Mutant Year Zero: Road to Eden traz stealth e problemas para o Switch

18 de agosto de 2019
Autor: Junior Candido
Mutant Year Zero: Road to Eden traz stealth e problemas para o Switch

Em 2018, falamos de Mutant Year Zero: Road to Eden. O game, que lembra de cara XCOM, traz um pouco mais para o gameplay, como o stealth, e até alguns elementos de RPG. A grande diversão do game, está na mistura de elementos de games de estratégia, que prezam pela administração de recursos e horas certas para as ações, com elementos de ação, como a furtividade, ótima para fugir de inimigos ainda mais fortes do que você.

O game chegou para o Switch, e com toda a sua proposta, tudo indicava que o casamento seria perfeito. Pensando no modo móvel do console, a dinâmica do game é a ideal para quem gosta do gênero, e boa o suficiente para funcionar em modo portátil.

Mutant Year Zero: Road to Eden traz stealth e problemas para o Switch

O universo é interessante. Baseado em um RPG de mesa ainda dos anos 80, você controla alguns mutantes, que são animais que ganharam vida, devido a um passado global cheio de guerras, e desastres naturais. Em um típico mundo pós-apocalíptico, cabe a você proteger a Arca, um acampamento de sobreviventes e, no game, investigar o sumiço de Hammon, um dos patrioteiros mais importantes do lugar.

Uma pena que tudo isso foi levado ao Switch de maneira tão esquisita. No Dock, tudo bem, o console até reproduz bem o jogo. Mas no modo portátil, que tem se mostrado uma boa em vários outros games que foram portados para o Switch, o jogo muda, negativamente, de figura. Resolução baixa, gráficos esquisitos e efeitos visuais sem muita qualidade. Esses problemas chegam a atrapalhar na exploração dos cenários, uma vez que por causa da visão do jogo, os elementos são bem pequenos.

Mutant Year Zero: Road to Eden traz stealth e problemas para o Switch

São problemas que dá a impressão de que a equipe responsável simplesmente não se preocupou — ou não teve tempo adequado — para testar e lapidar o game no modo portátil. Tudo indica que novas atualizações poderão amenizar isso, mas pelo menos por enquanto, o ideal é jogar o game apenas no Dock.

Mas, problemas técnicos a parte, os donos do videogame da Nintendo ganham um extra bem interessante. O Switch recebeu direto a versão Deluxe, que conta com a expansão Seed of Evil, com ampliação da história principal, mapas novos e personagem inédito.

Como um todo, Mutant Year Zero é um jogo muito interessante. É sim uma ótima opção de estratégia para o Switch, mesmo com os problemas mencionados, que, esperamos, sejam resolvidos por atualizações. O jogo segue divertido, com uma proposta única de mistura de estratégia e ação, e vale a pena para os fãs do gênero.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *