XBOX One: Microsoft confirma conexão obrigatória uma vez a cada 24 horas

7 de junho de 2013
Autor: Daniel Zimmermann

XBOX One: Microsoft confirma conexão obrigatória uma vez a cada 24 horas

O novo videogame da Microsoft vai exigir conexão com a internet pelo menos uma vez a cada 24 horas, ou uma vez por hora se você estiver usando o aparelho de outra pessoa.

A empresa abriu o jogo sobre diversas questões que estavam “mal explicadas” sobre o seu novo videogame, o XBOX One, inclusive sobre os requerimentos de conexão à internet.

O XBOX One vai sim exigir conexão à internet pelo menos uma vez por dia. Esse era o rumor que corria desde a revelação do console, mas só agora a empresa confirmou isto oficialmente e explicou.

“Apesar de uma conexão persistente não ser necessária, o XBOX One foi projetado para verificar se atualizações do sistema, dos aplicativos e dos games são necessárias, e também para ver se você comprou novos jogos, os revendeu, os usou em trocas ou deu para algum amigo.”

Essa verificação vai acontecer pelo menos uma vez a cada 24 horas – ou uma hora caso o usuário esteja acessando sua biblioteca de games no console de outra pessoa. Se não houver conexão, não será possível jogar.

XBOX One: Microsoft confirma conexão obrigatória uma vez a cada 24 horas

“Não será possível jogar offline depois destas marcas de tempo preestabelecidas até que você restabeleça a conexão, mas você ainda pode assistir TV e apreciar filmes em Blu-Ray e DVD.”

A obrigatoriedade de conexão à internet é um assunto que gera opiniões bem diversas, na maioria das vezes negativas – não só acerca do novo videogame, mas também de games em várias outras plataformas.

Entre este e outros recursos do XBOX One, a Microsoft informou ainda que pretende analisar o feedback do público para divulgar mais informações e estudar novas opções.

(Via: IGN)

74 Respostas para “XBOX One: Microsoft confirma conexão obrigatória uma vez a cada 24 horas”

  • 7 de junho de 2013 às 16:11 -

    Renan do Prado

  • PS4 vem aí, olê olê olá. PS4 vem aí, olê olê olá!!!!

    • 7 de junho de 2013 às 16:18 -

      Renan do Prado

    • Agora, piada a parte….

      Eu não consigo acreditar que a Microsoft realmente levou isso adiante… o feedback já até virou meme de internet…

      • 7 de junho de 2013 às 16:50 -

        Kubrick Stare Nun

      • Mesmo assim eu acho que isso ainda vai ser bem vendido nos EUA, lá eles tem gente rica, burra e viciada em TV o suficiente pra ficar comprando essa bagaça às arrobas.

      • 7 de junho de 2013 às 17:04 -

        Danielwarfare

      • “Mesmo assim eu acho que isso ainda vai ser bem vendido nos EUA, lá eles tem gente rica, burra e viciada em TV o suficiente pra ficar comprando essa bagaça às arrobas.”

        Resumão: America=Gordos kkk

      • 7 de junho de 2013 às 17:05 -

        Danielwarfare

      • “Mesmo assim eu acho que isso ainda vai ser bem vendido nos EUA, lá eles tem gente rica, burra e viciada em TV o suficiente pra ficar comprando essa bagaça às arrobas.”

        Resumão: America do norte=Gordos kkk

      • 7 de junho de 2013 às 17:06 -

        Danielwarfare

      • LOL, a macumba da repetição de comentários.

      • 7 de junho de 2013 às 17:24 -

        Kubrick Stare Nun

      • E você achar que foi atoa esse negócio da “funções televisivas” do Xbone serem exclusivas pros states?

      • 7 de junho de 2013 às 18:56 -

        Renan do Prado

      • O Xbox One foi realmente criado para o público Americano, a Microsoft até declarou que depois de um tempo, ia pensar em como oferecer o mesmo conteúdo pro resto do mundo. Bem, deveriam pensar nisso ANTES de lançar o console.

      • 7 de junho de 2013 às 19:07 -

        Thiago

      • Na real, acho que a principio eles estão só jogando a informação no mercado para ver como a galera vai reagir … na última hora acho que eles vão amarelar com esta idéia.

      • 7 de junho de 2013 às 19:11 -

        Albert Dark

      • Como o Kubrick Falou, essa bosta aí é o que o povo americano quer, filme, séries e de vez em quando jogos, tanto é que a pré venda do Xbox one já bateu recorde de vendas na Blockbuster, o detalhe é que vendeu mesmo sem ter o preço anunciado.
        fonte: http://www.cinemablend.com/games/Xbox-One-Pre-Orders-Set-Sales-Records-Blockbuster-56154.html

    • 7 de junho de 2013 às 19:54 -

      JairoDS

    • olê olê olá!!!!

    • 8 de junho de 2013 às 01:51 -

      zecarlos

    • e viva a terra do consumismo albert hehehhe…mas sou da seguinte opiniao,o novo xbox,ruim ou nao…parece ter sido feito exclusivamente pros paises do eixo que consomem muitos games…ao contrario de nos brasileiros

    • 9 de junho de 2013 às 19:37 -

      Adilson

    • Se for mesmo esse tipo de situação no XBOX ONE… EU NÃO VOU COMPRAR…. vou direto pro PS4 e se ele tive algo parecido com isso vou pro Wii U…

      Galera, o negócio é BOICOTAR… BOICOTEM ESSES FDPs e eles não tem pra quem vender… não é possível que o povo aceite um coisa dessas.

      Mas se isso acontecer… SOU A FAVOR DOS HOMEBREWS … SE É QUE VC ME ENTENDEM…pois tem horas que os “homebrews” é um verdadeiro soco na cara desses gananciosos… e nesse hora é que eu me vingo e dou muita risada… kakaka

  • 7 de junho de 2013 às 16:21 -

    Robs

  • Tive os dois consoles na ultima geração, e gostei do X360, enfim, tem a questão de como o mercado nacional trabalhava o X360 e não vou me aprofundar nisso. A maior é questão é ver mesmo como serão os novos jogos e tudo o mais. Possuo internet, mas tb não vejo com bons olhos essa obrigação. No fim das contas vou ver qual cabe melhor no bolso a médio prazo de uso e que oferecerá o melhor benefício.

    • 7 de junho de 2013 às 16:25 -

      Renan do Prado

    • Em termos de internet aqui no Brasil há o problema de quem não tem conexão boa, ou nem tem internet.

      Mas o pior ponto, isso destacado por gamers de países mais ricos que o Brasil é: E se a net cair? Mesmo lá fora, como fácil acesso a internet muito melhor que a nossa, a recepção dessa imposição é muito negativa.

  • 7 de junho de 2013 às 16:41 -

    m0zilla

  • O xbox se resume a dinheiro cara:

    Dinheiro de pilhas pro controle
    Dinheiro para a xbox live
    Dinheiro para os jogos

    Sem falar nas dispezas:

    Energia
    E agora , Internet

    Mas se você tem dinheiro , talvez você consiga jogar de boa.

    • 7 de junho de 2013 às 17:00 -

      leandro leon belmont alves

    • falasse tudo Mozilla, melhor aproveitar os ultimos meses de 360 enquanto ainda restam

    • 7 de junho de 2013 às 19:18 -

      Albert Dark

    • Na verdade tudo o que você falou aí se aplica à todos os consoles.
      Na atual geração não é mandatório as redes (live e PSN), mas ambas são boas somente a versão paga, ambos os consoles tem bateria para os controles enfim…
      Mas o ponto que eles querem estripar nossas carteiras de todas as formas possíveis é a mais pura e triste verdade.

  • 7 de junho de 2013 às 16:42 -

    Danielwarfare

  • COMO ASSIM!!! quer dizer que ela ainda vai “analisar” a situação dos fans? ela é surda? cega? burra? a MAIORIA dos fans estão PUTOS com isso. Vai cagar Microsoft, você fudeu de todas as maneiras sua fanbase e o Xbox, não importa o que você mostrar na E3(que aparenta ser pouco), eu não compro essa porcaria ai não. Cruzes.

    Esqueça o Xbox One e compre um PC \o/…ou um Wii U…ou um PS4…Wii, compre qualquer coisa, menos esse DVD platinado que quer nos obrigar a dar todo nosso dinheiro ao Bill Gates :D

    • 7 de junho de 2013 às 16:52 -

      Danielwarfare

    • Quer uma nova opção Microsoft? que tal acabar com essa putaria de limitar seus consumidores. Pois a cada noticia é uma bomba: Xbox One não pode isso, não deixa isso, nunca vai fazer isso, esqueça isso, etc. Fora o fato de que muito do que você apresentou na E3, só vai estar presente para os Americanos, o que torna essas bostas de TV, Skype, Sports, etc. O que torna inutel para nós Brasileiros e para vários outros países.

      O que mais me irrita é que eles acham que poder mudar de canal instantaneamente é a revolução dos games…só digo isso: Controle remoto…

    • 7 de junho de 2013 às 16:57 -

      Kubrick Stare Nun

    • Concordo, Xbone é mau negócio; é melhor instalar uma CCTV na sua sala e enviar o feed direto pra CIA e pro FBI, sai mais barato.

    • 7 de junho de 2013 às 19:02 -

      Sir.Liipe Silva

    • ”DVD platinado que quer nos obrigar a dar todo nosso dinheiro ao Bill Gates”
      rindo litros aki kkkkkkkkkkkkkkk

  • 7 de junho de 2013 às 16:43 -

    Kubrick Stare Nun

  • Engraçado, na desculpa deles pra forçar o console a conectar constantemente eles não mencionaram DRM. Devem achar que somos retardados… tem base achar que alguém vai ser burro o suficiente pra acreditar que os caras iriam bloquear o funcionamento do console meramente porque “o seu software não está atualizado”? É óbvio pra qualquer pessoa com meio cérebro que seja que isso se trata de uma política de limitação extrema do hardware pra bloquear qualquer forma de jailbreaking e ainda por cima, com essa integração forçada do Kinect 2 (que não passa de uma câmera e microfone always on), sobra margem pra questionarmos se a Microsoft não está deliberadamente servindo como um proxy de espionagem e por isso deseja que o feed do Kinect 2 esteja sempre disponível através da internet. É o cúmulo da cara-de-pau essas mentiras que a Microsoft anda cuspindo.

    E a maior ironia de todas vai ser o povo jogando Watch Dogs nessa merda. LOL

    • 7 de junho de 2013 às 16:55 -

      Danielwarfare

    • Esse troço de Kinect 2 ligado o tempo todo é uma bosta mesmo. Até parece que eu gostaria de ter uma câmera me vigiando toda hora, fora o fato que isso só vai encarecer mais ainda o produto.

    • 7 de junho de 2013 às 18:46 -

      Leonardo Felipe

    • Best coment ever!!! “Diz q joga Watch Dogs, mas deixa o xboxone ligado na net o dia td!”

    • 7 de junho de 2013 às 19:07 -

      Renan do Prado

    • Jogando Wtach Dogs foi boa!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Se a pessoa fazer isso pela pode tatuar no peito “Vid4 Lok4”

  • 7 de junho de 2013 às 17:08 -

    Leonardo

  • Eu já me decidi…
    independente de como for, vou comprar tanto o PS4, quanto o XBO

    Será a primeira vez que terei os dois videogames!!

    Mas muito provavelmente sempre darei preferencia por jogos do PS4, e do XBO só vou comprar exclusivos!

  • 7 de junho de 2013 às 17:13 -

    MArcos

  • Só digo uma coisa, ADEUS XBOX

  • 7 de junho de 2013 às 20:29 -

    C Henrique Almeida

  • É de verdade eles deram um tiro no pé, pelo menos aqui no brasil, se permanecer assim a sony vai dominaro mercado do console novamente.

    • 18 de junho de 2013 às 18:18 -

      Gabriel Silva

    • Concordo totalmente, eu pagava muito pal pro XboX 360 de fato ele e bom
      Mais depois dessa papagaia da Microsoft, vou e de PS4 mesmo

  • 7 de junho de 2013 às 21:30 -

    Carlos Odilon

  • Sejam bem-vindos PS4 e Wii U!

  • 7 de junho de 2013 às 21:37 -

    Felppe Luiz

  • kkk vcs são muito ignorantesaadianta eles fazerem isso.pq cada pais tem sua politica, e formas de leis.aki no brasil, eles vao ter q q mudar a politica de venda pros brasileiros se eles quiserem vender seus consoles para a merica latina, vao fazer q nem eles fazem la xbox live, tem suas politicas restrista de cada pais , entao se eles quiserem vender ser consoles no brasil vao ter q rever seus conseitos as leis do brasil.

    • 7 de junho de 2013 às 21:48 -

      Renan Do Prado

    • Quem é ignorante? Os brasileiros ou o Mundo inteiro?

    • 7 de junho de 2013 às 20:04 -

      leandro leon belmont alves

    • eu quase vomitei no seu português amigo, não escreva com tanta pressa.

  • 7 de junho de 2013 às 21:55 -

    Ildemar Pereira

  • Vixi… O legal era quando agente comprava ou gravava um jogo e emprestava, do jeito que as coisas andam, até o controle eles vao querer colocar um dispositivo que funcione só no próprio game!

    • 7 de junho de 2013 às 21:59 -

      Danilo Leal

    • Eu so tenho a dizer o seguinte… Xbox lose, PS4 win

  • 7 de junho de 2013 às 18:57 -

    Kubrick Stare Nun

  • 7 de junho de 2013 às 19:04 -

    Carlos

  • Caras, não sei, posso estar falando besteira e tal… mas se uma pessoa não tem ao menos R$ 29,90 para assinar um mega que seja, só para cuidar dessas atualizações diárias, que com certeza é uma arma ferrada para combater a pirataria ( coisa que eu aprovo), poxa, não vai ter grana para manter um hobby que já deixou de ser brinquedo a muito tempo e está fiando cada vez mais caro. Ou seja, quem curte e tem grana bem, quem não tem, foca no pc e continua baixando, certo?

  • 7 de junho de 2013 às 22:05 -

    Thiago Henrique

  • Já to vendo que quando trocar meu XBOX 360, vai ser por um PS4 mesmo…

    • 8 de junho de 2013 às 02:55 -

      Thiago Andrade

    • Fato.
      A Microsoft vai perder e muito com isso.
      Tomara que a Sony não adote essa política imbecil.

  • 7 de junho de 2013 às 19:21 -

    Albert Dark

  • Não sou de apoiar pirataria, mas dessa vez digo com orgulho, se sair uma versão desse console com um chip de desbloqueio pirata eu compro só pra ter o gostinho da vitória, ainda ponho um papel de parede escrito Kill Bill.

  • 7 de junho de 2013 às 19:54 -

    Arthur

  • Resumindo; o XboxOne vai ser uma bosta. Correção, “A” bosta. Isso tá tão ruim mas tão ruim, que a própria ONU vai ter que baixar uma nova meta do milênio que é ” destruir todos XboxOne criados e prender todos que abriguem ou escondam um.”. Se essa porcaria não falir a economia americana de vez então duvido que aja algo que consiga.

  • 7 de junho de 2013 às 19:54 -

    Glaucio

  • Oi SONY… depois de um bom tempo longe curtindo um XBOX360…estou de volta!!!! pelo menos até a galera descobrir um jeitinho :D

  • 7 de junho de 2013 às 23:32 -

    Thiago Albuquerque Kozusko

  • Mas temos que ver o que os desenvolvedores farão. Pq se ele investirem mais no xbox por não haver pirataria teremos que migrar pra ele.

    • 7 de junho de 2013 às 20:54 -

      Renan do Prado

    • Cara, isso não faz sentido ALGUM.

  • 8 de junho de 2013 às 00:13 -

    Rogério Pinto de Oliveira

  • Arkade, Vcs deveriam ter divulgado toda a noticia, pois acaba ficando muito negativa a visão do publico, e tem coisas interessantes sobre o sistema de emprestimo, Utilização em grupo dos jogos, Acesso Gold a todos cadastrados no console, mesmo com somente uma conta paga, etc)
    Concordo que esse fator vai ser um complicador no brasil, mas temos que entender a necessidade proteção quanto a pirataria. Vamos aguardade cenas dos procimos capitulos.

    • 8 de junho de 2013 às 00:24 -

      Renan Do Prado

    • Não se trata de uma notícia incompleta, se há vantagens nesse sistema, não é a todos que ira atingir. Essa proteção a pirataria está ferindo os direitos dos gamers sobre seus próprios jogos. Nada contra criar políticas anti-pirataria, mas proibir alguém de jogar um game original, que o próprio comprou, porque ele não fez o "check-in" diário está longe de ser benéfico, trata-se de limitação. Até onde vai a "ética" de uma empresa em se proteger comprometendo a satisfação do consumidor? Seria a mesma coisa eu comprar um carro e ser impedido de dirigi-lo pois não confirmei para a fabricante que estacionei ele na minha casa no dia anterior.

      • 7 de junho de 2013 às 23:38 -

        Babiro

      • Concordo com você Renan, o que eles estão fazendo é limitação e não se protegendo, você não poder jogar um jogo que você comprou no console que você comprou sem antes entrar na sua conta é absurdamente ridículo, escroto. Eu sou contra pirataria sim, mas a Micro$oft não quer só se proteger da pirataria, eles querem é ditar o que você pode ou não fazer no console e saber do que você faz nele!!!!!!

      • 8 de junho de 2013 às 00:18 -

        Richard

      • Foi incompleta, sim! Deixou uma imagem totalmente negativa sobre o console. Pelo amor de Homer, quando vocês vão entender? Videogame, assim como o amigo disse acima, já deixou de ser um passatempo barato, se é que foi um dia. Se quisermos jogar, vamos ter que gastar, sim, e ponto. E isso que a Microsoft está fazendo é puro reflexo e consequência dos atos que nós jogadores desenvolvemos por anos: pirataria. Não me importaria se a Sony optasse pelo mesmo caminho. Em relação ao uso obrigatório da Internet, temos que lembrar que estamos na era da tecnologia e a Internet é parte integrante disto. Se a empresa decidiu que para jogar, precisamos estar conectados, então quem não tiver acesso à Rede, não compra e não joga, é simples. Imaginem um produto que necessite do uso de outro produto para funcionar. Vejamos alguns exemplos: o Sega CD precisava do Mega Drive para funcionar, assim como o 32X, os jogos Donkey Konga necessitavam do Bongô, o Kinect precisa do 360 etc. Esse sistema foi evoluindo e hoje um console precisa de uma conexão simples de banda larga. Qual e o problema? Se a gente tivesse feito uma forcinha para comprar jogos originais, sem dar brecha para a pirataria, hoje essa noticia não faria sentido algum. Ou seja, quem sempre comprou original vai continuar se divertindo normalmente na próxima geração. E essa dificuldade para se transferir um jogo usado é, como já disse, consequência de tudo isso. Ou vocês acham que uma indústria gigantesca como essa ficaria de braços cruzados por mais uma geração, enquanto a “indústria” da pirataria continuaria causando rombos e mais rombos que são responsáveis até por cancelamentos de boas ideias que chegariam para nós? Bom, é isso. :)

      • 8 de junho de 2013 às 00:37 -

        Renan do Prado

      • Imagem negativa do console é algo subjetivo, a notícia se tratava da declaração feita pela Microsoft e em como a Microsoft fez essa declaração. Ela não declarou que isso tudo é uma medida contra-pirataria. É uma medida? Obviamente que é. Mas na época do PS3 a Sony fez um grande marketing mostrando que seu console era “indesbloqueável”, o que ele de fato foi por um bom tempo.

        O novo Xbox, da forma que a MICROSOFT o apresenta, é um console que possuirá bloqueios para gerenciamento das vendas do game ORIGINAL. É um “policiamento” para garantir que o os jogadores estão jogando no Xbox One de acordo com a “politica”. Se isso trás benefícios? Sinceramente, somente numa próxima, ou duas próximas gerações eu PESSOALMENTE verei vantagens num sistema desses. Steam faz isso faz tempo, não acho certo, mas os jogos são realmente baratos.

        Vejo que há pessoas que estão enxergando benefícios com esse sistema. Ok, internet é algo comum pra (quase) qualquer pessoa hoje em dia. Mas existem conexões ótimas, boas, médias, ruins e péssimas.

        E o ponto principal que está desfavorecendo o Xbox One na visão dos gamers é o controle que a Microsoft está impondo sobre seu próprio produto, afastando os jogadores. Isso é refletido pelo “check-in diário, ou bloquearemos o seu jogo. Se a pessoa tem dinheiro para comprar o game original, ela deve a cada dia provar que está com o original?

      • 8 de junho de 2013 às 01:50 -

        Richard

      • Se esse for o único modo de barrar a pirataria, sim!

      • 8 de junho de 2013 às 02:24 -

        Renan do Prado

      • Mesmo que isso signifique que os games acabem se tornando novos “Diablo III”, onde você compra o direito de jogar o game, e só o pode fazer se a Blizzard permitir?

        Isso já não é mais questão de “abaixo a pirataria”.

      • 8 de junho de 2013 às 03:35 -

        Kubrick Stare Nun

      • Richard:

        Primeiro de tudo: A REALIDADE passa um imagem negativa do Xbox One, tudo que a Microsoft tem revelado até agora sobre o console fudido dela vem redundantemente trazendo a mesma mensagem: Ele será cheio de limitações arbitrárias e desrespeitará completamente a privacidade e liberdade do consumidor/usuário.

        Em segundo lugar: Essa história de “ai, estamos no futuro, tudo tem que ficar conectado na internet o tempo todo” é a mais pura balela. Eu nem sei as contas de quantos aparelhos eletrônicos eu tenho aqui na minha casa e fora o meu modem (obviamente) não absolutamente nenhum deles que requer conexão com a internet para funcionar. A decisão da Microsoft de exigir conexões constantes com a internet é estritamente ARBITRÁRIA.

        Em terceiro lugar: Quem acha que jogar vídeo games necessariamente é um hobby muito caro ou nunca acessou a Steam na vida ou é um retardado mental.

        Em quarto lugar: O complexo midiático da indústria do entretenimento SEMPRE exagerou tremendamente as dimensões e importâncias da pirataria e SEMPRE usou da pirataria como desculpa para tomar medidas que agrediam a liberdade do consumidor. Desde 1900 e guaraná com rolha já eram exibidas na televisão e no rádio propagandas dizendo que a pirataria iria destruir o cinema, destruir a música, destruir os vídeo games e destruir tudo mais quanto há e hoje estamos aqui e a indústria do entretenimento é um mega-complexo que movimenta trilhões de dólares e que em momento algum de sua história parou de crescer.

        Em quinto lugar: Quem sempre comprou original não vai “continuar se divertindo normalmente na próxima geração”, principalmente se for caixista; primeiro porque a “next-gen” da Microsoft vai ser uma chefiada por uma maquina vinda do mundo dos pesadelos que consegue sintetizar o terror da alienação de “Admirável Mundo Novo” com o terror da vigilância de “1984” em um único ser. E segundo porque a Microsoft simplesmente resolveu que iria anular qualquer forma de retrocompatibilidade, assim todos aqueles compram games originais na geração passada verão a biblioteca de games na qual eles gastaram uma pequena fortuna ficar obsoleta graças à “obsolescência programada” determinada pela Micro$oft.

      • 8 de junho de 2013 às 09:16 -

        Richard

      • Kubrick, concordo com alguns pontos que você citou. Mas, na boa, como você mesmo disse… a REALIDADE pode não ser boa e tudo mais, contudo não deixa de ser REALIDADE, então, é isso aí, ou banca ou pede para sair. Não que eu tenha rios de dinheiro para fazer isso, pelo contrário, acho que até vou fazer parte dos que vão pedir para sair…de verdade. Vou ter que continuar nesta geração até sei lá quando, montar um pc legal e migrar para a Steam, por enquanto. O que eu queria ter dito é que a gente, que gosta das séries exclusivas, não tem escolha, principalmente se a Sony decidir de última hora fazer isso, também. Resumindo, é assim por que é, e por que é, e é assim mesmo… Nós não vamos chegar a lugar algum protestando, discutindo, esperniando, gritando e muito menos nos elogiando como retardados.

      • 8 de junho de 2013 às 14:30 -

        Kubrick Stare Nun

      • Mas para a nossa alegria o Xbox nunca teve exclusivos muito bons mesmo. Quem ficar no PC e PS4 vai poder se divertir muito bem.

    • 8 de junho de 2013 às 06:44 -

      Daniel Zimmermann

    • Rogério e Richard, a nossa intenção não foi passar uma visão negativa da Microsoft. Realmente saíram mais informações – sobre o sistema de empréstimos, etc – mas o foco deste post foi a questão da conexão (um dos mais debatidos). Então a matéria não está incompleta, ela é apenas dedicada a um tópico específico.

      Concordo que para se entender de verdade uma situação, temos que olhar por todos os ângulos possíveis, e suas participações (e de todos os nossos leitores) são importantes para conseguirmos isso.

    • 8 de junho de 2013 às 13:14 -

      Danielwarfare

    • Quanto mais se limita o consumidor, mais chances tem dele ir para o lado pirata da força. E só para manter claro, essas ações da Microsoft não querem acabar com a pirataria, e sim com o comercio de jogos usados, então esse papo de “para acabar com a pirataria etc” é furada.

  • 7 de junho de 2013 às 21:16 -

    Nymer

  • Bom, não vou fazer críticas ao Xbox One, nem o PS4 até porque não comprarei nenhum dos dois, há anos uso o PC como plataforma de jogos por questões de preferência mesmo – já que sempre monto uma máquina potente para trabalho, uso para a diversão também (nada contra a quem prefere videogames). Mas apenas colocando uma opinião sobre a questão da exigência de conexão. My two cents:

    Por um lado é muito ruim ficar sem jogar games que foram comprados a parte porque o aparelho não fez o sync do dia ou da hora. Porém, por outro lado, quem hoje que tem recurso para comprar um videogame mais caro ou montar um PC para jogos não possui conexão a Internet e WiFi em casa? O principal de tudo é o aparelho vir já preparado para rede e não como foi nas primeiras versões do Xbox 360 onde tinha que adquirir um adaptador WiFi separado.

    Hoje na minha casa a rede fica sempre ligada, só desligo ao dormir. É PC, tablet, notebook, celular, vários dispositivos que usam a conexão. O videogame seria apenas mais um. Sou usuário do Steam e mesmo podendo usar o aplicativo e jogos offline, acabo usando online, pois a conexão está ali presente.

    Logo o problema não é a conexão e sim a proibição de continuar a jogar games que foram comprados a parte. Se querem fazer um controle sobre conteúdo, empréstimos e pirataria que façam de outro modo. Ofereçam vantagens para quem mantiver o console online, promoções, sei lá…

    Os PCs são conhecidos/criticados pela pirataria, mas de uns tempos para cá isso tem caído, junto com os preços dos jogos – está mais fácil comprar um jogo por download, original, com suporte, sabendo que vai funcionar, com taxa de download no topo da conexão, do que ficar procurando fontes confiáveis para baixar um game crackeado correndo o risco de infectar e comprometer a máquina. Preços mais acessíveis para jogos é um caminho contra pirataria e empréstimos.

    Abraços

    • 8 de junho de 2013 às 01:49 -

      Richard

    • Se esse for o único jeito de barrar a pirataria, sim!

  • 7 de junho de 2013 às 23:28 -

    Babiro

  • Como se o Xbox One já não estivesse com má fama, eles ainda soltam mai essa, eu tinha certeza que o meu console da próxima geração seria o PS4, agora não resta dúvidas de que ele será o único. Daqui a pouco eles vão querer implantar um chip no seu cérebro que você só vai poder jogar se tiver esse chip, quando for comer vai ter que entrar na net no X1, quando for cagar, transar e por ai vai,ridículo.Mais uma prova de que o Bill Gates vendeu a alma pro diabo e que a Micro$soft e a EA tem um pacto satânico!!!!!!

  • 8 de junho de 2013 às 01:56 -

    zecarlos

  • meu….acho que essa parada funcionara perfeitamente nas terras do tio sam saca……quando penso nesses requisitos aqui no brasil…vejo um produto altamente inviavel de se ter na sala…seja pelo custo absurdo que sera com certeza,seja pela nossa maravilhosa conexao a internet

    agora esperar um feedback…ta de zueira ne…sera que eles tao trampando tanto que ninguem teve curiosidade de ver a repercusao de seu novo produto???

  • 8 de junho de 2013 às 10:51 -

    Edinaldo Figueredo Blasius

  • sou xbox desde o primeiro, mas se essa palhacada se estender vou pra sony, #fato

  • 8 de junho de 2013 às 15:39 -

    Kryzalid Toma

  • Esta confirmado que eu nao vou comprar essa.

  • 8 de junho de 2013 às 20:09 -

    jackson martins

  • ler essa noticia é o mesmo que ler “xbox confirma suicidio” ou chego o novo xbox playboy!!!!…por isso que eu nunca me arrependi do meu ps3….ps4 flawers victory!!! fatality..

  • 9 de junho de 2013 às 09:54 -

    Cleiton Leal

  • Sempre gostei mais do Xbox, porém não acho q isso vá dar certo…

  • 9 de junho de 2013 às 10:30 -

    Ghighix

  • Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony não caia nessa! Que a Sony…

  • 9 de junho de 2013 às 14:13 -

    Eduardo

  • Ainda acho que vídeo game e só uma forma de entreterimento se ficar mais caro que o benefício será substituída por outra.. Não fico assustado com a quebra de empresas de jogos vejo como uma adequação do mercado.. fica claro que os que quiserem produtos com hype alto pagaram muito por isso tanto que a biblioteca de jogos novos e pra maiores de 18 anos… Ainda será possível aos humildes jogar no ps2, wii ou tablet só haverá uma separação por quantidade de recurso financeiro…

  • 9 de junho de 2013 às 16:05 -

    paulo

  • Quero que me respondam uma coisa qual impressa já venceu a pirataria ?

  • 10 de junho de 2013 às 09:38 -

    André Andrade

  • Montem um ótimo PC, criem uma conta na Steam e cole um monte de posters de varios consoles nas paredes de seus quartos para não esquecerem que os mesmos um dia já existiram.

    Literalmente, entendo e compreendo o direito que cada empresa tem de combater a pirataria, mas video-game esta se tornando um Hobbie para pessoas que tem maior poder inquisitivo. Mas creio que o maior problema nisso ai é a limitação com jogos usados, poxa impor regras para jogos usados ou emprestador é o cumulo.
    Tudo bem que na Steam não tem como fazer isso, mas poxa vida esses dias o Batman Arkam City estava custando R$10,00! Neste caso nem tem o que pregar emprestado, e até dá para criar vergonha na cara e não piratear mais.

    • 10 de junho de 2013 às 09:45 -

      André Andrade

    • …ou emprestado é o cumulo*
      … tem o que pegar*

      Desculpe os erros, é que estou no trampo e digitando rápido. hehehe

  • 10 de junho de 2013 às 10:59 -

    Ghighix

  • Já sei o que fazer! Meu próximo console será um…

    TÃDÃDÃDÃÃÃÃÃÃÃ…

    Super Nintendo!

    ;D

    • 16 de junho de 2013 às 21:22 -

      ralf jr.

    • com certeza maluko , sem despesa pra redes online de serviço, sem pilhas pros controles , sem jogos de 50 pila….muito melhor!

  • 11 de junho de 2013 às 11:29 -

    gustavo

  • eles são muito burros assim a sony vai acabar com xbox one pois o ps4 se mostru muito mais vantajoso

  • 18 de junho de 2013 às 18:33 -

    André Ricardo Costa

  • Nas pesquisas de intenção de compra feita na gamespot americana conferida aqui: http://www.gamespot.com/twitter-battle/xbox-vs-ps4/, a Microsoft até que me surpreendeu com 21% das intenções do Xbox one contra 79% do ps4, pois é , como a Microsoft conseguiu tudo isso ?

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *