Rock and Games – O dia em que Phil Collins visitou a Vice City de GTA

23 de fevereiro de 2018
Autor: Junior Candido

Rock and Games - O dia em que Phil Collins visitou a Vice City de GTA

GTA é conhecida por seus grandes criminosos, cidades dominadas pelo caos e carros para todo lado, não é mesmo? Mas a música também é parte importante da série, desde as rádios, até personalidades que participam de uma forma ou de outra dos games da franquia. Axl Rose deixou sua voz vivendo o DJ Tommy Smith em San Andreas, mas Phil Collins foi além, aparecendo em carne e pixels em Vice City Stories.

Tudo começa na cidade do vício em 1984, quando o agente de Phil Collins, Barry Mickelthwaite, faz dívida com Giorgio Forelli, mafioso irmão de Sonny Forelli, da história com Tommy Vercetti. Com a dívida não paga, Giorgio resolveu acabar com o concerto do cantor, matando artista e agente, precisando da proteção de Vic Vance (ou seja, você), para salvar o músico e garantir que ele cante o tema de Tarzan anos depois.

A recepção de Phil é muito calorosa, com uma chuva de balas explodindo seu helicóptero assim que ele desembarca em Wasington Beach. Vic então dá conta dos homens de Giorgio, e leva Barry e Phil até seu esconderijo. Mais para frente, Phil precisa testar o som instalado no Hyman Memorial Stadium, local de seu concerto, porém os homens de Forelli foram incomodar novamente, precisando que Vic (você, de novo), intervenha e garanta a segurança para a passagem de som.

Rock and Games - O dia em que Phil Collins visitou a Vice City de GTAE por fim, Phil Collins visita Reni Wassulmaier, produtor artístico associado de Barry, para ver se sua quarta cirurgia de mudança de sexo foi bem sucedida. Vendo que está tudo certo com seu amigo, Vic Vance vai para o concerto, e precisa impedir o último ataque dos mafiosos: desta vez eles querem estragar as luzes do palco, cabendo ao protagonista, pela última vez, ajudar seu amigo cantor. Resolvendo os problemas e garantindo que Phil Collins esteja vivo e fazendo sua música, o jogo permitirá que você assista ao concerto sempre que quiser, pagando US$ 6 mil de entrada.

Para a MTV, na época do lançamento do game, em 2006, Phil Collins explicou que assim que lhe foi proposto a aparição, topou na hora! “Eu pensei que seria algo bem legal, podendo dizer aos meus netos: esse sou eu, veja! Eu estava em um videogame”, disse. Uma das razões para Collins estar presente no game é simples: In the Air Tonight, que é nome de um de seus maiores sucessos e de uma missão em Vice City Stories, é de 1981 e representa muito do clima que as aventuras de GTA nos anos 80 apresentam, se fazendo presentes em vários eventos de esportes e filmes. Além disso, o cantor também fez ponta em Miami Vice, outro elemento que inspira esta era da série.

Rock and Games - O dia em que Phil Collins visitou a Vice City de GTA

Com isso, a Rockstar queria que Phil Collins aparecesse no game para levar o clima “Miami Vice” para os anos 80 do game. “Nos anos 80, eu era tão onipresente que me tornei sinônimo de uma era”, explicou o cantor na entrevista, que se disse lisonjeado por ser a primeira celebridade a aparecer sem um pseudônimo nos games da franquia.

 

E, nesta união, ganharam todos: a Rockstar, que conseguiu levar um ícone dos anos 80 para o seu game, que retrata justamente esta época cheia de neon e músicas cheias de nostalgia, e Phil Collins, que mostrou mais uma vez sua versatilidade, mostrando que sabe fazer muito mais do que “apenas compor músicas para a Disney”.Rock and Games - O dia em que Phil Collins visitou a Vice City de GTA

Uma resposta para “Rock and Games – O dia em que Phil Collins visitou a Vice City de GTA”

  • 25 de fevereiro de 2018 às 08:57 -

    Marcos

  • Uma pena que pouca gente conhece essa gloriosa participação do Phil Collins em Vice City (tô me referindo a cidade mesmo). Acredito que porque tanto o VCS como o LCS foram meio que ofuscados pelo SA.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *