de pulo; pulos entre níveis mais altos, ou a capacidade de deslizar; e a possibilidade de dar tiros sem fim.

Mas, esqueça os caubóis, os pastos e os saloons. Agora é a vez dos ninjas. Que atiram, desta vez, shurikens. Vamos lembrar que é o início dos anos 90 e, naquela época, “ser ninja” era ser legal. Diversos games e filmes de ação B falavam bem o tema, que unidos à ação e agilidade destes guerreiros, faziam o tema ser um sucesso não apenas no oriente, mas em todo o mundo.

RetroArkade: Mystic Warriors, a “sequência” com ninjas de Sunset Riders

E também era possível aumentar o nível de estrago de suas armas. Mas já era possível ver algumas melhorias. Por exemplo, os jogadores poderiam mudar de personagem ao perder um crédito e inserir uma nova ficha. E desta vez, o jogo não funcionaria do tipo “tomou tiro, morreu”. Agora era possível tomar até quatro hits, para perder uma vida.

São nove fases no jogo com o já conhecido e difícil chefão no fim da fase. E, assim como Sunset Riders, cada jogador ganha pontos equivalentes à porcentagem de acertos no chefe.

Ninjas e Nova York

Nos anos 90, filmes de ninjas no ocidente eram, por mais estranho que pareça, algo normal. As Tartarugas que vivem em Nova York, são Ninjas. Os Três Ninjas também se tornariam uma franquia conhecida nas locadoras. American Ninja representava o universo “cine-porradaria”, enquanto os Surfistas Ninjas aprontavam “altas confusões”.

Assim, Mystic Warriors conseguiria, assim, ter apelo ocidental. O game tem sua história rolando em Nova York (como sempre), onde uma organização maligna (sempre eles) conhecida como Skull Enterprise assumiu o controle dos EUA (de novo) e agora deseja dominar o mundo (como toda vez). Assim, para salvar o mundo (mais uma vez), você pode escolher um dos cinco ninjas que confrontaram o mal: Spyros, Keima, Kojiro, Brad e Yuri.

RetroArkade: Mystic Warriors, a “sequência” com ninjas de Sunset Riders

Como todo arcade da época, era possível jogar sozinho, ou cooperativo com até quatro jogadores. Após a escolha os quatro ninjas, o “que sobrou” é sequestrado. E os seus amigos partem para o resgate, destruindo tudo o que aparecer pela frente. O curioso é quando eles o “encontram”, pois há reviravoltas no enredo, que motivam os ninjas a seguirem em frente com mais motivação.

Trata-se de um game que oferece “mais do mesmo”, mas arrisca, mesmo de maneira tímida, algumas ideias. De qualquer forma, é uma ótima opção pra quem quer “mais Sunset Riders” e não se importa em trocar caubóis por ninjas, se divertindo apenas com o gameplay frenético.

Uma resposta para “RetroArkade: Mystic Warriors, a “sequência” com ninjas de Sunset Riders”

  • 27 de abril de 2020 às 21:53 -

    Helinux

  • Bons tempos de Sunset Riders nos arcades da vida!!!! A versão super Nes é dukralho!!!! valeu!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *