Análise Arkade – Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos

23 de novembro de 2019
Autor: Rodrigo Pscheidt
Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos

Prepare-se para embarcar em uma jornada pelo universo de Star Wars como nunca vista antes! Confira agora nossa análise de Star Wars Jedi Fallen Order, uma ótima surpresa deste fim de ano, que se afasta da fórmula Battlefront para oferecer uma grande aventura single player!

Em uma galáxia muito, muito distante…

Somos apresentados a Cal Kestis,um padawan que decidiu omitir seus poderes com a Força para não ser caçado e eliminado pelo Grande Exército da República, que está cumprindo a Ordem 66 e exterminando todos os Jedi que encontram. Quem é fã da série já sacou que isso encaixa este Jedi Fallen Order entre os episódios III e IV da saga cinematográfica.

Cal vive anonimamente como sucateiro, porém, quando precisa utilizar seus poderes para salvar a vida de um colega de trabalho, não demora para o Exército chegar até lá e começar uma dura caçada, comandada pela misteriosa Segunda Irmã. O jovem padawan acaba sendo salvo por Cere, uma ex-Jedi que tem um plano para tentar restabelecer a Ordem Jedi… mas para isso, precisa da ajuda de um Jedi, e acaba recrutando Cal.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Cal em seu primeiro confronto com a Segunda Irmã

Nossa jornada começa em Bogano, e quando encontramos os antigos segredos do cavaleiro Jedi Eno Cordova — incluindo o simpático drone BD-1, — vamos sair pela galáxia para coletar as outras pistas que Cordova espalhou em lugares secretos e sagrados dos Jedi, em diferentes planetas — incluindo aí Kashyyyk, terra natal dos Wookies, e Dathomir, lar da espécie de Darth Maul.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Hologramas… sempre nos dando trabalho

Sei que usei muitos termos que talvez quem não é fã de Star Wars não entenda, mas felizmente a história que temos aqui até que funciona bem de forma independente, embora, obviamente, quem está por dentro do “lore” de Star Wars vai desfrutar de uma experiência bem mais completa, pois há easter eggs, referências e participações especiais aqui e ali.

Nada se cria, tudo se copia

Sabe como Darksiders se apropria de elementos de Zelda, Portal e até Shadow of the Colossus para criar algo que, se não é realmente novo, pelo menos é super funcional? Star Wars Jedi Fallen Order faz basicamente a mesma coisa, mas bebe de outras fontes para entregar um gameplay que envolve muita exploração, resolução de puzzles e combates intensos!

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
O jogo não é mundo aberto, mas tem cenários bem grandes e expansivos

Na exploração, o jogo lembra muito o que vimos em Uncharted e na trilogia Tomb Raider pós-reboot. Os segredos de Cordova estão em lugares que são como tumbas ancestrais dos Jedi, então estaremos literalmente explorando tumbas — como Lara Croft faz desde sempre –, escalando e se dependurando como ela e Nathan Drake fazem, e correndo pelas paredes como na saudosa série Prince of Persia.

O combate, por sua vez, tem 2 momentos distintos: quando estamos enfrentando “monstros” e criaturas selvagens, o jogo tem uma pegada SoulsBorne, ou seja, devemos abusar da esquiva enquanto buscamos uma brecha para atacar. Já contra soldados e inimigos humanos, o negócio fica mais parecido com Sekiro — há uma barra de postura, que deve ser quebrada para que o inimigo fique vulnerável por um instante. Essa barra se esvazia atacando, mas principalmente realizando bloqueios no momento exato, que resultam no famoso parry.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Inimigos humanos exigem uma abordagem mais tática e muito parry

Confira abaixo um pouquinho de exploração, corrida pelas paredes e lutas contra criaturas simples da fauna de Bogano:

Não é só no combate que o jogo se inspira nas obras da From Software: os itens de energia (chamados aqui de estimulantes) são consumíveis, e para restabelecer seu estoque, você deve meditar em pontos de controle que são basicamente as bonfires do jogo. Você pode usar estes lugares apenas como chekpoints, mas se decidir descansar para recuperar seus estimulantes, os inimigos da área irão ressurgir. Ah,e quando você morre “derruba” a XP que tinha acumulada, podendo recuperá-la ao causar dano no inimigo que te matou.

Para completar esta salada de referências, temos ainda os puzzles, que marcam presença principalmente nas tumbas, e devem ser resolvidos usando um mix de Força com elementos do cenário. Como tudo é integrado ao próprio cenário, é impossível não lembrar do que já vimos em Tomb Raider. Ah, e há muitas passagens bloqueadas que só abrem pelo outro lado e viram “atalhos”, algo que também vimos em Dark Souls e depois deu as caras em diversos de seus “clones”, como The Surge.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Praticamente um Tomb Raider espacial

Há até um momento Shadow of the Colossus no game, onde iremos escalar um imenso AT-AT, para depois assumirmos o controle dele, colocando as armas do Grande Exército contra eles em grande estilo, saca só:

O jogo é cheio de momentos cinematográficos e perseguições scriptadas que são muito emocionantes tanto para quem assiste quanto para quem joga, e se encaixam perfeitamente neste tom aventuresco que a jornada de Cal Kestis tem.

Tipo assim:

Jedi Fallen Order tem até um gostinho de Metroidvania, pois há diversos lugares que só poderemos acessar quando tivermos alguma nova habilidade da Força, ou depois de turbinarmos nosso pequeno companheiro BD-1 para que ele possa hackear ou energizar painéis. Isso quase nunca bloqueia o progresso da campanha em si, e o jogo faz um bom trabalho em nos fazer visitar cada planeta mais de uma vez para cumprir objetivos diferentes e, de quebra, explorar mais um pouquinho.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Conforme Cal e BD-1 ganham novas habilidades, abrem-se novas possibilidades de exploração

Como você pode ver, Star Wars Jedi Fallen Order não vai ganhar nenhum prêmio de originalidade, e não está tentando “criar um novo gênero”. Muito pelo contrário, o que ele faz é emprestar elementos de outros jogos, bater tudo no liquidificador, temperar com o sempre saboroso universo de Star Wars, e servir isso em um prato que é realmente delicioso. Se tivesse que rotulá-lo, diria que é um “Tomb-Uncharted-SoulsBorne-Like“, e é impressionante como tudo funciona bem.

Sendo honesto…

É verdade que ele não faz a parte de aventura e exploração melhor que Tomb Raider, nem o combate melhor que Souls/Sekiro, nem os momentos cinematográficos melhor que Uncharted. Porém, ele faz tudo isso muito bem, e ao condensar tudo em uma campanha longa, divertida e variada, entrega em um jogo só tudo o que estes outros jogos entregam isoladamente. É justamente a mistura que funciona, pois isolados os elementos que ele “copia” já foram melhor representados em outros games.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos

E é aquilo, nem tudo são flores: o backtracking de seu lado MetroidVania é um bocado trabalhoso. Sem fast travels, sempre que retornamos a um planeta já visitado, precisamos fazer tudo a pé. Claro que liberar os atalhos ajuda bastante, mas sem dúvida um sistema de fast travel entre os pontos de meditação, ou pelo menos um segundo ponto de pouso para a nave, na outra extremidade do cenário, viriam bem a calhar.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Dá um bocado de trabalho explorar tudo isso “a pé”

Outra coisa na qual o jogo escorrega são as recompensas: vez ou outra você se quebra todo para chegar a algum lugar difícil, e sua recompensa é só uma nova cor para a nave (que a gente mal vê), para o BD-1 ou um novo poncho para o Kestis. Mas calma, pois temos mais itens cosméticos inúteis no jogo, que são partes para customizar a empunhadura do seu sabre.

Pois é, podemos personalizar o cabo do sabre… mas sabe quando podemos efetivamente admirar o sabre que montamos? Nunca. Só nas mesas de montagem, e olha lá. No geral, eu queria que a exploração fosse mais recompensadora, sabe? Me desse algo melhor do que meros itens cosméticos sem graça.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
É só nestes momentos que vemos o cabo do sabre de perto…

Já que estamos sendo honestos, vamos lá: ainda que essas recompensas sejam fracas, é LINDO de ver um jogo de Star Wars que não seja só mais um shooter multiplayer. Acho que desde Force Unleashed II não tínhamos um jogo single player de Star Wars, com uma boa história… e um jogo single player SEM microtransações, loot boxes, nem nada do tipo.

O que a Respawn Entertainment nos entregou é um legítimo jogo de aventura single player, e eu quero MUITO que ele seja um sucesso de vendas, para provar aos engravatados da EA que nem só de multiplayer e microtransações se faz um bom jogo de Star Wars!

Audiovisual

Rodando na sempre versátil Unreal Engine 4, Star Wars Jedi Fallen Order é um jogo muito bonito, especialmente pela sua direção de arte, que tira proveito do rico universo de Star Wars para entregar paisagens exóticas, criaturas interessantes e personagens estilosos. Ele sem dúvida ficaria ainda mais bonito se tivesse sido produzido com a Frostbite, mas não há do que reclamar, pois até o HDR está presente aqui, para valorizar ainda mais o visual.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
Bons efeitos de iluminação enriquecem o visual do game

Li por aí que o jogo roda meio mal no PS4 e no Xbox One padrão, mas joguei no Xbox One X, e no geral a experiência fluiu bem nele (ainda que ele tenha precisado “carregar” o cenário algumas vezes durante a campanha). Há um modo performance que pode ser ativado, mas não vi vantagem, uma vez que ele corta a resolução, mas não entrega 60fps constantes. Acho melhor ficar com 30fps constantes e o melhor visual que ele pode oferecer — ou jogar no PC, que se for parrudo, consegue entregar o melhor dos dois mundos em termos de visual e performance.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
O jogo não é um RPG, mas tem uma extensa árvore de habilidades

A trilha sonora do jogo emula perfeitamente o clima de Star Wars, soando épica e cinematográfica como deve ser. Os sons de tiros, explosões e sabres sendo brandidos também são imediatamente familiares para quem curte Star Wars. Ah, e o jogo está 100% localizado para o nosso idioma, e a qualidade das dublagens está excelente!

Conclusão

Star Wars não andou tendo uma vida fácil no mundo dos games. A EA se envolveu em polêmicas com as microtransações abusivas de Battlefront II, e vimos mais de um jogo da série sendo cancelado nos últimos tempos.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos
O BD-1 é muito carismático <3

Felizmente, a Electronic Arts resolveu acreditar na Respawn Entertainment (que entregou o excelente Titanfall 2 e, mais recentemente, chamou a atenção com Apex Legends), e foi uma ótima escolha: Jedi Fallen Order é um baita jogo, e ainda que seja uma grande colagem de elementos de outros jogos populares, mistura tudo em uma receita que dá muito certo, e é diferente de tudo o que vinha sendo lançado de Star Wars no mundo dos games.

Análise Arkade - Star Wars: Jedi Fallen Order é o melhor jogo de Star Wars dos últimos tempos

Ou seja, temos aqui um game intenso e gostoso de jogar. É original? Nem um pouco. É divertido? Muito! Espero que ele tenha Força o suficiente para se tornar uma nova franquia. Star Wars não deve ser só sobre tiroteios, naves e microtransações. Também pode ser sobre aventura e exploração, e com Jedi Fallen Order, a Respawn comprova isso. Um jogo que sem dúvida vale a compra tanto para quem é fã de Star Wars quanto para quem curte alguns dos melhores games que foram produzidos ao longo dos últimos anos.

Star Wars Jedi Fallen Order foi lançado em 15 de novembro para PC, Playstation 4 e Xbox One (versão analisada).

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *