Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

2 de novembro de 2020
Autor: Junior Candido
Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

A série DIRT, que nos anos 2010 era sinônimo de festa 4×4, contou com algumas mudanças na geração atual. Seu quarto game, mais sério, tentou oferecer um pouco mais de simulação, e que rendeu uma série spin-off, a DIRT Rally, bem técnica e exigente, feita para quem gosta de um bom simulador. Mas, agora, às vésperas da nova geração, o quinto game da série traz o que o fã da franquia mais gosta: festa!

Com muito barulho, música alta, zerinhos, pistas insanas e muito mais, veja o que esperar da nova empreitada de corridas da Codemasters. E como a desenvolvedora tem se preparado para chegar na nova geração.

Voltando ao DIRT “raiz”, barulhento e cheio de luz

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

Música alta, muita cor, luz pra todo lado e neon são os elementos que voltam para DIRT. Todo aquele clima de evento de energético está de volta com o bom e velho modo carreira bem variado. O jogo é um pouco diferente de seu antecessor, até por que já existe a série DIRT Rally, a qual os esforços de realismo e simulação estão mais dedicados. Em uma espécie de árvore de opções, você vai escolhendo os desafios e, concluindo, desbloqueia o próximo correspondente e assim vai até o final do game.

Tudo com a participação de Troy Baker e Nolan North, que adicionam um pouco de narrativa através do podcast do game, o DIRT Podcast by Donut Media. Também há desafios contra pilotos específicos e outras novidades que falarei melhor a seguir. Além de um modo arcade com corridas rápidas, e um modo de tomada de tempo.

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road
A “árvore de eventos” de DIRT 5

São mais de 70 rotas, e dez países, e dá pra terminar o jogo fazendo apenas os eventos os quais você tenha mais facilidade, porém o divertido do game é se dedicar para realizar todas as atividades. O game não é muito exigente, no que diz respeito ao avanço, precisando cumprir tempos mínimos bem acessíveis, quando exigido, ou chegar em corridas com o terceiro lugar, no mínimo.

Tem até Brasil no jogo, olha só:

Mas vai por mim. O gameplay é tão divertido, que compensa conhecer etapa por etapa da campanha. E o game segue bem variado nos eventos, incluindo a imperdível Gymkhana. DIRT 5 tem uma veia totalmente arcade, porém exige certa habilidade do jogador, para pensar rápido e fazer suas curvas, ou dominar seus terrenos acidentados. É um gameplay mais simples, mas nem por isso, fácil em exagero. Você vai correr na terra, no asfalto, na neve, e até em pistas escorregadias de gelo. Além disso, um outro elemento deixa as corridas mais interessantes: a mudança de clima.

O fator clima se soma positivamente ao excelente trabalho visual do game. Carros, pistas, e detalhes ao redor. Tudo no game é bonito. Assim, durante uma corrida, você pode encontrar diversos obstáculos naturais, que pode ser desde um anoitecer, até uma tempestade de areia. Dá só uma olhada neste exemplo:

A IA, por sua vez, está bem agressiva. Os adversários vão com tudo para cumprir o trajeto, e não se importam muito em te tirar da pista para isso. Não são desleais, e não te empurram com maldade. Entretanto, são agressivos o suficiente para não se importarem muito com uma ultrapassagem limpa.

Lembrando, também, que é um jogo interessante para os adeptos de conquistas ou troféus. São 20 conquistas (mais o troféu de platina, no caso do Playstation 4), cuja grande maioria é desbloqueada apenas “jogando o game”.

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

E, por fim, os carros. São muitos e com uma variedade maior do que outros games da série. Temos gaiolas, picapes como a F-250, e carros famosos do mundo do rally, como o Subaru Impreza ou o Ford Fiesta. Mas ainda há carros como Mustang, Aston Martin, Porsche e muitos outros, que dá uma dinâmica bem divertida no game.

Os carros não são tão complexos de se comprar, já que o game é razoavelmente generoso em premiação com dinheiro do game, os DIRT Dollars, e também não contam com upgrades. Mas contam com um bom esquema de customização, permitindo até salvar vários esquemas, correndo cada corrida com um carro de estilo diferente. É um esquema mais simplificado, feito para quem apenas quer acelerar.

O menos que é mais

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

O que o game oferece, em seu pacote inicial, não é muito, se comparado a outros games de corrida. Mas é o suficiente para agradar os fãs. Faltam coisas básicas, é verdade, como o modo replay e até o modo rewind, comum nos jogos da Codemasters. Porém não só o gameplay divertido compensa, como as muitas opções de diversão que o game oferece.

Além do modo campanha, DIRT tem um modo multiplayer offline com tela dividida para até quatro jogadores, o suficiente para uma festa entre amigos. O modo online, que por enquanto ainda não é possível falar de maneira concreta sobre o seu funcionamento, oferece boas novidades também.

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

Os modos Vampire, King e Transporter terão mapas construídos para eventos de corrida para 12 jogadores. As corridas online terão curadoria do game. Mas a cereja do bolo, com certeza, é o modo Playground. Com “alma” de rede social, o modo permite ao jogador criar, compartilhar e descobrir arenas únicas de corrida.

Você pode oferecer suas arenas para a comunidade, e jogar as opções de outros jogadores, podendo até curtir a pista, ou dar preferência para determinados estilos. Segue aqui um exemplo deste modo, com um evento já criado pelo game:

Este modo praticamente “anula” o argumento de que DIRT 5 não traz tanto conteúdo assim. Pois, dando para a comunidade o poder de criar suas próprias pistas e arenas, é praticamente certo de que muita coisa boa sairá da cabeça dos jogadores, e sempre haverá novidades para serem jogadas, por muito, muito tempo!

DIRT 5 se garante no seu gameplay e na sua comunidade. Oferecendo, assim, oportunidades únicas e quase infinitas de gameplay, pois não fica preso apenas às pistas previamente criadas, que também são muito boas. E, por se tratar de corridas e eventos curtos, ainda dá pra curtir o game de forma casual, caso o jogador tenha pouco tempo para se dedicar ao game em determinado momento.

Ótimas expectativas para a próxima geração

Avaliar DIRT 5, também é, devida as circunstâncias, observar as movimentações da Codemasters com foco na próxima geração. O estúdio britânico tem em seu portfólio a franquia Fórmula 1, a série DIRT, a série Grid, e a série de simulação DIRT Rally. E DIRT 5 já nos mostra o que pode nos aguardar pelos próximos anos.

A tecnologia de mudanças climáticas, por exemplo, podem redefinir os games de corrida no futuro. Assim como Enduro, que introduziu este elemento nos games, as possibilidades, que foram evoluindo com o passar do tempo, agora são ainda maiores, podendo nos fazer esperar até por mudanças aleatórias, sem necessariamente o game estar programado para sempre ativar aquele evento.

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

O gameplay também nos faz aguardar mudanças positivas. Somando o elemento clima, somando o Ray-Tracing, e as diferentes formas de se guiar dependendo do terreno, o game já mostra que está mais divertido correr no gelo, ou na lama. E a iniciativa de criação de eventos também é bem vinda. Imagina se for possível, por exemplo, criar adaptações de circuitos existentes ou criar o seu próprio num game Fórmula 1?

Mas, o mais interessante, é que já poderemos ver algumas destas expectativas em ação já neste mês, com o lançamento de Playstation 5 e Xbox Series X|S. Ambas as versões de console, para Playstation 4 e Xbox One, terão o upgrade gratuito garantido pela Codemasters, e seus novos usuários poderão usufruir de mais qualidade visual para o jogo.

Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road

DIRT 5 representa, mais do que o retorno de uma franquia querida pelo fã de velocidade aos seus dias mais “barulhentos”, e um game extremamente divertido e gostoso de se jogar, uma ponte entre a atual e a próxima geração. Isso significa que donos de consoles atuais já podem ter uma ideia do que esperar no futuro, enquanto quem já investiu na nova geração também já poderá curtir o game, assim que tiver seu console em mãos.

DIRT 5 chega no dia 6 de novembro, para Playstation 4, Xbox One e PC. O game também estará disponível na próxima geração, com upgrade gratuito para quem comprar o game hoje, em um console atual, e no futuro, comprar um console da nova geração.

Uma resposta para “Análise Arkade: DIRT 5 traz de volta a sua festa off-road”

  • 2 de novembro de 2020 às 14:10 -

    Helinux

  • ¨Porém não só o gameplay divertido compensa, como as muitas opções de diversão que o game oferece.¨!!!! a etapa do vídeo Brazil ficou dukralho!!!! O jogo em si tem tudo de bom e um pouco a mais, como dizem!!!! valeu!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *