Rock in Rio – Área gamer no evento conta com estreias e interessantes Indies

2 de outubro de 2019
Autor: Junior Candido
Rock in Rio - Área gamer no evento conta com estreias e interessantes Indies

Como falamos anteriormente, o Rock in Rio ampliou nesta edição a sua gama de atrações. Além dos conhecidos shows nos Palcos Sunset e Mundo, a organização trouxe diversas atrações para os visitantes da Cidade do Rock. Entre elas, atrações gamers.

Em parceria com a Game XP, um dos ginásios do Parque Olímpico ficou dedicado para os videogames. Na área externa próxima, um palco grande de Just Dance, já chamava a atenção dos visitantes com a já conhecida brincadeira de subir no palco e fazer seu gameplay. Além disso, áreas para fotos com temas como Crash Bandicoot e Fortnite faziam sucesso.

Rock in Rio - Área gamer no evento conta com estreias e interessantes Indies

Lá dentro, era possível conferir novidades interessantes. Apesar de o Rock in Rio não buscar querer ser o espaço para apresentar novidades do mundo dos games, dois games que ainda não chegaram para o público já podiam ser testados: Ghost Recon Breakpoint, que estreia amanhã (4), e Call of Duty Mobile, que chegou ontem (1).

Além deles, uma estação de jogos oferecia Mortal Kombat 11, PES 2020, Contra Rogue Corps, entre outros. Uma área dedicada para Mario Kart também permitia que quatro pessoas jogassem simultaneamente, no Switch. O Arkave também estava por lá, levando sua realidade virtual para os visitantes. E o divertido labirinto do Pac-Man também.

Rock in Rio - Área gamer no evento conta com estreias e interessantes Indies

Uma disputada área de arcades e pinball também se faz presente. Os visitantes podiam jogar pinballs clássicos como o do filme Twister, James Bond, entre tantos outros que nos levam aos bons tempos de casas de fliperamas. Assim como os arcades, que ofereciam ao jogador games como Cadillacs and Dinosaurs, Mortal Kombat, Marvel vs. Capcom, Metal Slug, entre outros clássicos do gênero.

Cosplays também deram o ar da graça. É verdade que em número menor, se comparado a eventos mais específicos para eles. Mesmo assim, era possível andar pela Cidade do Rock e, eventualmente, se encontrar com um Homem Aranha, uma Sindel, a princesa Bela, ou Leon, procurando por zumbis roqueiros.

E, por fim, uma área indie chamou a atenção. O DevPark, espaço feito em parceria com a Secretaria da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT) da Prefeitura do Rio de Janeiro, levou diversos games, e projetos interessantes. Os quais falaremos melhor em outra oportunidade.

Estivemos presentes nos primeiros dias de Rock in Rio. Acompanhamos os shows de Foo Fighters e Bon Jovi. Seguiremos acompanhando o festival, que retorna amanhã (3), com Red Hot Chilli Peppers como grande atração.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *