Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

2 de maio de 2017
Autor: Rodrigo Pscheidt

Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

Está acontecendo! Depois de anos de incertezas e promessas, Darksiders 3 é uma realidade! A Amazon vazou informações e screenshots sobre o game, que deve chegar no ano que vem!

O jogo ainda nem foi anunciado oficialmente — um anúncio oficial provavelmente rolaria na E3, mês que vem –, mas eis que a Amazon colocou o carro na frente dos bois e soltou um monte de informações e até algumas imagens do game!

[UPDATE]

Antes da notícia ir ao ar, foi liberado o trailer oficial do game, então confere aí:

[FIM DO UPDATE]

Quem está cuidando da produção do game é a Gunfire Games, que ajudou na produção das versões remasterizadas dos jogos anteriores. O criador da série, Joe Madureira, segue acompanhando de perto a produção.

Segundo a Amazon:

“Retorne para a Terra apocalíptica em Darksiders III, um action adventure hack-n-slash onde os jogadores assumem o papel de Fury em sua busca para caçar os Sete Pecados Capitais. A mais imprevisível e enigmática dos Quatro Cavaleiros, Fury deve ter sucesso onde muitos falharam: trazer equilíbrio às forças que agora assolam a Terra. Darksiders III é o tão esperado terceiro capítulo da aclamada franquia Darksiders!”

Confira as imagens e artes conceituais que a loja virtual vazou:

Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!

O descritivo da Amazon ainda entrega alguns detalhes do gameplay, e das armas, equipamentos e habilidades de Fury. Traduzimos tudo para você abaixo:

  • Jogue como Fury: uma maga que deve confiar em seu chicote e sua magia para restaurar o equilíbrio entre o bem e o mal na Terra.
  • Aproveite a magia de Fury para desencadear suas várias formas – cada uma delas lhe dando acesso a novas armas, movimentos e habilidades.
  • Explore um mundo aberto amplo, vivo, no qual Fury precia ir e vir para desvendar segredos ao avançar a história.
  • Derrote os Sete Pecados Capitais e seus servos que variam de criaturas místicas a seres degenerados.
  • O estilo característico de Darksiders continua: um jogo expansivo pós-apocalíptico, com ambientes que levam o jogador das alturas do céu para as profundezas do inferno; um mundo dilapidado pela guerra e retomado pela natureza.

Darksiders 3 será lançado em 2018, ainda sem uma data específica. Estão confirmadas versões para PC, Playstation 4 e Xbox One.

P.S. Com você deve saber, somos muito fãs de Darksiders aqui na Arkade. Temos reviews dos dois jogos remasterizados aqui no site: clique aqui para ler a review do primeiro Darksiders, e aqui para ler nossas impressões do segundo jogo.

(Via: Polygon, Amazon)

4 Respostas para “Darksiders 3: trailer, informações e imagens do game que chega em 2018!”

  • 2 de maio de 2017 às 17:41 -

    Onigumo

  • Nunca entendi bem como a thq faliu, os jogos davam tudo que o publico alvo queria timtim por timtim, principalmente no que se refere a vigil, sao como os jogos do transformers ou os filmes dos velozes de furiosos, como entra em falencia?

    • 2 de maio de 2017 às 21:48 -

      Dingao

    • reza a lenda que foi apostar alto em jogos q nao deram certo como homefront(um marketing absurdo) e em um MMO que nao me recordo

      • 3 de maio de 2017 às 10:18 -

        Onigumo

      • Nossa que furada, mas eles quebraram tao feio que nao deu pra se reerguer na epoca ou abandonaram o barco mesmo? Pq se eles tivessem feito um spin off aqui e outro ali, umas dlcs e tal deveriam ser capases de por o carro pra andar nao? MMO? Nossa, na epoca tinha tantos, um tanto ousado da parte deles

    • 3 de maio de 2017 às 17:34 -

      Rodrigo Pscheidt

    • Foi uma série de fatores, na verdade. A THQ era publisher de seus próprios jogos (e de jogos criados pelos estúdios menores que a compunham, como o Vigil Games, por exemplo), então saía do bolso dela a grana de produção, os salários dos desenvolvedores, a verba do marketing, e tudo mais. Se o jogo não vendia bem, o prejuízo era todo dela, e quando um jogo vende mal, as ações da empresa caem, e o negócio vira uma bola de neve.

      Algo semelhante aconteceu com a Mad Catz recentemente: ela se mantinha firme no mercado fabricando instrumentos, arcade sticks e periféricos… mas aí ela resolveu ser a publisher (e a fabricante dos instrumentos) do último Rock Band. Investiu milhões no jogo, e ele vendeu muito mal. Quebrou a empresa, que faliu e fechou suas portas.

      A THQ ainda meio que voltou das cinzas sob a alcunha THQ Nordic, mas muitas outras não têm a mesma sorte.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *